Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14365
Title: DANÇA: linguagem do corpo na educação infantil
Authors: Lima, Ruth Regina Melo de
Keywords: Dança;Ensino;Educação infantil;Linguagem;Dance;Teaching;Infant education;Language
Issue Date: 23-Oct-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LIMA, Ruth Regina Melo de. DANÇA: linguagem do corpo na educação infantil. 2010. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: Este trabalho encerra uma reflexão sobre as práticas/experiências com o ensino da dança junto a crianças de 2 a 7 anos, desenvolvidas pelas professoras no Núcleo de Educação Infantil da UFRN (NEI), tendo como objetivos: descrever e interpretar as experiências vividas com a dança, com enfoque nos significados da dança e organização do trabalho pedagógico; identificar lacunas nas práticas pedagógicas em dança; e apontar perspectivas para o ensino da dança na Educação Infantil. A trajetória de investigação iniciou-se com a seguinte questão: Como as professoras compreendem a dança e a vivenciam no Núcleo de Educação Infantil? A pesquisa de orientação fenomenológica tomou como referência metodológica a abordagem qualitativa do tipo Fenômeno Situado, cujo princípio diz respeito ao interesse pelos fenômenos tal qual ocorrem na experiência vivida, de onde emanam os conhecimentos que podemos ter sobre o mundo, buscando interpretá-los e compreendê-los na sua essência/existência. As entrevistas revelaram que os sujeitos pesquisados atribuem à dança diferentes sentidos e, consequentemente, apresentam variações na forma de organizar o trabalho em torno desse conhecimento. A maioria das professoras reconhece a dança como expressão cultural, priorizando na escola o trabalho com danças folclóricas. Elas identificam a dança como conhecimento/conteúdo advindo dos campos da Arte e da Educação Física, admitindo no trato pedagógico sua relação com o conhecimento de outras áreas. Nos relatos das experiências realizadas com dança, no NEI, foram encontrados diferentes processos de condução desse trabalho e, portanto, de ensinar/aprender esse conhecimento. Percebe-se haver um trabalho sistematizado respaldado na Proposta Curricular da escola com o objetivo de desenvolver as diversas possibilidades educativas da dança, indo da pesquisa sobre a sua origem, da exploração do movimento, da contextualização até o fazer artístico. Algumas experiências priorizam a livre expressão, a visão descontextualizada da dança ou a reprodução de passos como formas estanques de ensinar dança. Essas situações são vistas na investigação como produtos de lacunas na formação acadêmica dos professores, que precisa ser redimensionada. As interpretações das experiências com dança, descritas pelas professoras do NEI, articuladas com o referencial teórico da investigação, permitiram apontar três perspectivas para o trabalho com dança na Educação Infantil, tendo como principais interlocutores Merleau-Ponty e Rudolf Laban: A dança como linguagem do corpo; A dança e seus fatores do movimento; e Imitar, improvisar e brincar: formas de desenhar caminhos para dançar. Neste, destaca-se a dança no âmbito escolar, os elementos que constituem essa linguagem e as formas de apropriação desta com base em uma visão lúdica, poética e educativa, cujo enfoque é a educação das crianças em suas peculiaridades e possibilidades
Abstract: This production is a reflection about the practices/experiences involving the teaching of the dance developed by the teachers in the Núcleo de Educação Infantil (NEI/UFRN), with the children from 2 to 7 years old, having as objectives: describe and interpret the lived experiences with the dance focusing on the meaning of the dance and organization of the pedagogic job, identify blanks in the pedagogic practices of dance and appoint possible perspectives to the teaching of dance on the infant education. The way from the investigation has begun with the following question: Who do the teachers understand the dance and live it on the Núcleo de Educação Infantil? The research of phenomenological orientation toke as methodological reference the qualitative approach from the placed phenomenon type, this one has as beginning the interest on the phenomenon by the way as it happens on the lived experience from where comes the knowledge with we can present about the world, trying to interpret it, understand it on its essence/existence. The interviews showed that the researched subjects give to the dance different meanings and consequently present variations on the manner to organize the work around this knowledge. The most of the teachers recognizes the dance as a culture expression, being a priority on the school the job with the folkloric dances. They recognize too the dance as knowledge/content coming from the Arts and Physical Education areas and its relation with the knowledge from others areas on the pedagogic action. There were found different process on the way to conduct the job with the dance in relates from experiences done with dance at NEI and, therefore, of teach/learn this knowledge. Its perceptible that exists a systematic work with the objective of develop the dance and its various educative possibilities, starting from the research about its origins, the exploration of the movement, the contextualization until the artistic practice. Those possibilities are reinforced on the school s curricular propose. Some experiences have as a priority the free expression, the dance s vision without context or the reproduction of movements as stand manners of teaching dance, situations like those observed on the investigation as products from the blanks on the academic formation from the teachers with must be fixed. The interpretation of the experiences with dance, described by the teachers from NEI, connected with the theoretical referential from the investigation, allowed to appoint three perspectives to the work with dance in the infant education, having as main interlocutors Merleau-Ponty and Rudolf Laban: the dance as the body s language; the dance and its movement factors; imitate, improvise and play: manners of draw ways to dance. On those process are emphasized the dance on the scholar context, the elements that constitute this language and the forms of appropriate from it supported in a ludicrous, poetic and educative vision, having as focus the children s education on its peculiarities and possibilities
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14365
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RuthRML.pdf3,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.