Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17531
Título: A Psicologia do trabalho e das organizações na formação do psicólogo no Brasil
Autor(es): Lima, Fellipe Coelho
Palavras-chave: Psicologia das organizações e do trabalho. Formação do psicólogo. Análise documental;Work and organizational psychology. Psychologist s undergraduate education. Documental analysis
Data do documento: 4-Fev-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Referência: LIMA, Fellipe Coelho. A Psicologia do trabalho e das organizações na formação do psicólogo no Brasil. 2013. 230 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Abstract: This research has aimed to analyze the presence of the Work and Organizational Psychology (WOP) at the psychologist s undergraduate education after 2004 s National Curricular Guidelines in Brazil. It has investigated in 43 Brazilian undergraduate courses of Psychology how their Course Pedagogical Projects (CPPs) approach the WOP issues. For that investigation, the CPPs, the subjects programmes related to the WOP and the curriculum grid have been accurately read and analyzed. Categories created by similar studies have also been used. The studied knowledge field has been cited by 41 courses, mainly on the definition of the egress s professional profile, on the expected competences and on the psychologist s formation process lines. Moreover, 28 courses have disposed curricular emphasis on the WOP and 12 have provided professional practices on that Psychology s field. All the courses have displayed, at least, one subject related to the WOP and in 29 cases there have been found between two and six subjects concerned to that field of Psychology, occupying nearby 10% of the whole courses credit hours. It has been verified that the Work and Organizational Psychology is allied to discussions about Quality of Life and Health of the Worker, bonded to work prescriptions at the Personnel Management departments and in other places such as syndicates. Additionally, 37% (147) of the WOP s subjects concerns to the contents of the Work Psychology, 21% (81) relates to the Organizational Psychology, 18% (71) are about Industrial Psychology s topics and 14% (55) debates the field generically. The most often issues are: Recruitment and Selection (25 courses); Training, Development, Learning and Education (24); and Work and Mental Health (24). Those topics have assumed three functions: providing principles for the acting at the WOP field; tutoring psychologists to analyze their own workplaces; and offering a comprehension of the human being mediated by the Work. It has been concluded that the WOP is incorporated on the psychologist s undergraduate education by considering the increasing of its presence and the occurrence of its traditional and emergent topics
Resumo: A pesquisa objetivou analisar a presença da Psicologia do Trabalho e das Organizações (PT&O) na formação graduada do psicólogo após as Diretrizes Curriculares Nacionais de 2004. Investigou-se em 43 cursos de Psicologia do Brasil como os seus Projetos Pedagógicos de Curso (PPC) contemplavam a PT&O, a partir da leitura exaustiva do PPC e das ementas das disciplinas relacionadas à PT&O, além da análise da matriz curricular e do uso de categorias criadas em estudos semelhantes a este. O campo foi citado por 41 cursos, principalmente, na definição do perfil do egresso, nas competências esperadas e no processo de formação de psicólogos; 28 cursos possuíam ênfase curricular em PT&O e em 12 casos havia presença de práticas profissionais em PT&O. Todos os cursos apresentaram ao menos uma disciplina no campo e em 29 casos havia entre duas e seis disciplinas, ocupando uma média de 10% da carga horária total do curso. Constatou-se que a PT&O é vinculada às discussões de qualidade de vida e saúde do trabalhador, agregadas às prescrições de trabalho nos setores de Gestão de Pessoas, e em outros locais, como sindicatos. Ainda, 37% (147) das disciplinas de PT&O versam sobre temas da Psicologia do Trabalho, 21% (81) tratam da Psicologia Organizacional, 18% (71) de assuntos da Psicologia Industrial e 14% (55) tratam de debates genéricos sobre o campo. Os temas mais frequentes foram: recrutamento e seleção (25 cursos), treinamento, desenvolvimento, aprendizagem e educação (24) e trabalho e saúde mental (24). Esses conteúdos assumiram três funções: fornecer princípios para atuação no campo, capacitar psicólogos a analisarem seus contextos de trabalho e oferecer uma compreensão do ser humano mediada pelo trabalho. Concluiu-se que a PT&O está consolidada na formação do psicólogo, pelo ganho gradual de espaço e pela contemplação de temas tradicionais e emergentes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17531
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FellipeCL_DISSERT.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.