Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26484
Title: Métodos seguros para prescrição, dispensação e administração de medicamentos potencialmente perigosos
Authors: Machado, Marcelo Muniz
Keywords: Potencialmente perigosos;Erros de medicação;Segurança do paciente
Issue Date: 19-Jul-2018
Citation: MACHADO, Marcelo Muniz. Métodos seguros para prescrição, dispensação e administração de medicamentos potencialmente perigosos. 2018. 77f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Introdução: Os Problemas Relacionados a Medicamentos (PRM) estão entre as principais causas de eventos adversos no mundo. Procedimentos de uso de medicamentos pouco seguros e erros de medicação são algumas das principais causas de danos associadas aos cuidados da saúde, que podem ocorrer em diferentes fases do uso de medicamentos. O desenvolvimento de métodos precisos que visam mitigar erros de medicação são aspectos indissociáveis de um cuidado seguro. Visando a melhoria dos processos nos serviços de saúde, a elaboração de um ciclo de melhoria nos processos de uso de Medicamentos Potencialmente Perigosos (MPP) é amplamente justificado. Objetivo: Avaliar os resultados de um ciclo de melhoria na qualidade dos processos de prescrição, dispensação e administração de MPP em um hospital público. Metodologia: Consiste em um ciclo de melhoria interna, baseado em um estudo de intervenção utilizando um desenho quase-experimental, tipo série temporal, não controlado. Foram estabelecidos quatorze critérios de qualidade com base nas referências selecionadas. Preliminarmente, todos os critérios foram avaliados para obtenção de um diagnóstico situacional. Do ponto de vista quantitativo, foram avaliados os erros nos processos de prescrição, dispensação e administração de MPP, praticados na instituição hospitalar participante. Mediante colegiado multiprofissional, utilizando-se a técnica de grupo nominal, foram atribuídas as causas para os problemas encontrados e estabelecido o plano de ação necessário para a melhoria da qualidade dos processos alvo do estudo. Resultados: Na primeira avaliação, verificou-se baixo cumprimento nos critérios de segurança, na prescrição e na administração dos MPP. Em contrapartida, os processos de dispensação de MPP avaliados obtiveram 100% do cumprimento. Após a implementação das ações propostas, duas novas avaliações foram realizadas para mensuração da melhoria alcançada. Já na segunda avaliação, averiguou-se que as ações de melhoria foram efetivas com melhoria relativa de 72,8% (p < 0,001) no critério de segurança na prescrição de MPP e melhoria relativa de 66,78% (p < 0,001) no critério de segurança da administração de MPP. Na terceira avaliação não foram encontrados erros de prescrição, o que resultou em um nível pontual de cumprimento de 100%. Adicionalmente, o nível de cumprimento do critério relativo a segurança de dispensação dos MPP continuou próximo a 100%, cerca de 97%. Em contrapartida, observou-se que a melhoria alcançada no critério de segurança na administração de MPP, logo após as intervenções, não foram sustentáveis, apresentando resultado próximo ao da primeira avaliação. Conclusão: Mediante análise dos resultados, concluiu-se que o ciclo de melhoria foi efetivo nos objetivos propostos, pois o impacto positivo das intervenções foi evidente. Porém, no critério de segurança na administração de medicamentos, é necessária melhor reflexão sobre o processo de dupla checagem adotado na instituição, tendo em vista a falta de sustentabilidade das melhorias conseguidas após as intervenções.
Abstract: Introduction: Drug-related problems (DRP) are among the leading causes of adverse events in the world. Unsafe drug use processes and medication errors are some of the leading causes of health care damage. Damage can occur at different stages of the drug use process. The development of precise processes that aim to mitigate medication errors are indissociable aspects of safe care. In order to improve the processes in health services, the elaboration of a cycle of improvement in the processes of use of potentially hazardous drugs (PHD) is amply justified. Objective: To evaluate the results of a cycle of improvement in the quality of PHD prescribing, dispensing and administration processes in a public hospital. Methodology: The present study consisted of a cycle of internal improvement, based on an intervention study using a quasi-experimental, time series, uncontrolled design. 14 quality criteria were established based on the selected references. Preliminarily, all the criteria were evaluated with the objective of establishing a situational diagnosis. The errors in PHD prescription, dispensation and administration processes practiced in the participating hospital were evaluated from a quantitative point of view. From multiprofessional collegiate using the nominal group technique, the causes were assigned to the problems encountered and the necessary action plans were established to improve the quality of the target processes of the study. Results: In the first evaluation it was verified that there was a low compliance in the criteria of safety in the prescription and the administration of PHD; in contrast, the PHD dispensing processes evaluated obtained 100% compliance. After the implementation of the proposed actions, new evaluations were carried out to measure the improvement achieved. In the second evaluation it was verified that the improvement actions were effective in a relative improvement of 72.8% (p <0.001) in the safety criterion in PHD prescription and a relative improvement of 66.78% (p <0.001) in the safety criterion of PHD administration. In the third evaluation no prescription errors were found, resulting in a one-time compliance level of 100%. Additionally, the level of compliance with the PHD dispensing safety criterion remained close to 100%, around 97%. On the other hand, it was observed that the improvement obtained in the safety criterion in the PHD administration soon after the intervention was not sustainable, presenting results close to the first evaluation. Conclusion: By analyzing the results, it was concluded that the improvement cycle was effective in the proposed objectives since the positive impact of the interventions was evident. However, in the safety criterion in drug administration, a better reflection is needed on the double-checking process adopted by the institution, in view of the lack of sustainability of the improvements achieved after the intervention.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26484
Appears in Collections:QUALISAÚDE - Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Métodossegurosprescrição_Machado_2018.pdf7.41 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.