Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17625
Title: Determinação da composição química do molusco anadara notabilis encontrado em Galinhos no Rio Grande do Norte
Authors: Araújo, Antonio Marcos Urbano de
Keywords: Nutrientes;Proteínas;Moluscos;Anadara notabilis
Issue Date: 16-Mar-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Antonio Marcos Urbano de. Determinação da composição química do molusco anadara notabilis encontrado em Galinhos no Rio Grande do Norte. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Físico-Química; Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: Tendo em vista a grande biodiversidade existente no litoral brasileiro, onde muitas espécies ainda são pouco conhecidas, inclusive sob o aspecto nutricional, e considerando que os moluscos bivalves se constituem em um recurso natural de boa aceitação pela população mundial, escolheu-se o molusco bivalve Anadara notabilis, por não ter sido encontrado na literatura nenhuma informação nutricional ou toxicológica sobre ele e devido seu tamanho ser bem maior que outras espécies de moluscos mais popularmente encontrados nessa região. Foram determinados neste trabalho teores de umidade, cinzas, proteínas, macro e microminerais, além de íons metálicos de importância toxicológica. Todas as determinações seguiram as Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz. A determinação de proteína foi realizada pelo método de Kjeldahl. Todos os íons metálicos foram determinados por espectroscopia de emissão ótica com plasma indutivamente acoplado (ICP-OES) descrito pela metodologia USEPA 6010C. Os resultados mostraram que a Anadara notabilis pode ser introduzida na alimentação dos seres humanos, tendo em vista sua riqueza mineral. Merecem destaque entre os macronutrientes o magnésio e o fósforo que apresentaram os respectivos valores em mg/kg 918,7 e 586,7. Com relação aos micronutrientes destacam-se o ferro presente com 586,7 mg/kg e o Zinco com 12,31 mg/kg. Não foi encontrado índice elevado de metais contaminantes para este molusco, o que impediria seu consumo, apenas o cromo esta 0,7 mg/kg acima do valor estabelecido pela legislação brasileira. Os resultados obtidos certamente serão muito úteis em futuras pesquisas nutricionais e para construção de uma tabela brasileira de composição química de alimentos
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17625
Appears in Collections:PPGQ - Mestrado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AntonioMUA_DISSERT.pdf1,66 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.