Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27560
Title: Gráficos CUSUM ajustados ao risco para monitoramento de tempos de sobrevivência com fração de cura
Authors: Oliveira, Joselânio Wesley de
Keywords: Controle Estatistico de Processos;Análise de Sobrevivência;Fração de cura;RAST CUSUM
Issue Date: 14-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: OLIVEIRA, Joselânio Wesley de. Gráficos CUSUM ajustados ao risco para monitoramento de tempos de sobrevivência com fração de cura. 2014. 53f. Dissertação (Mestrado em Matemática Aplicada e Estatística) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: Neste trabalho estudamos o uso de técnicas de Controle Estatístico de Processos (CEP) para monitoramento de tempos de sobrevivência. Diferentemente de aplicações na área industrial, em que a população em estudo e considerada homogênea, o CEP na área de saúde admite a heterogeneidade e leva em consideração características particulares de pacientes que, antes de se submeterem a um procedimento médico, podem apresentar diferentes riscos de morte. Nessa perspectiva, alguns autores propõem o uso de um gráfi co de controle CUSUM ajustado ao risco (RAST CUSUM) para monitorar resultados clínicos em que a resposta e o tempo at e a ocorrência de um evento e está sujeita a censura a direita. No entanto, os modelos adotados não consideram a possibilidade de fração de cura. Neste estudo propomos estender esta abordagem considerando um modelo de sobrevivência com fração de cura. Para tanto, admitimos as distribuições log-logística e Weibull como exemplos. Finalmente, realizamos um estudo de simulação com a distribuição Weibull para obter limites de controle ótimos e avaliar o desempenho do gráfi co que propomos em comparação com o RAST CUSUM sem fração de cura. Como resultado, notamos que o gráfi co RAST CUSUM sem fração de cura se mostra inadequado ao ser aplicado em dados com fração de cura, mas o gráfico RAST CUSUM com fração de cura parece ter desempenho similar se aplicado em dados sem fração de cura.
Abstract: In this work we study the use of techniques of Statistical Process Control (SPC) for monitoring survival times. Unlike applications in the industrial area, where the study population is considered homogeneous, the SPC in healthcare admits heterogeneity and takes into account particular characteristics of patients who, before undergoing a medical procedure, may present di erent risks of death. In this perspective, some authors propose the use of a risk-adjusted survival times CUSUM chart (RAST CUSUM) to monitor clinical outcomes in which the response is the time until the occurrence of an event and is subject to right censoring. However, the models used do not consider the possibility of cure fraction. In this study we propose to extend this approach considering a survival model with a cure fraction. To do so, we assume the log-logistic and Weibull distributions as examples. Finally, we conducted a simulation study with the Weibull distribution to obtain optimum control limits and evaluate the performance of the chart we suggest compared to the RAST CUSUM without cure fraction. As a result, we note that the RAST CUSUM chart without cure fraction is inappropriate to apply to data with cure fraction, but the RAST CUSUM chart with cure fraction seems to have a similar performance when applied to data without cure fraction.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27560
Appears in Collections:PPGMAE - Mestrado em Matemática Aplicada e Estatística

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GraficosCUSUMFracaoCura_Oliveira_2014.pdf596.55 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.