Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17607
Title: Diagnóstico ambiental das águas do estuário Jundiaí-Potengi pela determinação dos índices de qualidade da água e toxidez
Authors: Costa, Emily Cíntia Tossi de Araújo
Keywords: Diagnóstico ambiental;Estuários;IQA;IT;Environmental diagnosis;Estuaries;WQI;TI
Issue Date: 29-Jul-2008
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: COSTA, Emily Cíntia Tossi de Araújo. Diagnóstico ambiental das águas do estuário Jundiaí-Potengi pela determinação dos índices de qualidade da água e toxidez. 2008. 135 f. Dissertação (Mestrado em Físico-Química; Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Portuguese Abstract: O presente trabalho consiste em um diagnóstico ambiental das águas do sistema estuarino Jundiaí-Potengi/RN, através de cálculos de índices indicadores de poluição como o Índice de Qualidade da Água (IQA) e do Índice de Toxidez (IT). As amostras foram coletadas em doze pontos do estuário, em maré alta e baixa, entre os meses de agosto e novembro de 2007, totalizando quatro campanhas. A área de estudo está localizada numa região de alto impacto, tendo em suas margens diversas atividades como: lançamento de esgotos domésticos e industriais sem tratamento ou fora dos padrões de lançamento, carciniculturas, lagoas de estabilização de imunizadoras, comunidades ribeirinhas, etc. Todos os parâmetros analisad s tiveram seus resultados comparados com os limites da Resolução CONAMA N° 357 de 2005 para águas salobras e salinas Classe 1. Os resultados encontrados comprovam o impacto ocasionado pelas diversas atividades, principalmente os parâmetros relacionados com a presença de matéria orgânica, como DBO, COT e Coliformes termotolerantes. Assim, o IQA para a maioria dos pontos de coleta foi de qualida e MÉDIA. Para os metais, embora tenham sido encontrados valores acima do que permite a Resolução, a maioria deles estavam abaixo dos limites de detecção do ICP-OES utilizado, indicando que estes tendem a ser carreados pela dinâmica das marés ou precipitam e se depositam nos sedimentos de fundo, dando a essa água um IT igual 1,0, quando estes estão ausentes, o que ocorre na maioria dos casos, ou 0,0 quando se encontram teores de metais pesados nessas águas
Abstract: This study is an environmental diagnosis of the Jundiaí-Potengi/RN estuarine system waters, using calculations of pollution indicator indices such as the Water Quality Index (WQI) and the Toxicity Index (TI). The samples were collected at twelve points on the estuary, at high and low tide, between August and November 2007, over four campaigns. The study area, located in a high impact region, has various activities on its banks such as: discharge of untreated or undertreated domestic and industrial sewage, shrimp farming, immunizer stabilization lakes, riverside communities, etc. All the parameters analyzed were compared to the limits of CONAMA Resolution No. 357 of 2005 for healthy and saline Class 1 waters. The results found prove the impact caused by various activities, mainly the parameters related to the presence of organic material, such as DQO, DBO, COT and thermotolerant colliforms. The IQA for most of the collection points was of medium quality. For the metals, although values above the Resolution limits were found, most of them were lower than the detection limits of ICP-OES used, indicating that they tend to be transported by the dynamic of the tides or rainfall and are deposited in bottom sediments, resulting in a TI of 1.0 in this water, when they are absent, which occurs in most cases, or 0.0, when heavy metals are found in these waters
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17607
Appears in Collections:PPGQ - Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EmilyCTACpdf.pdf3.51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.