Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17271
Título: Estudo da preferência manual durante o desenvolvimento ontogenético em sagüi comum ( Callithix jacchus)
Autor(es): Rego, Bernadette Serra
Palavras-chave: Preferência manual;Ontogênese;Hormônios sexuais;Sagui comum
Data do documento: 15-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: REGO, Bernadette Serra. Estudo da preferência manual durante o desenvolvimento ontogenético em sagüi comum ( Callithix jacchus). 2008. 90 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Abstract: The study of manual preference is a widely used approach to investigate cerebral laterality in nonhuman primates. However, in New World primates, little is known about the ontogenesis of hand use asymmetry, in both forced and spontaneous activities, as well as how they correlate with sexual hormones. Accordingly, a longitudinal study was conducted on the manual preference of 6 female and 4 male common marmosets (Callithrix jacchus). The study included the record of forced tests to reach for the food using only one hand (forced activity) and activities such as grooming (auto and social), scratching, grasping the food and hanging, in weekly sessions from the infantile (4 months) to the early adult phase (15 months). Feces samples were also collected, at least once a week, to evaluate the level of gonadal steroids and their influence on these behaviors. In the forced activity, the results confirm the influence of the development period on manual preference during feeding, shown by the increase in lateral stability when grasping the food between the juvenile and adult phases. During this period, a sexual hormone effect on development was also observed, mainly of progesterone in females and androgen in males, but no difference between sexes was found. In the females, progesterone also influenced the manual preference index, with a proportional increase in the degree of manual asymmetry during puberty. With respect to spontaneous activities, the animals showed proportional use of both hands when scratching, hanging, holding the food and grooming. A positive correlation was also found between the preference for holding the food in forced activities and in spontaneous activities
Resumo: O estudo da preferência manual é um dos meios mais utilizados para investigar a lateralidade cerebral em primatas não humanos. No entanto, em primatas do Novo Mundo, pouco se sabe sobre a ontogênese da assimetria no uso das mãos, tanto em atividades forçadas como espontâneas e de sua relação com os hormônios sexuais. Com este objetivo, foi desenvolvido um estudo longitudinal sobre a preferência manual em 10 animais (6 fêmeas e 4 machos) da espécie Callithrix jacchus. O estudo incluiu a realização de testes de preensão de alimento (atividade forçada) e atividades espontâneas como catação (autocatação e catação social), coçar-se, pendurar-se e segurar o alimento, que foram registradas em sessões semanais começando na fase infantil (4 meses) e se estendendo até o início da idade adulta (15 meses). Paralelamente foram coletadas amostras de fezes, pelo menos uma vez por semana, a fim de avaliar o nível de esteróides gonadais e sua possível influência na expressão destes comportamentos. Na atividade forçada, os resultados confirmam a influência do estágio de desenvolvimento sobre a preferência manual evidenciada pelo aumento na estabilização da lateralidade ao pegar o alimento entre as fases juvenil e adulta. Observou-se também um efeito dos hormônios sexuais sobre o desenvolvimento da preferência, principalmente da progesterona nas fêmeas e dos andrógenos nos machos, mas não foi encontrada diferença entre os sexos. Nas fêmeas, a progesterona influenciou o índice de preferência manual, com aumento proporcional do índice de lateralidade durante a puberdade. Em relação às atividades espontâneas os animais mostraram uso proporcional das duas mãos para as ações de coçar-se, pendurar-se e segurar o alimento e o uso simultâneo das duas mãos para catação. Ficou também evidenciada uma relação positiva entre a preferência manual na preensão do alimento na atividade forçada e segurar o alimento na atividade espontânea
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17271
Aparece nas coleções:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BernadetteSR.pdf1,82 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.