Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25385
Título: Produção, alocação de biomassa e aspectos nutricionais de um clone de eucalipto em função da densidade de plantio, na região litorânea do RN
Título(s) alternativo(s): Production and allocation of biomass and nutritional aspects of a eucalyptus clone as a function of planting density, in the coastal region of the RN
Autor(es): Medeiros, Priscila Lira de
Palavras-chave: Eucalyptus urograndis;Espaçamento;Nordeste;Delineamento sistemático
Data do documento: 26-Fev-2018
Citação: MEDEIROS, Priscila Lira de. Produção, alocação de biomassa e aspectos nutricionais de um clone de eucalipto em função da densidade de plantio, na região litorânea do RN. 2018. 46f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Resumo: In this experiment the effect of different population densities on the production and allocation of biomass and nutritional efficiency of a eucalyptus clone was evaluated. Twelve population densities were tested, varying from 498 to 13,333 plants per hectare. The evaluations were performed when the trees were 36 months old, determining the total biomass production and the biomass allocation per plant (kg plant-1 ) and area (t ha-1 ) and content, nutritional efficiency of N, P, K, Ca, Mg and S for the components leaves, branches, bark and wood. Data were submitted to analysis of variance and F test, and regression equations were adjusted with the respective trend lines. The values of total biomass and biomass of the wood per hectare decreased with the reduction of the density of plants, and the values of total biomass and biomass of the wood per plant increased with the reduction in the population density. Proportional allocation of biomass to leaves and branches increased with decreasing plant density, while the biomass proportional allocation to wood reduced, and the bark was not affected. The highest aerial biomass production per plant (118.48 kg plant-1 ) was obtained at the density of 588 ha-1 trees (17 m² plant-1 ). The highest density of plants, 13,333 ha-1 trees, provided the highest yield of total biomass (205.5 t ha-1 ) and wood (159.64 t ha-1 ) per unit area. With the reduction of the population density, it was observed an increase in the N and S content in the branches and wood and in the Ca content in the branches; increase in N content in leaves and N, Ca, Mg and S in the bark. The levels of P and K presented quadratic behavior as a function of population density. The content of macronutrients tended to decrease as the population density decreased. The wood was the component that presented the highest values of nutritional efficiency, which, in general, tended to decrease with reduction in plant density, with Ca being the only macronutrient that did not show effect in this last parameter.
metadata.dc.description.resumo: Neste experimento avaliou-se o efeito de diferentes densidades populacionais sobre a produção e alocação de biomassa e eficiência nutricional de um clone de eucalipto. Foram testadas doze densidades populacionais, variando de 498 a 13.333 plantas por hectare. As avaliações foram realizadas quando as árvores tinham 36 meses de idade, determinando-se a produção total de biomassa e a alocação de biomassa por planta (kg planta-1 ) e por área (t ha-1 ) e teor, conteúdo e eficiência nutricional de N, P, K, Ca, Mg e S para os componentes folhas, galhos, casca e lenho. Os dados foram submetidos a análise de variância e teste F, sendo ajustadas equações de regressão, com as respectivas linhas de tendência. Os valores de biomassa total e biomassa do lenho por hectare decresceram com a redução da densidade de plantas, e os valores de biomassa total e biomassa do lenho por planta aumentaram com a redução na densidade populacional. A alocação proporcional de biomassa para folhas e galhos aumentou com a diminuição da densidade de plantas, enquanto a alocação proporcional de biomassa para madeira reduziu, e a casca não foi afetada. A maior produção de biomassa aérea por planta (118,48 kg planta-1 ) foi obtida na densidade de 588 árvores ha-1 (17 m² planta-1 ). A maior densidade de plantas, 13.333 árvores ha-1 , proporcionou a maior produção de biomassa total (205,5 t ha-1 ) e de madeira (159,64 t ha-1 ) por unidade de área. Com a redução da densidade populacional observou-se aumento no teor de N e S nos galhos e lenho e no teor de Ca nos galhos; aumento no teor de N nas folhas e de N, Ca, Mg e S na casca. Os teores de P e K apresentaram comportamento quadrático em função da densidade populacional. O conteúdo dos macronutrientes tendeu a decrescer conforme diminuiu-se a densidade populacional. O lenho foi o componente que apresentou os maiores valores de eficiência nutricional, que, em geral, tendeu a decrescer com redução na densidade de plantas, sendo o Ca o único macronutriente que não apresentou efeito neste último parâmetro.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25385
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PriscilaLiraDeMedeiros_DISSERT.pdf1,62 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.