Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17070
Title: Condições de saúde bucal e capacidade funcional em idosos
Authors: Silva, Diviane Alves da
Keywords: Saúde bucal;Idoso;Estudos transversais;Capacidade funcional;Oral health;Aged;Cross-sectional studies;Functional capacity
Issue Date: 3-Jun-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Diviane Alves da. Condições de saúde bucal e capacidade funcional em idosos. 2011. 103 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Abstract: Population aging is one of the greatest challenges to contemporary public health and, in this perspective, the functional capacity emerges as an important feature in geriatric assessment. The oral health of elderly, in turn, deserves special attention because, historically, in the dental services, this population group was not considered a priority for attention, which is verified by high rates of edentulism found even among these individuals. The present study proposes to examine the relationship between oral health status and functional capacity in an elderly population. To this end, intra-oral epidemiological examination was performed to assess the degree of dental caries, periodontal status, use and need of prosthesis and the presence of lesions. Functional capacity was assessed by the Independence in Activities of Daily Living, which considers the independence or not in the performance of six self-care functions. Socioeconomic and demographic characteristics and general health status were also investigated, in view of the possibility of intervention of these variables in the investigated relation. An factor analysis of the principal components was conducted which resulted four indicators of oral health conditions, representative of the population studied. 441 seniors were enrolled with mean age of 71.7 (± 8.7) years, the majority being female (68%). Functional capacity was dichotomized into completely independent individuals (89.6%) and dependent on at least one of the functions considered (10.4%). There was an association between functional capacity and the indicators related to the presence of many teeth and dental caries, and to that associated with the use and need of prostheses. These associations in turn, lost statistical significance when adjusting for confounding variables, combined in separate models for each indicator. Some of these variables, however, remained associated with functional capacity. It is considered that the study of oral health status of elderly, associeted with the search for an association with functional capacity is important in the construction of indicators necessary for planning preventive and therapeutic interventions that reduce the risk for loss of ability in daily physical functions and their consequences, as the harm in the oral self-care
Portuguese Abstract: O envelhecimento populacional constitui um dos maiores desafios para a saúde pública contemporânea e, nessa perspectiva, a capacidade funcional surge como importante critério na avaliação geriátrica. A saúde bucal dos idosos por sua vez, merece atenção especial visto que, historicamente, nos serviços odontológicos, tal grupo populacional não era considerado como prioridade de atenção, o que se verifica pelas altas taxas de edentulismo ainda encontrada entre esses indivíduos. O estudo em questão propõe analisar a relação entre as condições de saúde bucal e a capacidade funcional de uma população de idosos. Para tanto, realizou-se exame epidemiológico intra-oral que avaliou o grau de ataque de cárie, condição periodontal, uso e necessidade de prótese e presença de lesões. A capacidade funcional foi avaliada através da Escala de Independência em Atividades da Vida Diária, que considera a independência ou não no desempenho de seis funções de autocuidado. Características socioeconômico-demográficas e de saúde geral também foram pesquisadas, tendo em vista a possibilidade de intervenção de tais variáveis na relação investigada. Realizou-se uma análise fatorial de componentes principais da qual resultaram quatro indicadores de saúde bucal, representativos das condições da população estudada. Foram arrolados 441 idosos com idade média de 71,7 (±8,7) anos, sendo a maioria do sexo feminino (68%). A capacidade funcional foi dicotomizada em indivíduos totalmente independentes (89,6%) e dependentes em ao menos uma das funções consideradas (10,4%). Observou-se associação entre a capacidade funcional e os indicadores relacionados à presença de elementos dentários e cárie, e àquele associado ao uso e necessidade de prótese. Tais associações por sua vez, perderam significância estatística quando do ajuste para algumas variáveis de confusão, combinadas em modelos distintos para cada indicador. Algumas dessas variáveis, entretanto, mantiveram-se associadas à capacidade funcional. Considera-se que o estudo das condições de saúde bucal de idosos, aliado à busca de uma associação com a capacidade funcional revela-se importante na construção de indicadores necessários ao planejamento de medidas preventivas e intervenções terapêuticas que reduzam os riscos para a perda de habilidade nas funções físicas cotidianas e suas sequelas, como o prejuízo no autocuidado bucal
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17070
Appears in Collections:PPGOPS - Mestrado em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DivianeAS_DISSERT.pdf4,48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.