Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/14592
Title: Gêneros do discurso e escrita: o que as coleções didáticas de português (des)prestigiam no ensino da produção textual?
Authors: Leite, Lucila Carvalho
Keywords: Gêneros do discurso. Situações de produção escrita. Coleções didáticas;Types of discourse. Writing production situations. Didactic collections
Issue Date: 21-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LEITE, Lucila Carvalho. Gêneros do discurso e escrita: o que as coleções didáticas de português (des)prestigiam no ensino da produção textual?. 2014. 266 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: A partir dos indicadores oficiais, é possível observar que a escrita tem sido apontada como um dos principais problemas da escolaridade básica obrigatória. Em contrapartida, esse mesmo objeto de ensino-aprendizagem constitui-se como um dos objetivos centrais da escola, sendo essencial aos diferentes componentes curriculares, como também às próprias demandas de interação requeridas pela sociedade. Tal paradoxo aponta, então, para a relevância de investigações que analisem os elementos intrínsecos à formação da criança como produtora do texto escrito. Nesse sentido, o objetivo principal desta pesquisa consiste em analisar o tratamento dado aos gêneros do discurso e às situações de produção no ensino do texto escrito, mediante coleções didáticas de língua portuguesa aprovadas pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2010) e trabalhadas nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Tais materiais correspondem às coleções adotadas em escolas da rede pública municipal de Natal/RN que estiveram abaixo do IDEB 2009. Assim, as questões que norteiam este trabalho assim se configuram: 1. No ensino de produção escrita, a diversidade dos gêneros do discurso é efetivamente trabalhada nas coleções didáticas? 2. Quais são os gêneros do discurso e as esferas sociais priorizados no ensino de produção escrita? 3. Como é abordada a situação de produção em o que o texto escrito deverá ser produzido? Para a pesquisa, retomamos Bakhtin, Bunzen, Faraco, Freire, Rodrigues, Rojo, Schneuwly e Dolz, e realizamos o levantamento de todos os gêneros e esferas contemplados nas propostas de produção escrita dos livros didáticos, referentes às oito coleções que compõem esse primeiro momento de análise. Em seguida, verificamos como a situação de produção é orientada em duas coleções didáticas - se e de que forma explicitam os elementos relativos ao contexto histórico-social, funcional e linguístico-discursivo do texto a ser produzido. Os dados obtidos indicam: a falta de diversificação dos gêneros no conjunto da Amostra Global da pesquisa; a concepção de uma diversidade baseada na didática da visitação; o reconhecimento dos tipos textuais canônicos e hegemônicos como um dos objetos privilegiados de estudo; a centralização na norma padrão culta da língua e a desvalorização dos gêneros representativos da diversidade cultural; a escassez de produções que remontam a linguagem escrita das diferentes tecnologias de comunicação e informação; e a pouca ênfase com os gêneros da instância pública da linguagem. Quanto às situações de produção, observa-se: a predominância da escola enquanto promotora das relações dialógicas, cujas propostas apresentam, por exemplo, destinatários, posições enunciativas, suportes e contextos de circulação restritos, sobretudo, ao âmbito escolar; e duas situações divergentes entre as coleções - a inexistência de um trabalho com a situação de produção sob a perspectiva dos gêneros como objeto de ensino-aprendizagem; e a concepção dos gêneros como objeto de reflexão. Nossa pesquisa contribui, portanto, para uma cartografia da existência e do tratamento dos gêneros do discurso nas propostas de produção escrita dos livros didáticos; com a análise crítica da abordagem das atividades de escrita, considerando os elementos do contexto histórico-social, funcional e linguístico-discursivo; e, desse modo, com o ensino, a pesquisa e as políticas públicas para elaboração, uso e seleção de materiais didáticos da área de referência
Abstract: Through the examination of official indicators, it can be observed that writing is pointed out as one of the main problems concerning formal basic education. However, this teaching-learning object is one of the central objectives at school, having an essential role in different curricular components as well as in the interaction demands required by society. Such paradox indicates, therefore, the relevance of investigations which analyze the intrinsic elements of child development as written text producer. Hence, the main purpose of this research consists of analyzing the treatment given to the types of discourse and the teaching situations in which the written text are produced, concerning Portuguese language didactic material collections approved by Programa Nacional do Livro Didático (PNLD 2010) the Brazilian program of didactic book and worked at elementary school. Such materials correspond to the collections adopted in municipal education system schools from Natal, RN which were below the official education indicator IDEB 2009. Thus, the questions that guide this work are: 1. During writing production lessons, is the diversity of types of discourse effectively worked on didactic collections? 2. Which are the types of discourse and the social spheres prioritized when teaching writing production? 3. How is the situation addressed in the production of the written text should be produced? For this research, we retook the authors Bakhtin, Bunzen, Faraco, Freire, Rodrigues, Rojo, Schneuwly e Dolz and we made a list of all types of discourse and spheres contemplated in the propositions of the writing production in didactical books, concerning the eight collections which compounds the first moment of analysis. Then, we verified how the situation of production is oriented by examining two didactic collections if and how they express the elements referring to the social-historical, functional and linguistic-discursive context of the text to be produced. The data obtained indicate: lack of diversification of types of discourse in the collection that compounds the Aggregate Sample of the research; the conception of a diversity based on the didactic of visiting; the recognition of all canonical and hegemonic types of text as one of the privileged objects of study; the centralization on the standard variety of the language and the devaluation of the representative types of cultural diversity; the shortage of productions which retrace to written language related to different technologies of communication and information; and the little emphasis on the types of discourse related to public language practices. As for the situations of production, it is observed the predominance of the school as a producer of dialogic relationships, whose propositions present, for example, text addressees, enunciative positions, support and contexts of restricted circulation, especially at school. Two divergent situations are observed among the collections: the lack of a work in which the situation of production is under the perspective of the types of discourse as object of teaching-learning; the concept of the types of discourse as object of reflection, presenting a differentiated didactic orientation towards the situation of production. This research contributes, therefore, with a mapping of the existence and the treatment of the types of discourse on propositions of writing production in didactic books; with the critical analysis of the approach of written activities, considering the elements of the historical-social, functional and linguistic-discursive context; thus, through teaching, research and public policies, use and selection of didactic material for the area
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14592
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LucilaCL_DISSERT.pdf6,52 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.