Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/13289
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaia, Eulália Maria Chavespt_BR
dc.contributor.authorFerreira, Camomila Lirapt_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T14:13:46Z-
dc.date.available2010-08-13pt_BR
dc.date.available2014-12-17T14:13:46Z-
dc.date.issued2010-03-19pt_BR
dc.identifier.citationFERREIRA, Camomila Lira. Resiliência e velhice: um estudo de fatores de risco e de proteção na saúde do idoso. 2010. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13289-
dc.description.abstractResilience consists of a capacity to adapt and overcome situations of risk, from the aid of protective factors. This construct constitutes a process of preventive and multidimensional present in all stages of human development. During this development, it has been immersed in the elderly biopsychosocial changes resulting from the aging process. In this sense, there was a need for a multidisciplinary study, combining psychology, medicine, nursing, social work and gerontology in order to check the resilience, its risk factors, such as life events and health, and protection, such as self-esteem and social support. For this, we performed a descriptive exploratory study of cross-sectional nature, along with a convenience sample consisting of 65 elderly users of the public health of the district east of the city of Natal/RN, Brazil. This research allowed the collection of socio-demographic, economic, relational, physical, biological and psychological in understanding the aging process. It is observed that the studied sample socio-economic status and chronic health conditions in their own lives and their families, that demand for care and attention every day, are resilient, have faced significant losses, have positive self-esteem and social support perceived as external satisfactory. Given this multidimensional nature, the aging process deserves the attention of many professionals and health policies, seeking provide to the elderly a better living conditions and mechanisms that promote well-being and healtheng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectResiliência Psicológicapor
dc.subjectEnvelhecimentopor
dc.subjectRiscopor
dc.subjectProteçãopor
dc.subjectResilienceeng
dc.subjectPsychologicaleng
dc.subjectAgingeng
dc.subjectRiskeng
dc.subjectProtectioneng
dc.titleResiliência e velhice: um estudo de fatores de risco e de proteção na saúde do idosopor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências da Saúdepor
dc.contributor.authorIDpor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7808123017493443por
dc.contributor.advisorIDpor
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2021670670663453por
dc.contributor.referees1Torres, Gilson de Vasconcelospt_BR
dc.contributor.referees1IDpor
dc.contributor.referees1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4708368Z6&dataRevisao=nullpor
dc.contributor.referees2Veras, Renato Peixotopt_BR
dc.contributor.referees2IDpor
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9390281442853604por
dc.description.resumoA resiliência consiste em uma capacidade para se adaptar ou superar situações de risco, a partir do auxílio de fatores protetores. Esse constructo se constitui em um processo de caráter preventivo e multideterminado presente em todas as etapas do desenvolvimento humano. Durante esse desenvolvimento, tem-se o idoso imerso nas modificações biopsicossociais decorrentes do processo de envelhecimento. Nesse sentido, observou-se a necessidade de realizar um estudo multidisciplinar, aliando a Psicologia com a Medicina, a Enfermagem, o Serviço Social e a Gerontologia, com o objetivo de verificar a capacidade de resiliência, seus fatores de risco, tais como eventos vitais e condições de saúde, e de proteção, tais como auto-estima e apoio social. Para isso, realizou-se um estudo descritivo exploratório, de caráter transversal, junto a uma amostra de conveniência constituída por 65 idosos usuários da rede pública de saúde do distrito sanitário leste do município de Natal/RN, Brasil. Essa investigação possibilitou a obtenção de dados sócio-demográficos, econômicos, relacionais, físicos, biológicos e psicológicos para compreender o processo de envelhecimento. Percebe-se que a amostra estudada apresenta nível sócio-econômico baixo e condições crônicas de saúde em suas próprias vidas e em suas famílias, que demandam por cuidados e atenção diária, são resilientes, já enfrentaram perdas significativas, possuem auto-estima positiva e apoio social externo percebido como satisfatório. Diante dessa multidimensionalidade, o processo de envelhecimento merece a atenção dos diversos profissionais e políticas de saúde, buscando propiciar ao idoso melhores condições de vida e mecanismos que promovam o bem-estar e a saúdepor
dc.publisher.departmentCiências da Saúdepor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDEpor
Appears in Collections:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ResiliênciaVelhiceEstudo_Ferreira_2010.pdf489,55 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.