Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17259
Título: Caracterização do ritmo de atividade motora durante a puberdade em sagüis (Callithrix jacchus) sob condições semi-naturais
Autor(es): Brandão, Paula Rocha de Melo
Palavras-chave: Callithrix jacchus;Sagüi;Ontogênese;Puberdade;Atividade motora;Ritmo circadiano;Ritmo ultradiano;Sazonalidade;Marmoset;Ontogeny;Puberty;Activity motor;Circadian rhythm;Ultradian rhythm;Seasonally
Data do documento: 5-Jun-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BRANDÃO, Paula Rocha de Melo. Caracterização do ritmo de atividade motora durante a puberdade em sagüis (Callithrix jacchus) sob condições semi-naturais. 2008. 74 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Abstract: Most of ontogenetic studies on circadian timing system have been developed on infants, adults and elderly. The puberty has not been a stage of life few studied, except for researches in human adolescents, that presents phase delay in sleep-wake cycle. However, few studies have focused on the basis of this circadian change due to methodological difficulties. Thus, an animal model to study the sleep-wake cycle at puberty is essential. In the common marmoset, a social primate, the circadian activity periodicity stabilizes around 4 months (juvenile stage) and the 8h period component has a seasonal variation. Puberty stage of this species begins near the 8th month of age in males and near the 7th month in females with 7 months of duration. With the aim to characterize the circadian motor activity rhythm during puberty in marmosets (Callithrix jacchus) the motor activity was continuous registered by actiwatches in 6 animals between 5-12 months. Since the social factor influence the behavior of this specie, behavioral observations were realized in 30 minutes windows twice/week to a general evaluation of the influence social interactions dynamic across experiment. Determination of puberty onset was done by fecal progesterone and estrogens in females, and androgens in males. From the analysis of the multiple regression test was selected a model that evaluate age and seasonal variables effect on the activity rhythm according to the higher explanation coefficient. The total activity was the only parameter influenced by age. Moreover, the activity onset was the parameter more explained by the model, and the sunrise was the factor that most influenced it. After the puberty onset, 2 dyads advanced the activity onset. The activity total decreased in 1 dyad and increased in 2 dyads. This increase may be related to the birth of infants in these families. The motor activity circadian component stabilized later in 1 dyad, coinciding with the puberty onset of these animals, while bimodality, caused by the 8 h component, was modulated by seasonality. The agonistic behavior was not evaluated due to reduced number of events. There were changes across ages in affiliative behavior of contact in 1 dyad, grooming done in 1 animal and grooming received in 2 animals. Although there is evidence of puberty effect on the activity motor rhythm, the photoperiodic fluctuations influenced the rhythm. Therefore is not possible to affirm if the puberty modulate the activity rhythm in marmosets
Resumo: A maioria dos estudos sobre o sistema de temporização circadiana são desenvolvidos em animais adultos, infantes e idosos. A puberdade se tornou uma fase da vida pouco estudada, com exceção dos trabalhos realizados em adolescentes humanos, que apresentam um atraso de fase no ciclo sono e vigília. No entanto, poucos estudos enfocam a base circadiana envolvida nesta mudança devido às dificuldades metodológicas. Dessa forma, um modelo animal para o estudo do ciclo sono e vigília na puberdade é essencial. Em sagüis (Callithrix jacchus), um primata social, a periodicidade circadiana estabiliza em torno dos 4 meses (estágio juvenil) e o componente ultradiano de 8 horas apresenta variação sazonal. A puberdade começa próximo dos 8 meses nos machos e dos 7 meses nas fêmeas, com duração de aproximadamente 7 meses. Com o objetivo de caracterizar o ritmo de atividade motora em sagüis na puberdade foi registrada continuamente a atividade motora por actímetros em 6 animais dos 5 a 12 meses de idade. Como os fatores sociais podem influenciar os comportamentos desta espécie foram realizadas observações comportamentais em janelas de 30 minutos duas vezes/semana para uma avaliação geral da influencia das interações sociais ao longo do experimento. A entrada na puberdade foi determinada a partir dos níveis fecais de progesterona e estrógenos nas fêmeas, e andrógenos nos machos. A partir da análise do teste de regressão múltipla foi selecionado um modelo que avaliava o efeito da idade e de variáveis sazonais sobre os parâmetros do ritmo de acordo com o maior coeficiente de explicação. O total da atividade foi o único parâmetro influenciado pela idade. Por outro lado, o início da atividade foi o parâmetro mais explicado pelo modelo, sendo o nascer do sol o fator que mais o influencia. Após a entrada na puberdade, 2 díades iniciaram a atividade mais cedo. Em relação ao total da atividade, houve redução em 1 díade e aumento em 2 díades. Este aumento pode estar relacionado com o nascimento de filhotes nessas famílias. O componente circadiano da atividade motora estabilizou mais tarde em 1 díade, coincidindo com a entrada na puberdade desses animais. Enquanto que a bimodalidade, decorrente do componente ultradiano de 8 horas, sofreu uma modulação sazonal. Os comportamentos agonísticos não foram analisados em decorrência do número reduzido de eventos. Os comportamentos afiliativos de contato em 1 díade, de catação realizada em 1 animal e de catação recebida em 2 animais modificaram entre as idades. Embora existam evidências do efeito da puberdade sobre o ritmo de atividade motora, as flutuações fotoperiódicas influenciaram o ritmo. Portanto, não é possível afirmar se a puberdade modula o ritmo de atividade motora em sagüis
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17259
Aparece nas coleções:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PaulaRMB.pdf718,29 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.