Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17864
Título: O trabalho profissional dos(as) assistentes sociais no INSS pós as contra-reformas da Previdência Social
Autor(es): Barbosa, Thalyta Mabel Nobre
Palavras-chave: Trabalho do Assistente Social;Contra-Reformas da Previdência Social;Condições de Trabalho;Work of the Social worker;Counter-Reforms of the Social Security;Working terms
Data do documento: 23-Out-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BARBOSA, Thalyta Mabel Nobre. O trabalho profissional dos(as) assistentes sociais no INSS pós as contra-reformas da Previdência Social. 2007. 147 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The present research study the work professional of the Social worker in the National Institute of Social Security of Rio Grande do Norte s State, especially about the working terms, the demands and working process of Social worker in consequence of the limits established with disorganization of his institutional space derived of the Counter-Reforms of the State and of Social Security. In decade of 1990 there was in Brazil adhesion to the neoliberal politics what configured a new organization of work and a new performance of the State. Inside this context, it was accomplished the Counter-Reforms with emphasis in the privatizations, reform of the Social Security and of the device of the Brazilian State, among other actions. Particularly, in Social Service reforms brought profound consequences for the Social workers of INSS, among it: reduction of professionals and in his institutional space. This study situates the Social Worker of Social Security in front of the contemporary modifications in the world of work as well as in front of the consequences come upon of the Counter-Reforms implemented and executed by the neoliberal governments in the country of way the of frame and to enter to the globalized world and the new order of the capital. From the qualitative research based in the critical and dialectic theoreticianmethodological perspective that study the phenomena from your relations, mediations and contradictions, was possible unveil the limits and the possibilities of the professional work of the Social worker in INSS placed the Counter-Reforms of Social Security. Synthetically, the results of this investigation indicate that, there is an worsening in the inconsistency of the work with relation to social worker's functional situation and his working terms in the institution
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo trata do trabalho profissional do (a) Assistente Social no Instituto Nacional do Seguro Social no Estado do Rio Grande do Norte. Focalizaremos as condições de trabalho e suas as demandas em face dos limites estabelecidos com a desestruturação do seu espaço institucional oriundos das Contra-Reformas do Estado e da Previdência Social. Na década de 1990, houve a adesão do Brasil à política neoliberal, o que configurou uma nova organização do trabalho e uma nova atuação do Estado. Dentro desse contexto, foi realizada a Contra-Reforma com ênfase nas privatizações, Reforma da Previdência e do aparelho do Estado, dentre outras ações. Particularmente, na Previdência a reforma trouxe profundas conseqüências para os Assistentes Sociais do INSS, dentre elas: redução no quadro de profissionais e no espaço institucional. Assim, situamos o Assistente Social da Previdência diante das modificações contemporâneas no mundo do trabalho, como também diante das conseqüências advindas das Contra-Reformas implementadas e executadas pelos governos neoliberais no país como forma de se enquadrar e adentrar ao mundo globalizado e à nova ordem do capital. A partir da pesquisa qualitativa, fundamentada na perspectiva teórico-metodológica crítica e dialética que busca estudar os fenômenos a partir das suas relações, mediações e contradições, foi possível analisarmos os limites e as possibilidades do trabalho profissional do Assistente Social no INSS pós as Contra-Reformas da Previdência Social. Os resultados dessa investigação indicam que há uma maior precarização do trabalho, no que se refere a situação funcional do Assistente Social, e as suas condições de trabalho na instituição
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17864
Aparece nas coleções:PPGSS - Mestrado em Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ThalytaMNB.pdf401,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.