Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17316
Title: Efeito da coesão semântica sobre a discriminação de itens emocionais em testes de memória de reconhecimento de palavras
Authors: Leite, Raphael Bender Chagas
Keywords: Influência da emoção;Relação semântica;Testes de reconhecimento de palavras
Issue Date: 11-Apr-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LEITE, Raphael Bender Chagas. Efeito da coesão semântica sobre a discriminação de itens emocionais em testes de memória de reconhecimento de palavras. 2011. 45 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Portuguese Abstract: Itens com alto grau de alerta emocional são melhor recordados em tarefas de memória do que itens neutros. Um tipo de item emocional que beneficia os processos de memória declarativa são as palavras tabus. Estas são palavras que sofrem uma proibição convencional imposta por tradição ou costume. A literatura sugere que o melhor desempenho destas palavras é devido ao alerta emocional e também ao fato de formarem um grupo semântico coeso, constituindo um efeito positivo aditivo. Entretanto, estudos com listas semânticas apontam que a coesão pode produzir um efeito negativo de interferência, prejudicando a recordação. Analisamos, em dois experimentos, o efeito do alerta e da coesão semântica de palavras tabus em testes de reconhecimento, comparando com palavras agrupadas em duas outras categorias: com relação semântica e sem alerta (categoria semântica) e neutras ou com pouca relação semântica (categoria objetos). Nossos resultados apontaram que a coesão prejudicou o desempenho no teste por aumentar o número de alarmes falsos. Esse efeito foi fortemente observado nas palavras da categoria semântica em ambos os experimentos, mas também nas palavras tabus e nas neutras, quando ambas foram explicitamente consideradas como categorias semânticas por meio da instrução do teste do experimento 2. Apesar do prejuízo da coesão semântica, em ambos os experimentos as palavras tabus foram mais discriminadas do que as demais e esse resultado concorda com a indicação do alerta emocional como principal fator para o melhor desempenho de itens emocionais em testes de memória
Abstract: Highly emotional itens are best remembered in emotional memory tasks than neutral items. An example of emotional item that benefits declarative memory processes are the taboo words. These words undergo from a conventional prohibition, imposed by tradition or custom. Literature suggests that the strongest recollection these words is due to emotional arousal, as well as, the fact that they form a cohesive semantic group, which is a positive additive effect. However, studies with semantic lists show that cohesion can have a negative effect of interference, impairing memory. We analyzed, in two experiments, the effect of arousal and semantic cohesion of taboo words on recognition tests, comparing with into two other word categories: semantically related and without emotional arousal (semantic category) and neutral, with low semantic relation (objects). Our results indicate that cohesion has interfered whith the performance of the test by increasing the number of false alarms. This effect was strongly observed in the semantic category of words in both experiments, but also in the neutral and taboo words, when both were explicitly considered as semantic categories through the instruction of the test in Experiment 2. Despite the impairment induced by semantic cohesion in both experiments, the taboo words were more discriminated than others, and this result agrees with the indication of the emotional arousal as the main factor for the best recollection of emotional items in memory tests
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17316
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RaphaeBCL.pdf261,76 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.