Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17307
Title: Avaliação do padrão do ciclo sono-vigília e a cognição em estudantes de medicina com diferentes esquemas de horários de aulas
Authors: Silva, Francisca Patricia da
Keywords: Sono em estudantes;Ciclo sono-vigília;Cognição;Sleep in students;Wake-sleep cycle;Cognition
Issue Date: 7-Oct-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVA, Francisca Patricia da. Avaliação do padrão do ciclo sono-vigília e a cognição em estudantes de medicina com diferentes esquemas de horários de aulas. 2010. 91 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: O padrão de sono dos estudantes ao entrarem na universidade, é acompanhado por muitos fatores que podem levar a mudanças nos hábitos de sono, tais como demanda acadêmica, novas oportunidades sociais, diminuição do cuidado dos pais e horários de aulas irregulares. O padrão irregular de sono-vigília é usualmente acompanhado por várias consequências diurnas, como diminuição nos níveis de motivação, desempenho, concentração, atenção e humor, bem como aumento da fatiga e da sonolência. Assim, existem inúmeras razões para apoiar o fato de que, esses estudantes universitários, podem sofrer prejuízos em seu desempenho acadêmico. O objetivo desse estudo foi avaliar o padrão ciclo sono-vigília (CSV) e a cognição em estudantes de medicina com diferentes esquemas de horários de aulas. Uma turma iniciava as aulas às 08 horas da manhã, enquanto a outra iniciava às 07 horas. Para isso contamos com 88 voluntários. Porém, desses, apenas os que participaram das duas etapas no estudo (n=78) realizaram o teste cognitivo. Para a avaliação subjetiva do CSV foi utilizado questionários para verificar a (1) qualidade de sono, (2) cronotipo, (3) sonolência diurna e (4) hábitos de sono. Para avaliação objetiva foi utilizado o actímetro e para avaliação cognitiva o teste MoCA (Montreal Cognitive Assessment). Os resultados indicam que a turma que tem aula mais cedo teve uma maior irregularidade do CSV e um pior desempenho no teste cognitivo. Houve diferença entre os horários da semana e do fim de semana nas variáveis subjetivas, hora de deitar, hora de levantar e duração do sono, em ambas as turmas. E nas variáveis objetivas, tempo na cama na turma das 08h e, hora de dormir, hora de acordar, tempo real de sono, tempo na cama e despertares noturnos na turma das 07h. No teste cognitivo, houve diferença entre as turmas no escore geral e nos domínios de função executiva e evocação de memória. Assim, sugere-se que o horário de início das aulas pode provocar irregularidade do CSV e, essa irregularidade pode provocar um déficit cognitivo leve. Além disso, o teste cognitivo MoCA foi sensível para detectar diferenças entre os estudantes, apesar da diferença entre os horários ser pequena
Abstract: The sleep patterns of students entering the university, is accompanied by many factors that can lead to changes in sleep habits, such as academic demands, new social opportunities, reduced parental care and irregular teaching schedules. The irregular pattern of sleep-wake cycle is usually accompanied by several daytime consequences, for example, reduced levels of motivation, performance, concentration, alertness and mood as well as increased fatigue and sleepiness.Thus, there are numerous reasons to support the fact that these students may suffer damage in their academic performance. The aim of this study was to evaluate the sleep-wake cycle (SWC) and cognition in medical students with different schemes teaching schedules. One group started classes at 08am, while the other started at 07am. We analyzed the data from 88 volunteers, 39 from each group. However, only those who participated in both stages of the study (n = 78) underwent cognitive testing. For subjective evaluation of the SWC was used questionnaires to check the quality of sleep, chronotype, daytime sleepiness and sleep habits. For objective evaluation was used actigraphy. For cognitive assessment was used the test MoCA (Montreal Cognitive Assessment). The results indicate that the group has class earlier had a greater irregularity of the SWC and a worse performance in cognitive testing. There was a difference between the schedules the week and weekend in the subjective variables, bedtime, wake up and sleep duration in both groups. The objective variables, time in bed showed difference between the schedules the week and weekend to the group started class at 08am and the variables bedtime, get up time, actual sleep time, time in bed and wake bouts in the class at 07am. In the cognitive test, there were differences between the groups in overall score and in the areas of executive function and memory recall. Thus, it is suggested that the class starting time may cause irregularity of the SWC and the irregularity may cause mild cognitive impairment. Moreover, cognitive testing MoCA was sensitive to detect differences among students, although the difference between the schedules is small
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17307
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FranciscaPS_DISSERT.pdf2,07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.