Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16904
Título: Gestão de estoques: uma proposta de reposição contínua para material médico hospitalar e medicamentos em um hospital universitário federal do estado do Rio Grande do Norte
Autor(es): Almeida Filho, João Carlos do Nascimento
Palavras-chave: Gestão de estoques. Hospitais. Gestão hospitalar. Reposição de estoques;Inventory management. Continuous replenishment system. University hospital
Data do documento: 31-Out-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA FILHO, João Carlos do Nascimento. Gestão de estoques: uma proposta de reposição contínua para material médico hospitalar e medicamentos em um hospital universitário federal do estado do Rio Grande do Norte. 2013. 105 f. Dissertação (Mestrado em Política e Gestão Pública) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: The inventory management in hospitals is of paramount importance, since the supply materials and drugs interruption can cause irreparable damage to human lives while excess inventories involves immobilization of capital. Hospitals should use techniques of inventory management to perform replenishment in shorter and shorter intervals, in order to reduce inventories and fixed assets and meet citizens requirements properly. The inventory management can be an even bigger problem for public hospitals, which have restrictions on the use of resources and decisionmaking structure more bureaucratized. Currently the University Hospital Onofre Lopes (HUOL) uses a periodic replacement policy for hospital medical supplies and medicines, which involves one moment surplus stock replenishment, the next out of stock items. This study aims to propose a system for continuous replenishment through order point for inventory of medical supplies and medicines to the hospital HUOL. Therefore, a literature review of Federal University Hospitals Management, Logistics, Inventory Management and Replenishment System in Hospitals was performed, emphasizing the demand forecast, classification or ABC curve and order point system. And also, policies of inventory management and the current proposal were described, dealing with profile of the mentioned institution, the current policy of inventory management and simulation for continuous replenishment order point. For the simulation, the sample consisted of 102 and 44 items of medical and hospital drugs, respectively, selected using the ABC classification of inventory, prioritizing items of Class A, which contains the most relevant items in added value, representing 80 % of the financial value in 2012 fiscal year. Considering that it is a public organization, subject to the laws, we performed two simulations: the first, following the signs for inventory management of Instruction No. 205 (IN 205 ), from Secretary of Public Administration of the Presidency ( SEDAP / PR ), and the second, based on the literature specializing in inventory management hospital. The results of two simulations were compared to the current policy of replenishment system. Among these results are: an indication that the system for continuous replenishment reorder point based on IN 205 provides lower levels of safety stock and maximum stock, enables a 17% reduction in the amount spent for the full replenishment of inventories, in other words, decreasing capital assets, as well as reduction in stock quantity, also the simulation made from the literature has indicated parameters that prevent the application of this technique to all items of the sample. Hence, a change in inventory management of HUOL, with the application of the continuous replenishment according to IN 205, provides a significant reduction in acquisition costs of medical and hospital medicine
metadata.dc.description.resumo: A gestão de estoques em hospitais é de suma importância, pois a interrupção no abastecimento de materiais e medicamentos pode causar danos irreparáveis a vidas humanas enquanto o excesso de estoques implica em imobilização de capital. Os hospitais devem utilizar técnicas de gestão de estoques para realizar a reposição em intervalos cada vez menores, como forma de reduzir os estoques e o capital imobilizado e, atender adequadamente as demandas dos cidadãos. A gestão de estoques pode ser um problema ainda maior para hospitais públicos, que tem restrições quanto ao uso de recursos e uma estrutura de decisão mais burocratizada. Atualmente o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) utiliza uma política de reposição periódica para material médico hospitalar e medicamentos, a qual ora implica em reposição em excesso, ora em falta de itens. O presente estudo tem como objetivo propor um sistema de reposição contínua por ponto de pedido para estoques de material médico hospitalar e medicamentos para o HUOL. Para tanto, foi feita uma revisão da literatura sobre Gestão de Hospitais Universitários Federais, Logística, Gestão de Estoques e Sistema de Reposição em Hospitais, enfatizando a previsão da demanda, classificação ou curva ABC e sistema de ponto de pedido. E ainda, descreveram-se as políticas de gestão de estoques atual e proposta, abordando o perfil da instituição em questão, a política atual de gestão de estoques e a simulação de reposição contínua por ponto de pedido. Para a simulação, a amostra foi composta por 102 e 44 itens de material médico hospitalar e medicamentos, respectivamente, selecionada com o uso da classificação ABC de estoques, priorizando os itens da classe A, a qual contém os itens mais relevantes em valor agregado, representando 80% do valor financeiro movimentado no exercício financeiro de 2012. Por se tratar de uma organização pública, sujeita às normas legais, foram realizadas duas simulações: a primeira seguindo as indicações para gestão de estoques da Instrução Normativa N° 205 (IN 205), da então Secretaria de Administração Pública da Presidência da República (SEDAP/PR); e, a segunda, tomando como base a Literatura especializada na gestão de estoques hospitalares. Os resultados das duas simulações foram comparados aos do sistema de reposição da política atual. Entre estes resultados, estão: a indicação de que o sistema de reposição contínua por ponto de pedido com base na IN 205 proporciona menores níveis de estoque de segurança e estoque máximo, possibilita uma redução de 17% no valor gasto para a reposição plena dos estoques, ou seja, uma redução no valor de imobilização de capital, assim como a redução na quantidade em estoque; e, que a simulação feita a partir da Literatura apresentou parâmetros que impedem a aplicação desta técnica para todos os itens da amostra. Então, uma mudança na gestão de estoques do HUOL, com a aplicação do sistema de reposição contínua de acordo com a IN 205, proporciona uma redução significativa nos gastos com aquisição de material médico hospitalar e medicamentos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16904
Aparece nas coleções:PPGGP - Mestrado em Gestão Pública

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoaoCNAF_DISSERT.pdf2,93 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.