Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26587
Title: Avaliação e melhoria da qualidade da assistência à sífilis gestacional da atenção primária à saúde
Authors: Cerqueira, Brena Gabriella Tostes de
Keywords: Sífilis na gestação;Melhoria da qualidade;Qualidade da assistência à saúde;Atenção primária à saúde
Issue Date: 26-Sep-2018
Citation: CERQUEIRA, Brena Gabriella Tostes de. Avaliação e melhoria da qualidade da assistência à sífilis gestacional da atenção primária à saúde. 2018. 58f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Introdução: Melhorar a qualidade da assistência à sífilis, especialmente à sífilis na gestação, é uma necessidade urgente em países como o Brasil, onde se observa aumento da detecção de sífilis em gestantes e da incidência de sífilis congênita. Objetivos: Avaliar a qualidade da assistência prestada às gestantes com sífilis e testar o efeito de uma estratégia de melhoria. Método: O projeto foi realizado em 26 Unidades Básicas de Saúde do município do Rio de Janeiro, entre janeiro e dezembro de 2017. O desenho foi quase- experimental misto com análises antes e depois e de série temporal. A assistência foi avaliada em todas as gestantes notificadas com sífilis e pré-natal já encerrado (n=178) mediante 10 critérios de qualidade e um indicador contratualizado. A intervenção foi planejada com base em dados, de forma participativa e foi multifacetada, abrangendo educação permanente, melhoria do registro e dos sistemas de informação, auditoria e feedback, educação ao paciente e mudanças organizacionais e nos processos de trabalho. Foram calculadas as estimativas de conformidade dos critérios, melhorias absoluta e relativa e significância estatística mediante teste do valor z unilateral e regras de controle estatístico (α=5%). O contexto foi analisado segundo as categorias do modelo MUSIQ. Resultados: A qualidade da assistência na primeira avaliação variou de 42,8% a 91,4%. De forma positiva, as gestantes estavam recebendo o esquema adequado de tratamento conforme preconizado (critério 5 = 91,4%). Em contrapartida, as principais oportunidades de melhoria foram relacionados à testagem e tratamento das parcerias sexuais e ao registro adequado do tratamento no prontuário (critérios 6, 7 e 10 = 42,8%). A intervenção se mostrou efetiva, pois oito dos 10 critérios tiveram melhoria absoluta, sendo significativa (p<0,05) em quatro deles. O indicador mensal também melhorou de forma significativa e sustentável, embora ainda exista ampla margem para avanços. Fatores contextuais como a pressão para melhorar os resultados do indicador, uma vez ele compõe a matriz da avaliação de desempenho da Organização, e a crise político-econômica vivenciada pelo município em 2017, interagiram com a intervenção tanto como facilitadores quanto como dificultadores do processo de melhoria. Conclusões: O projeto foi útil para identificar prioridades e orientar intervenções para a melhoria da qualidade da assistência à sífilis. O ciclo de melhoria deve ser continuado para incrementar seus resultados e novas estratégias de mudança devem considerar os fatores contextuais deste estudo.
Abstract: Introduction: Improving the quality of care for syphilis, especially syphilis during pregnancy, is an urgent need in countries such as Brazil, where there is an increase in the detection of syphilis in pregnant women and in the incidence of congenital syphilis. Objectives: To evaluate the quality of care provided to pregnant women with syphilis and to test the effect of an improvement strategy. Methodology: The project was carried out in 26 Basic Health Units of the city of Rio de Janeiro between January and December 2017. The design was quasiexperimental mixed with before and after analyzes and time series. The care was evaluated in all pregnant women with syphilis and prenatal care already completed (n = 178) using 10 quality criteria and a contractual indicator. The intervention was planned based on data, in a participatory and multifaceted way, covering permanent education, improvement of registration and information systems, auditing and feedback, patient education and organizational changes and work processes. Estimates of conformity of the criteria, absolute and relative improvements and statistical significance were calculated using unilateral z-test and statistical control rules (α = 5%). The context was analyzed according to the categories of the MUSIQ model. Results: The quality of care in the first evaluation ranged from 42.8% to 91.4%. In a positive way, the pregnant women were receiving the appropriate treatment regimen as recommended (criterion 5 = 91.4%). On the other hand, the main opportunities for improvement were related to the testing and treatment of sexual partnerships and to adequate recording of treatment in the medical record (criteria 6, 7 and 10 = 42.8%). The intervention was effective, since eight of the 10 criteria had absolute improvement, being significant (p <0.05) in four of them. The monthly indicator has also improved significantly and sustainably, although there is still ample room for progress. Contextual factors such as the pressure to improve the results of the indicator, once it composes the matrix of the Organization's performance evaluation, and the political-economic crisis experienced by the municipality in 2017, interacted with the intervention both as facilitators and as obstacles to the process of improvement. Conclusions: The project was instrumental in identifying priorities and guiding interventions to improve the quality of syphilis care. The improvement cycle must be continued to increase its results and new strategies for change must consider the contextual factors of this study.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26587
Appears in Collections:QUALISAÚDE - Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãomelhoriaqualidade_Cerqueira_2018.pdf1,93 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.