Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23081
Title: Posposição do sujeito na escrita jornalística norte-riograndense em uma abordagem funcionalista
Authors: Albano, Gabriela Fernandes
Keywords: Sujeito posposto;Funcionalismo;Escrita jornalística
Issue Date: 7-Feb-2017
Citation: ALBANO, Gabriela Fernandes. Posposição do sujeito na escrita jornalística norte-riograndense em uma abordagem funcionalista. 2017. 112f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O português brasileiro é classificado como uma língua SVO (sujeito-verbo-objeto), também conhecida como ordem direta (cf. PÁDUA, 1960; MATTOS E SILVA, 1988). Porém, não são raros os casos em que encontramos o sujeito em uma posição pós-verbal. O sujeito posposto tem sido alvo de várias pesquisas (cf. VOTRE; NARO, 1986; BERLINCK, 1988; SPANO, 2002, 2008; GOMES, 2006; MARQUES, 2012; LAMIM, 2013). Nesta dissertação, temos como objeto de estudo a posposição do sujeito na escrita jornalística. Nosso corpus é composto por textos de diversos gêneros extraídos do jornal Tribuna do Norte, produzido no Rio Grande do Norte. O principal objetivo é circunscrever os contextos de ocorrência do sujeito pós-verbal na escrita jornalística e descrever e analisar os fatores envolvidos nesse fenômeno. Quanto à fundamentação teórica, trata-se de uma pesquisa de cunho funcionalista. Considerando que a organização do nosso discurso não se dá de forma aleatória, sendo as possibilidades de ordenação dos constituintes motivadas pelos diversos contextos de uso, temos nas bases da pesquisa a concepção simbiótica entre discurso e gramática (GIVÓN, 1995; HOPPER, 1998; BYBEE, 2006). Adotando essa perspectiva, desenvolvemos uma pesquisa com abordagem quali-quantitativa. A quantificação dos dados é feita não apenas para a testagem das hipóteses, mas também para permitir generalizações acerca do fenômeno estudado e a comparação dos resultados desta pesquisa com os de estudos anteriores sobre o sujeito posposto. Por sua vez, a análise qualitativa dos dados permite a exploração de características específicas a certas ocorrências do sujeito posposto em nosso corpus. Quanto à análise, levamos em consideração os seguintes fatores: status informacional, extensão do SN sujeito, tipo de construção verbal, animacidade do SN sujeito, definitude do SN sujeito e gênero textual. Os resultados obtidos para a maioria dos fatores ratificam características apontadas por pesquisas anteriores para o sujeito posposto. Contudo, um dos grupos de fatores, definitude do SN sujeito, mostrou um comportamento inesperado. Diferente do que postulam os estudos precedentes, em nosso corpus os sujeitos são predominantemente [+ definidos]. Associamos a predominância de sujeitos pospostos [+ definidos] ao caráter apresentativo (de informações, argumentos e/ou acontecimentos) dos gêneros jornalísticos que favorece referentes bem delimitados e definidos. Em suma, nossa pesquisa comprova a relevância de fatores morfossintáticos e semântico-discursivos na colocação do sujeito após o verbo.
Abstract: Brazilian Portuguese is classified as an SVO language (subject-verb-object), also known as direct order (cf. PADUA, 1960; MATTOS E SILVA, 1988). However, there are rare cases in which we find the subject in a post-verbal position. The post-verbal subject has been the topic of several researches (cf. VOTRE; NARO, 1986; BERLINCK, 1988; SPANO, 2002, 2008; GOMES, 2006; MARQUES, 2012; LAMIM, 2013) and the generative grammar. In this dissertation, we have as object of study the postposition of the subject in journalistic writing. Our corpus consists of texts from various genres taken from the Tribuna do Norte newspaper, produced in Rio Grande do Norte. The main objective is to circumscribe the occurrence contexts of post-verbal subject in journalistic writing and describe and analyze the factors involved in this phenomenon. As for the theoretical foundation, it is a research based on the functionalist linguistic. Whereas the organization of our speech does not occur randomly, and the ordering possibilities of constituents are motivated by various contexts of use, we have on the basis of research the symbiotic conception of speech and grammar (GIVÓN, 1995; HOPPER, 1998; BYBEE, 2006). Adopting this perspective, we developed a research with qualitative and quantitative approach. The quantification of the data is done not only for the testing of the hypotheses, but also to allow generalizations about the phenomenon studied and the comparison of the results of this research with previous studies about the subject postponed. On the other hand, the qualitative analysis allows the exploration of specific characteristics to certain occurrences of the postponed subject in our corpus. Regarding the analysis, we considered the following factors: informational status, extension of the subject NS, type of verbal construction, animation of the subject NS, definity of the subject NS and textual genre. The results obtained for most of the factors confirm the characteristics presented by the previous researches for the postponed subject. However, one of the groups of factors, definity of the subject NS, showed an unexpected behavior. Different from what previous studies postulate, in our corpus the subjects are predominantly [+ defined]. We associate the predominance of [+ defined] postponed subjects to the presentational character (of information, arguments and/or events) of the journalistic genres which favors well defined and definite referents. Generally, our research confirms the relevance of morphosyntactic and semantic-discourse factors in placing the subject after the verb.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23081
Appears in Collections:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GabrielaFernandesAlbano_DISSERT.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.