Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/123456789/23043
Título: Prevalência de desordens orais potencialmente malignas e fatores associados em trabalhadores rurais da região do Seridó do Rio Grande do Norte
Autor(es): Ferreira, Almir Miranda
Palavras-chave: Prevalência;População rural;Medicina oral;Exposição ocupacional;Desordens orais pré-malignas
Data do documento: 11-Mar-2016
Citação: FERREIRA, Almir Miranda. Prevalência de desordens orais potencialmente malignas e fatores associados em trabalhadores rurais da região do Seridó do Rio Grande do Norte. 2016. 86f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Abstract: Oral Potentially Malignant Disorders (OPMD) are tissue alterations exhibiting more likely to develop into oral cancer (OC), the main ones being: leukoplakia, erythroplakia and actinic cheilitis. In this descriptive study, exploratory, quantitative type of sectional aimed to estimate the prevalence of OPMD and possible associations with sociodemographic factors, occupational and general health. A pilot study was conducted to estimate the prevalence of LOPM in the study area. With additional information from each union of rural workers, especially as the number of union members, we calculated the sample size for each union and a stratified random sampling was used. A previously validated questionnaire and an employee medical records in case history and clinical examination of the assisted workers was used. Oral and perioral clinical tests were performed to identify suspicious and malignant lesions in the target population. Of 1,385 workers surveyed, 53.2% were female and 48.8% male, mean age 53 years; 57% of them have not studied or attended to the primary; 73.2% had monthly family income of about $ 300. Most exhibited light skin (49.2%). The prevalence of OPMD was equal to 29.6% (27.2; 32.0). The results of the bivariate analysis indicated a significant association between the variable presence of lesions and the independent variables: gender, age, education, ethnicity, accumulated exposure to sunlight, protection of use, the condition of former smokers and consumers alcoholic beverages. All of these variables showed statistical significance entered the multiple logtistic model through backward-stepwise method revealed only three (3) variables that remained with significance, regardless of the other variables: gender, skin color and time of prolonged exposure to the rays solar. The results of this research reinforce the presence of these lesions are associated with certain factors such as occupational factors and socioeconomic factors.
Resumo: As desordens orais potencialmente malignas (DOPM) são alterações teciduais que exibem maior probabilidade de se transformarem em câncer oral (CO), sendo as principais: leucoplasia, eritroplasia e queilite actínica. Neste estudo descritivo, exploratório, quantitativo do tipo seccional, objetivou-se estimar a prevalência de DOPM e possíveis associações com fatores sociodemográficos, ocupacionais e de saúde geral. Foi utilizado um questionário previamente validado e uma ficha clínica empregada na anamnese e exame clínico dos trabalhadores atendidos. Foram realizados exames físicos bucais e periorais para identificação de lesões cancerizáveis e malignas na população alvo. De 1.385 trabalhadores pesquisados, 53,2% eram do sexo feminino e 48,8% do sexo masculino, com média de idade de 53 anos; 57% destes não estudaram ou cursaram até o primário; 73,2% tinha renda familiar mensal de aproximadamente 300 dólares, na sua maioria de pele clara (49,2%). A prevalência de LOPM foi 29,6% (IC, 95%, 27,2; 32,0), sendo a queilite actínica a mais prevalente com 28,4% (IC, 95%, 26,0; 30,8), seguida da leucoplasia com 2,3% (IC, 2,3%, 1,5; 3,1) e da eritroplaisa com 0,3% (IC, 95%, 0,01; 0,59). A análise bivariada evidenciou associação estatisticamente significativa entre a variável presença de lesão e as variáveis independentes: sexo, idade, escolaridade, cor da pele, exposição acumulada aos raios solares, uso de proteção, a condição de ex-fumantes e consumidores de bebidas alcoólicas. Todas essas variáveis que apresentaram significância estatística ingressaram no modelo logístico múltiplo que, através do método Backward-Stepwise, revelou apenas 3 (três) variáveis que permaneceram com significância, independentemente das outras variáveis: sexo, cor da pele e tempo de exposição prolongada aos raios solares. Os resultados desta pesquisa reforçam que a presença destas desordens são associadas a determinados fatores tais como fatores ocupacionais e fatores socioeconômicos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/23043
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
AlmirMirandaFerreira_TESE..pdf2,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.