Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19870
Title: A poética do corpo não-verbal: um olhar para a comicidade em cena
Authors: Oliveira, Heráclito Cardoso de
Keywords: Linguagem não-verbal;Corpo;Poética teatral;Comicidade
Issue Date: 6-Mar-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Heráclito Cardoso de. A poética do corpo não-verbal: um olhar para a comicidade em cena. 2015. 159f. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Ao longo da minha trajetória como ator, encenador e docente, pude apreciar espetáculos cômicos que se propunham a um diálogo com o público por meio da linguagem corporal dos artistas, cujas encenações abdicavam do uso da fala dos atores. Esta forma de representar, no silêncio do palco, me chamou a atenção e provocou a minha curiosidade sobre o assunto, que está diretamente relacionado com as construções poéticas do corpo em cena. Diante de leituras iniciais sobre o assunto, comecei a compreender que durante muito tempo na história da humanidade, sobretudo no Ocidente, o entendimento de Corpo foi construído a partir de vários olhares epistemológicos que desconsideravam o corpo como uma unidade, uma encarnação do sujeito numa totalidade. Esse tipo de pensamento, reflexo da filosofia da modernidade, reverberou enfaticamente sobre as questões estéticas do fazer artístico, aqui, especificamente, no Teatro. Por vários séculos o fazer teatral se moldava a partir de vários elementos estéticos, mas desconsiderando os potenciais da corporeidade do artista, isto é, o texto teatral, por exemplo, foi considerado, por muito tempo, como o elemento principal da cena e se dava pouca ênfase para a dramaturgia do corpo. Com o surgimento das reflexões acerca do assunto, instauradas, sobretudo, a partir do início do século XX, a percepção do corpo como elemento criativo e criador, também passou a ganhar espaço. Ao longo do tempo as práticas artísticas começaram a vislumbrar as possibilidades criativas do corpo, repensando inclusive a sua relação com o texto escrito, com a palavra falada. E como parte dessas novas reflexões acerca do corpo em processo de criação, propus a presente pesquisa, que intitulamos de “A poética do corpo não-verbal: um olhar para a comicidade em cena”. Nessa investigação sobre este assunto, buscarei também compreender como a corporeidade do ator poderá nos dar pistas para percebermos/construirmos o corpo não-verbal e cômico em cena. Dentro desta perspectiva poderei analisar como se daria a construção de uma dramaturgia cômica e não-verbal a partir da fenomenologia do riso. E com esse olhar, pretendo apontar alguns aspectos e procedimentos, advindos das reflexões acerca da corporeidade e da comicidade, que configurem, entre outras possíveis, uma metodologia de construção cênica não-verbal.
Abstract: Throughout our history as an actor, director and teacher, we appreciate comedic performances they proposed a dialogue with the public through the body language of the performers whose performances abdicate the use of speech of the actors. This way of representing, in the silence of the stage, caught our attention and sparked our curiosity about the subject, which is directly related to the poetic constructions of the body on the scene. Before initial readings on the subject, we begin to understand that for a long time in human history, especially in the West, understanding body was constructed from various epistemological looks disregarded the body as a unit, an incarnation of the subject in all . This kind of thinking, reflecting the philosophy of modernity, reverberated strongly about the aesthetic issues of art making, here specifically in Theatre. For several centuries the theatrical make up molded from various aesthetic elements, but ignoring the potential of embodiment of the artist, ie the theatrical text, for example, was considered for a long time, as the main element of the scene and gave little emphasis on dramaturgy elaborate body. With the emergence of reflections on the subject, brought especially from the early twentieth century, the perception of the body as a creative element and creator, also began to gain ground. Over time artistic practices began to glimpse the creative possibilities of the body, including rethinking its relationship with the text written with the spoken word. And as part of these new reflections on the body in the creation process, we proposed this research, we have entitled "A poetics of non-verbal body: a look at the comic on the scene." In our research on this subject, also seek to understand how the corporeality of the actor may give us clues to realize / build nonverbal body and comical scene. From this perspective we can analyze how could the construction of a comical and non-verbal dramaturgy from the phenomenology of laughter. And with that look, we want to point out some aspects and procedures, arising from reflections on corporeality and comedy, that constitute, among other possible, non-verbal construction methodology scenic.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19870
Appears in Collections:PPGAC - Mestrado em Artes Cênicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PoéticaCorpoNao-verbal_Oliveira_2015.pdf2,77 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.