Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20308
Title: Influência dos odores de gato e de cobra no comportamento defensivo e expressão de fos do sistema hipotalâmico de defesa de camundongo
Authors: Oliveira, Karen Crisanto de
Keywords: Camundongo;Estímulos odoríferos;Sistema Hipotalâmico de Defesa;Fos;Comportamento defensivo
Issue Date: 8-May-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Karen Crisanto de. Influência dos odores de gato e de cobra no comportamento defensivo e expressão de fos do sistema hipotalâmico de defesa de camundongo. 2015. 57f. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Estudos com traçador neuronal em rato tem demonstrado que os núcleos anterior do hipotálamo, divisão dorsomedial do núcleo ventromedial do hipotálamo e pré-mamilar dorsal são altamente conectados. Quando o rato é exposto ao predador ou seu odor estes núcleos apresentam alta expressão de Fos e a lesão deles reduz o comportamento defensivo contra predador. A este conjunto de núcleos foi dado o nome de Sistema Hipotalâmico de Defesa. No entanto, pouco se sabe sobre a resposta deste sistema ao odor de diferentes predadores ou seu papel em camundongos. Neste trabalho, expusemos camundongos Swiss aos odores de dois predadores (gato e cobra) para verificar a expressão de Fos no Sistema Hipotalâmico de Defesa, assim como os comportamentos defensivos exibidos. A análise mostrou que a exposição do camundongo ao odor de gato provocou um aumento na expressão da proteína Fos comparado ao controle, enquanto que o odor de cobra não teve o mesmo efeito, o que foi corroborado pelos dados comportamentais. Nossos resultados indicam que esse distinto circuito em camundongo parece agir diferencialmente aos estímulos odoríferos de diferentes predadores, provocando reações comportamentais distintas, sendo que o odor de cobra parece não ser percebido como um estímulo ameaçador pelos camundongos Swiss.
Abstract: Studies using neuronal tract-tracer in rat have shown that the anterior hypothalamic nucleus, dorsomedial division of the ventromedial nucleus of the hypothalamus and dorsal premammillary nucleus are highly connected. When the rat is exposed to predator or its odor these nuclei have shown a expression of Fos and their lesion reduces defensive behavior against predator. This set of nuclei was named the Hypothalamic Defense System. However, little is known about the response of this system to the odor of different predators or its role in mice. In this work, we exposed Swiss mice to two different predators odor (cat and snake) to verify the Fos expression in the Hypothalamic Defense System, as well as the defensive behaviors displayed. The analysis showed that the mice exposure to cat odor had an increased expression of Fos protein compared to control, while those exposed to snake odor showed no rise in Fos expression, which was corroborated by the behavioral data. Our results indicate that this distinct circuit in mice seems to act differentially to odorous stimuli of different predators, causing distinct behavioral responses of mice and that the odor of snake seems not to be perceived by Swiss mice as a threatening stimulus.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20308
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KarenCrisantoDeOliveira_DISSERT.pdf1.33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.