Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17202
Title: Estratégias para ajuste do ciclo vigília-sono de adolescentes aos horários escolares matutinos: a educação sobre o sono e a exposição a luz solar
Authors: Guimarães, Ivanise Cortez de Sousa
Keywords: Sono;Ciclo vigília-sono;Adolescente;Educação
Issue Date: 3-Nov-2008
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: GUIMARÃES, Ivanise Cortez de Sousa. Estratégias para ajuste do ciclo vigília-sono de adolescentes aos horários escolares matutinos: a educação sobre o sono e a exposição a luz solar. 2008. 159 f. Tese (Doutorado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Portuguese Abstract: Em adolescentes, que tendem a dormir e acordar mais tarde, o início das aulas pela manhã está associado ao avanço dos horários de sono, diminuição na duração do sono noturno e irregularidade dos horários de dormir e acordar entre a semana e o fim de semana. Como conseqüência há um aumento da sonolência diurna e queda no desempenho cognitivo que interferem no desempenho em sala de aula. Estas conseqüências levantam a necessidade de se avaliar alternativas que auxiliem o adolescente a adaptar a sua necessidade de sono aos horários de início das aulas pela manhã. Nesse sentido, o objetivo geral deste estudo foi avaliar o efeito de um programa de educação sobre o sono e da exposição à luz solar no início da manhã no ciclo vigília-sono (CVS) e na sonolência diurna de adolescentes. Os estudantes foram caracterizados quanto ao cronotipo pelo questionário de Horne-Ostberg e quanto à saúde e aos hábitos mais freqüentes de sono pelo questionário a saúde e o sono . Os padrões do CVS foram avaliados pelo diário de sono, a sonolência diurna pela Escala de sonolência de Karolinska (ESK) e o alerta pelo Teste de Vigilância Psicomotora (TVP). Estes parâmetros foram comparados antes e após o programa de educação sobre o sono e antes e durante a exposição à luz solar. O programa de educação sobre o sono foi eficiente em aumentar o conhecimento dos adolescentes sobre o sono, promover a diminuição da irregularidade dos horários de dormir e acordar, e aumentar a duração do sono noturno nos dias de semana. O efeito da exposição à luz pela manhã foi avaliado no retorno às aulas devido à diferença que existe no padrão de sono dos adolescentes entre os dias de aulas e as férias semestrais. Durante a semana da intervenção foi observado um avanço dos horários de sono, aumento da duração do sono noturno e do alerta no final da manhã. Avaliadas separadamente, a educação sobre o sono e a exposição à luz solar contribuem para minimizar a privação parcial de sono em adolescentes, mas os efeitos sobre a sonolência diurna precisam ser melhor investigados. Em conjunto, estas estratégias poderiam ser utilizadas pelos membros da escola para contribuir para a saúde e melhora no desempenho de seus alunos
Abstract: In adolescents, who tend to sleep and wake-up later, the school schedule in the morning is associated with sleep advancement and shortening besides bedtime and wake-up time irregularity between week and weekend days. As a result, there is an increase in daytime sleepiness and a drop in cognitive performance that interfer in students performance in classroom. These consequences reinforce the need to evaluate alternatives that help the adolescent to adapt their sleep needs to the time of start of classes in the morning. Accordingly, the general aim of this study was to evaluate the effects of a sleep program education and sunlight exposure in early morning on sleep-wake cycle (SWC) and daytime sleepiness of adolescents. The students chronotype were evaluated by the Horne-Ostberg questionnaire and the health and usual sleep habits by "the health and the sleep questionnaire. The SWC patterns were assessed by sleep log, the daytime sleepiness by Karolinska Sleepiness Scale (KSS) and the alertness by the Psychomotor Vigilance Test (PVT). These parameters were compared before and after a sleep education program and before and during the sunlight exposure. The sleep program was effective in increasing sleep knowledge of adolescents, in promoting a reduction of bedtime and wake-up time irregularity and increasing the sleep duration in school days. The sunlight exposure effect was evaluated in the return to classes after vacation due to the difference in sleep patterns between school and vacation days. During the intervention week it was observed an advance of sleep schedules, an increase on sleep duration and alertness at the end of the morning. Assessed separately, sleep education and sunlight exposure should contribute to minimize adolescents partial sleep deprivation, but daytime sleepiness effect must be better investigated. These strategies should be used jointly by school members to improve health and performance of their students
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17202
Appears in Collections:PPGPSICO - Doutorado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IvaniseCSG.pdf887.14 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.