Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24543
Title: O leitor de comunidades de literatura seriada: uma construção identitária sem fronteiras
Authors: Melo, Rosângela França de
Keywords: Comunidade de leitores;Identidade;Linguagem;Literatura;Sagas;Coleções
Issue Date: 31-Jul-2017
Citation: MELO, Rosângela França de. O leitor de comunidades de literatura seriada: uma construção identitária sem fronteiras. 2017. 182f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O ato de ler mobiliza, para os tons diversos da escrita, o olhar de quem o faz e lhe permite apropriar-se da ideia alheia, do universo criado, da visão comum, da beleza, ou mesmo da deformação estética, entre tantas outras disposições existentes na relação leitor/objeto. Esse, é ressignificado; aquele, reinventa-se, a partir do “toque” estabelecido. Quem, ou o quê teria incentivado, nutrido essa relação; em quais condições essa se desenvolve; ainda, se o conjunto de características de uma geração foi fator determinante para estreitar laços com a criatura literária também permeiam o construto deste fazer pesquisador. O presente trabalho trata, mais especificamente, da tentativa de mapear traços identitários comuns entre os sujeitos pesquisados: leitores de literatura seriada, membros de comunidades criadas em torno desses volumes literários. A proposta é problematizar a identidade desses leitores e analisar o construto dessa, a partir dos elementos sociais que os cercam e que eles apontam como determinantes para uma redefinição de fronteira, entre o que lhes é apresentado como literatura boa e oficial e o que elegeu como a que responde às suas perspectivas. O estudo dessa identidade é individual, embora não se afaste da consciência de grupo que existe e é um dos fatores de coesão nas comunidades de leitores. O corpus da pesquisa é um conjunto de questionários, totalizando vinte e sete questionários selecionados para este trabalho, dos quais, dezesseis receberam a colaboração dos membros da comunidade Camp Half Blood (CHB), dos fãs da saga Percy Jackson, uma das coleções de Rick Riordan. Outros dois conjuntos, Comunidade de Leitores da Escola Estadual Professor Francisco Ivo Cavalcanti (CLFIC) e Tributos e Divergentes (T&D), contribuíram para este fazer científico, respectivamente, quatro questionários da CLFIC e cinco do T&D. Como base teórica, por se tratar de uma pesquisa de mestrado em estudos da linguagem, na área de estudos em Linguística Aplicada, na linha dos estudos de práticas discursivas, busca expor esse mapeamento à luz das teorias de Bakhtin (2011, 2015) que considera a linguagem como um constante processo de interação mediado pelo diálogo. À percepção do enunciado bakhtiniano, concreto, marcado por vozes, reúne o conceito de forças centrípetas e centrífugas. Apresenta, ainda, do campo da Linguística Aplicada, o estudo das identidades modernas descentradas, ou fragmentadas, de Hall (2006) e a visão de Canclini (2006) sobre o ato de “descolecionar” e da contemporaneidade como construção histórica marcada pelos processos de hibridização. Tais orientações teórico-metodológicas possibilitam entender as comunidades de leitores como espaços construídos, conforme desejos/saberes/experiências de seus participantes, que lhes asseguram uma trajetória de leitura à revelia do que é socialmente valorizado como a “boa literatura”.
Abstract: The act of reading mobilizes, for the different tones of writing, the gaze of the one who does it and allows it to appropriate the idea of others, of the created universe, of the common vision, of beauty, or even of aesthetic deformation, among many other dispositions existing in the relation reader / object. This, it is resignified; that, reinvents itself, from the established "touch". Who, or what would have encouraged, nourished this relationship; under what conditions it develops; still, if the set of characteristics of a generation was a determining factor for closer ties with the literary creature also permeate the construct of this researcher doing. However, the present work focused more on the attempt to map common identity traits among the subjects studied: readers of serial literature, members of communities created around these literary volumes. The proposal is to describe and analyze the construct of the identity of this new reader from the social apparatus that surrounds him and which he points out as a determinant for his redefinition of the frontier, between what is presented to him as good and official literature and what he named as the which now responds to their perspectives. The study of this identity is individual, although we can not move away from the group consciousness that exists and is one of the factors of cohesion in the communities of readers. For that, a group was invited to participate in the research: Camp Half Blood (CHB), of fans of the saga Percy Jackson, one of the collections of Rick Riordan. Of the twenty-seven questionnaires selected for this study, sixteen were filled out by members of this community. Two other groups, the Community of Readers of the State School Professor Francisco Ivo Cavalcanti (CLFIC) and Tributes and Divergent (T & D), contributed to this scientific work, respectively, of CLFIC, four questionnaires answered and T & D, five questionnaires. It is intended to expose this mapping, in the light of Bakhtin's (2011, 2015) theories that considered language as a constant process of interaction mediated by dialogue. The concept of centripetal and centrifugal forces, also of the author, came together with the perception of the Bakhtinian, concrete, voiced statement. Are still in the field of applied linguistics, in this research, the study of modern "decentered or fragmented" identities of Hall (2005), "historically constituted, not biologically" and Canclini's (2006) vision of the The act of "taking off" and contemporaneity as a historical construction marked by the processes of hybridization. Such theoretical-methodological orientations allow the reader communities to be understood as constructed spaces, according to the desires / knowledge / experiences of their participants, which assure them a reading path in the absence of what is socially valued as "good literature".
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24543
Appears in Collections:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RosangelaFrancaDeMelo_DISSERT.pdf11,09 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.