Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24117
Title: Caminhos a trilhar: um estudo sobre os verbos de movimento no português brasileiro
Authors: Araújo, Fabiano de Carvalho
Keywords: Verbos de movimento;Linguística cognitivo-funcional;Estrutura argumental
Issue Date: 20-Feb-2017
Citation: ARAÚJO, Fabiano de Carvalho. Caminhos a trilhar: um estudo sobre os verbos de movimento no português brasileiro. 2017. 205f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Este trabalho tem como objeto de estudo os verbos de movimento e seu objetivo é analisar o estatuto sintático-semântico e discursivo-pragmático das orações com verbos de movimento. A hipótese adotada é que os verbos de movimento constituem uma classe de verbos heterogênea, cujas subclasses apresentam características próprias. A pesquisa segue uma abordagem cognitivo-funcional da linguagem, por reconhecer as contribuições dadas tanto por linguistas funcionais como Talmy Givón, Paul Hopper, Sandra Thompson, quanto por linguistas cognitivos como Michael Tomasello, George Lakoff, entre outros. Os dados foram retirados de duas fontes: (i) Corpus Discurso & Gramática: a língua falada e escrita na cidade do Natal (FURTADO DA CUNHA, 1998); (ii) notícias publicadas em sítios eletrônicos. As orações com verbos de movimento encontradas nesses textos foram submetidos às seguintes análises: (i) classificação desses verbos, de acordo com a visão tradicional de transitividade; (ii) distinção dos tipos semânticos dos verbos de acordo com a proposta de Borba (1996); (iii) identificação dos papéis semânticos dos argumentos dos verbos de acordo Givón (2001), Andrews (1985) e Cançado (2005); (iv) análise dos traços semânticos presentes no significado do verbo em conformidade com Talmy (1985); (v) análise do status informacional dos argumentos nominais dos verbos de movimento pela proposta de Prince (1981); (vi) aferição do grau de transitividade das orações segundo a proposta de Hopper e Thompson (1980); (vii) averiguação da adequação das orações às restrições da estrutura argumental preferida; e (viii) retomada dos parâmetros estudados que favorecem uma categorização dos verbos de movimento. Esta pesquisa revelou que os verbos estudados não constituem uma categoria uniforme, sendo possível definir subclasses com características semelhantes entre si. As diferenças entre os verbos de diferentes subclasses se deram de duas formas: (i) uma classe apresenta um parâmetro e as outras não; (ii) todas as subclasses apresentam o mesmo parâmetro com intensidade diferente.
Abstract: This work aims to study motion verbs and its purpose is to analyze the syntacticsemantic and discursive-pragmatic status of the clauses in which they occur. The hypothesis adopted is that the motion verbs constitute a class of heterogeneous verbs, whose subgroups have their own characteristics. The research follows a cognitive-functional approach to language by recognizing the contributions of both functional linguists such as Talmy Givón, Paul Hopper, Sandra Thompson, and cognitive linguists such as Michael Tomasello, George Lakoff, and others. Data were taken from two sources: (i) Corpus Discurso & Gramática: a língua falada e escrita na cidade do Natal (FURTADO DA CUNHA, 1998); (ii) News published in websites. The sentences with motion verbs found in these texts were submitted to the following analyzes: (i) Classification of these verbs, according to the traditional view of transitivity; (ii) Distinction of the semantic types of the verbs according to the Borba’s (1996) proposal; (iii) Identification of the semantic roles of the verbal arguments according to Givón (2001), Andrews (1985) and Cançado (2005); (iv) Analysis of the semantic features present in the verb's meaning according to Talmy (1985); (v) Analysis of the informational status of the nominal arguments of motion verbs by Prince's proposal (1981); (vi) Measurement of the transitivity degree of the clauses according to the proposal of Hopper and Thompson (1980); (vii) Ascertaining the adequacy of the sentences to the constraints of the preferred argument structure; and (viii) Review of the studied parameters favoring a categorization of movement verbs. This research revealed that the verbs studied do not constitute a uniform category, being possible to define subclasses with characteristics similar to each other. The differences between motion verbs occurred in two ways: (i) One group has one parameter and the other does not; (ii) All subclasses have the same parameter with different intensity.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24117
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FabianoDeCarvalhoAraujo_TESE.pdf2,37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.