Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17775
Title: Estudos das interações de quitosana/CTAB/C12E8
Authors: Santos, Zilvam Melo dos
Keywords: Quitosana. Ensaio de fluência. Tensoativo. Emulsão inversa. Reologia. Energia de ativação aparente. Micela wormlike. Espalhamento dinâmico de luz. Distribuição da taxa de relaxação;Chitosan. Fluency test. Surfactant. Inverse emulsions. Rheology. Apparent activation energy. Wormlike micelles. Dynamic light scattering. Relaxation rate distribution
Issue Date: 22-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS, Zilvam Melo dos. Estudos das interações de quitosana/CTAB/C12E8. 2013. 107 f. Tese (Doutorado em Físico-Química; Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: As interações tensoativo-polímero são amplamente usadas quando são necessárias propriedades reológicas para aplicações específicas, como a produção de fluidos para exploração do petróleo. Estudos das interações de quitosana com tensoativos catiônicos tem chamado atenção por serem capazes de causar mudanças nos parâmetros reológicos dos sistemas abrindo espaço para novas aplicações. A quitosana comercial representa uma alternativa interessante para estes sistemas, uma vez que ela é obtida a partir da desacetilação parcial da quitina: os sítos acetilados residuais podem, então, ser usados para as interações polímero-tensoativo. Tensoativos alquil etoxilados podem ser utilizados neste sistema, pois estes tensoativos não iônicos podem interagir com sítios hidrofóbicos da quitosana, modificando a reologia de soluções ou emulsões resultantes, os quais dependem do fenômeno de relaxação ocorrendo nestes sistemas. Neste trabalho, primeiramente, foram preparadas emulsões inversas de solução de quitosana como fase dispersa e cicloexano como fase contínua usando CTAB como tensoativo. A análise reológica destas emulsões mostrou pronunciado comportamento pseudoplástico. Esta pseudoplasticidade foi atribuída à interação por laços loops de cadeias de quitosana. Ensaios de fluência também foram executados e deram maior suporte a estas discussões. Em seguida, a fim de se obter maiores informações sobre as interações da quitosana com tensoativos não iônicos, soluções de quitosana foram misturadas com C12E8 e levadas às análises reológica e de espalhamento dinâmico de luz. Os sistemas tiveram elevado comportamento pseudoplástico, o qual se tornava menos evidente, quando o teor de tensoativo foi aumentado. Equações de Arrhenius e de KWW foram usadas para obter parâmetros de energia de ativação aparente e de distribuição da taxa de relaxação, respectivamente, aos quais foram relacionados em função do teor de tensoativo e da temperatura, usados neste trabalho
Abstract: Surfactant-polymer interactions are widely used when required rheological properties for specific applications, such as the production of fluids for oil exploration. Studies of the interactions of chitosan with cationic surfactants has attracted attention by being able to cause changes in rheological parameters of the systems making room for new applications. The commercial chitosan represents an interesting alternative to these systems, since it is obtained from partial deacetylation of chitin: the residues sites acetylated can then be used for the polymer-surfactant interactions. Alkyl ethoxylated surfactants can be used in this system, since these non-ionic surfactants can interact with hydrophobic sites of chitosan, modifying the rheology of solutions or emulsions resultants, which depends on the relaxation phenomenon occurring in these systems. In this work, first, inverse emulsions were prepared from chitosan solution as the dispersed phase and cyclohexane as the continuous phase were, using CTAB as a surfactant. The rheological analysis of these emulsions showed pronounced pseudoplastic behavior. This behavior was attributed to interaction of "loops" of chitosan chains. Creep tests were also performed and gave further support to these discussions. Subsequently, in order to obtain more information about the interaction of chitosan with non-ionic surfactants, solutions of chitosan were mixed with C12E8 and and carried out rheological analysis and dynamic light scattering. The systems showed marked pseudoplastic behavior, which became less evident when the concentration of surfactant was increased. Arrhenius and KWW equations were used to obtain parameters of the apparent activation energy and relaxation rate distribution, respectively, to which were connected to the content of surfactant and temperature used in this work
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17775
Appears in Collections:PPGQ - Doutorado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ZilvamMS_TESE_reduzido.pdf8.9 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.