Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16291
Title: Tatuagem da palavra : educação sentimental do corpo no corpus poético de Maria Teresa Horta
Authors: Oliveira, Juliana Batista de
Keywords: Poesia pós-moderna;Corpo;Escritura feminina;Maria Teresa Horta;Erotismo;Educação;Literatura comparada;Postmodern poetry;Body;Female writing;Maria Teresa Horta;Erotic poetry;Education;Compared literature
Issue Date: 14-Dec-2006
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Juliana Batista de. Tatuagem da palavra : educação sentimental do corpo no corpus poético de Maria Teresa Horta. 2006. 153 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Portuguese Abstract: Esta pesquisa, ao passo que olha para o corpo e o enxerga tatuado pelos textos da cultura, do imaginário e do poder, através de um discurso que se inscreve nele, vem propor uma vertigem do olhar sobre o mesmo através da análise das obras: Poesia completa II, especificamente, Educação sentimental, e Novas cartas portuguesas. Tais obras transgressoras e performáticas são de Maria Teresa Horta (1937-), escritora portuguesa, a qual vem propor, ao nível de uma linguagem renovada, uma educação outra: uma educação sentimental, a qual nasce do elemento erótico. Partindo da desconstrução do olhar sobre o corpo marcado e denunciado através de Novas cartas portuguesas, e dos textos poéticos da obra Educação sentimental, bem como dos demais que vêm compor a obra Poesia completa II, Horta desmonta e remonta o corpo, re-significando a máscara signalética a qual nos envolve e envolve as nossas vivências. Além de propor a todos, homens e mulheres, tal re-significação dos modelos de comportamentos e práticas vigentes, a educação horteana vem possibilitar, através da performance, a construção de um espaço para a identidade feminina, livre da clausura do poder fálico. Uma nova identidade a qual possa envolver todas as características sagradas e profanas da mulher, descartando a lente cromática do pecado. A poética horteana surge então, como uma nova proposta do fazer literário
Abstract: While looking to the body and finding it engraved by cultural, imaginary and power-related texts through a discourse embodied in itself, this research proposes a new vertiginous approach to it by analyzing the following works: Poesia completa II, more specifically, Educação sentimental, and Novas cartas portuguesas. Such transgressive and performatic works are from Maria Teresa Horta (1937-), Portuguese writer, who proposes a new education by a renewed language: a sentimental education spawned from the erotic element. Starting from the deconstruction of the view over the spoiled body and exposed in Novas cartas portuguesas, from the poetic texts in Educação sentimental, as well as in remaining ones in Poesia completa II, Horta disassembles and reassembles the body, giving a new meaning to the symbols that surround us and our experiences. Other than proposing to all, men and women, such new meaning of the behavior and current practices models, Horta s education allows, through a performance action, the construction of a stage for female identity, free from the phallic influence. A new identity, able to handle all holy and profane characteristics of women, discarding the chromatic lens of sin. Horta s poetry emerges as a new proposal of literary labor
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16291
Appears in Collections:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianaBO.pdf365,66 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.