Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26943
Title: Aspectos neuroquímicos do estriado e arquitetura axonal das conexões tálamo estriatais do Sagui (Callithrix jacchus)
Authors: Morais, Paulo Leonardo Araújo de Góis
Keywords: Estriado;Neuroquímica;Tálamo;Projeções tálamo estriatais;Sagui
Issue Date: 11-Mar-2019
Citation: MORAIS, Paulo Leonardo Araújo de Góis. Aspectos neuroquímicos do estriado e arquitetura axonal das conexões tálamo estriatais do Sagui (Callithrix jacchus). 2019. 103f. Tese (Doutorado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Os núcleos da base estão envolvidos no controle e aprendizagem motora e em funções executivas, integrando informações corticais, talâmicas e do tronco encefálico. O estriado é a principal porta de entrada dessas informações, sendo organizado em 2 compartimentos: matriz e estriossoma, estruturas com diferentes padrões neuroquímicos e projeções de entrada e saída. Sabe-se que os núcleos intralaminares caudais (centromediano e parafascicular) projetam-se fortemente para o estriado em primatas. Porém, estudo sobre as projeções provenientes de outros núcleos são pouco documentadas. Por isso temos como objetivo descrever e caracterizar quanti e qualitativamente as projeções tálamo-estriatais no sagui (Callithrix jacchus). Usamos microinjeções iontoforéticas de BDA nos núcleos mediodorsal (MD), intralaminares rostrais (IL) e pulvinar medial (PM) para marcar anterogradamente as arborizações axônicas dos neurônios tálamo-estriatais. Realizamos diferentes procedimentos de coloração histológica para delimitar e identificar componentes importantes do estudo (delimitar os núcleos, identificar compartimentos estriatais, localizar os depósitos e arborizações). Os compartimentos estriatais foram claramente distinguidos, exibindo um aspecto de mosaico. A matriz é fortemente reativa calbindina, parvalbumina e a acetilcolinesterase, enquanto o estriossoma tem baixa reatividade dos três marcadores. Encontramos dois tipos de arborização tálamo estriatal: o tipo 1 contém axônios com comprimento e espessura variáveis e varicosidades de diferentes tamanhos em passant, enquanto o tipo 2 possui espessura variável, com muitas ramificações e acúmulo de varicosidades, com aspecto de cachos de uvas. O PM apresentou projeções escassas e esparsas em uma grande extensão rostrocaudal do estriado, com destaque para a marcação na cauda do caudado, com arborização do tipo 1. O MD projeta-se de forma mais focal e mais densa que o PM, exibindo ambos os tipos de arborização. A projeção vinda dos IL foi densa, com ambos os tipos de arborização, focalizada no putâmen, em uma extensão rostrocaudal mais restrita. Os 3 núcleos exibiram projeções que preferencialmente atingem a matriz. As varicosidades dos IL são significativamente maiores que as do MD e PM, e não há diferenças nos tamanhos das varicosidades presentes na matriz e no estriossoma.
Abstract: The basal ganglia are subcortical structures involved in motor control and learning and in executive functions, integrating cortical, thalamic and brainstem information. The striatum is the main gateway to this information, being organized into 2 compartments: matrix and striosome, structures with different neurochemical patterns and input-output projections. It is known that the caudal intralaminar nuclei (centromedian and parafascicular) promoves strong input to the striatum in primates. However, studies of projections from other nuclei are poorly documented. Therefore, we aim to describe and characterize quantitatively and qualitatively the thalamus-striatal projections in the commom marmoset (Callithrix jacchus). We used iontophoretic microinjections of BDA, an anterograde tracer, in the mediodorsal (MD), rostral intralaminar (IL) and medial pulvinar (MP) nuclei to study the axonal arborizations types of the thalamo-striatal neurons. We performed different histological staining procedures to delineate and identify structures (to delineate the nuclei, to identify the striatal compartments and to localize the deposits and the axons/varicosities). The two striatal compartments were clearly distinguished, exhibiting a mosaic appearance. The matrix is strongly reactive for calbindin, parvalbumin and acetylcholinesterase histochemistry, while the striosome has low reactivity for all three markers. Type 1 arborization contains axons with varying length and thickness and varicosities of different sizes in passant, while type 2 has variable thickness, with many ramifications and display many short radiating dendrites studded with protrusions and grapelike appendages. The MP presented scarce and sparse projections in a large rostrocauldal extension of the striatum, with an important input to the tail of the caudate nucleus and type 1 arborization. The MD projects more focally and denser than the MP, and shows both types of afforestation. The projection from the IL was dense, with both types of arborization, mainly in the dorsolateral putamen, in a restrict rostrocaudal extension. All nuclei exhibited projections that preferentially reach the matrix. The varicosities of IL are significantly larger than those of MD and MP, and there are no differences in the sizes of the varicosities present in the matrix and the striosome.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26943
Appears in Collections:PPGPSICO - Doutorado em Psicobiologia

Files in This Item:
File SizeFormat 
Aspectosneuroquímicosestriado_Morais_2019.pdf3,02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.