Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/15038
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorQueiroz, Jamerson Viegaspt_BR
dc.contributor.authorLutif Junior, Jorge Assefpt_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T14:53:09Z-
dc.date.available2013-05-08pt_BR
dc.date.available2014-12-17T14:53:09Z-
dc.date.issued2012-12-07pt_BR
dc.identifier.citationLUTIF JUNIOR, Jorge Assef. Gestão de organizações sem fins lucrativos: uma avaliação de desempenho através do balanced scorecard. 2012. 153 f. Dissertação (Mestrado em Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15038-
dc.description.abstractThe methodology Balanced Scorecard (BSC) focuses on the major critical issues of modern organizations, whether with or without profit. The measurement of the effective performance of the latter is by evaluating the successful implementation of organizational strategy. The aim of this paper is to present the development of a system of performance measurement strategy for a nonprofit organization, whose object of study is the Associação de Apoio as Comunidades do Campo - AACC, in the context of the BSC methodology of Kaplan and Norton. The methodology of this case study is an exploratory, descriptive and qualitative, and diagnose the coherence of the Strategy Map in an organization, based strategic planning from 2010 to 2012. Initially conducted a literature review covering the main aspects of strategy maps and performance evaluation involving the translation of the BSC and strategy evaluation. The main results of the proposed approach refers to evaluation of overall scores for each dimension of the BSC methodology, financial, customer, internal processes, learning and growth. These results are able to help the organization evaluate and revise their strategy and, in general, to adopt management methods more accurately. Data collection is centered on interviews with semi-structured questionnaire. The findings highlight on balancing and alignment of strategic objectives, low causality map, strategic communication insufficient and fragmented. For interviewees organizational culture is the biggest impediment to structuring a management model based on indicators and strategic process should be initiated by non-financial indicators gradually. The performance indicators of the AACC/RN portray more meritocracy operational procedures of social projects in the context of the Strategic Map determined in a shortterm over the long term. However, there is evidence of improved performance management and strategic taken as a basis of planning as both the strategic map structured. Therefore, the nonprofits need to adopt a form of management that enables planning, setting objectives and targets that provide the continuity of its activities, and generating instruments that can measure the financial performance and non-financial, in order to develop strategic actions for growth and sustainabilityeng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectGestão estratégica. Avaliação de desempenho. Mapa estratégico. Balanced scorecard. Terceiro Setorpor
dc.subjectStrategic management. Performance evaluation. Strategic map. Balanced scorecard. Third sectoreng
dc.titleGestão de organizações sem fins lucrativos: uma avaliação de desempenho através do balanced scorecardpor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia de Produçãopor
dc.contributor.authorIDpor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6377732908471767por
dc.contributor.advisorIDpor
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0037657888703116por
dc.contributor.referees1Hekis, Helio Robertopt_BR
dc.contributor.referees1IDpor
dc.contributor.referees1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9599726799047515por
dc.contributor.referees2Furukava, Marcianopt_BR
dc.contributor.referees2IDpor
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7046131809246694por
dc.contributor.referees3Lima, Nilton Césarpt_BR
dc.contributor.referees3IDpor
dc.contributor.referees3Latteshttp://lattes.cnpq.br/5091784860089845por
dc.description.resumoA metodologia Balanced Scorecard (BSC) centra-se nas grandes questões críticas de organizações modernas, sejam elas com ou sem fins lucrativos. A medição efetiva do desempenho desta última se dá pela avaliação da implementação bem-sucedida da estratégia organizacional. O objetivo central deste trabalho é apresentar o desenvolvimento de um sistema de medição de desempenho estratégico para uma organização sem fins lucrativos, cujo objeto de estudo é a Associação de Apoio as Comunidades do Campo - AACC, no contexto da metodologia BSC de Kaplan e Norton. A metodologia deste estudo de caso é de natureza exploratória, qualitativa e descritiva, além de diagnosticar a coerência do Mapa Estratégico em uma organização, tendo como base o planejamento estratégico de 2010 a 2012. Inicialmente, foi realizada uma revisão de literatura contemplando os principais aspectos de Estratégia e dos Mapas de Avaliação de desempenho envolvendo a tradução do BSC e a avaliação da estratégia. Os principais resultados da abordagem proposta referem à avaliação dos escores globais para cada uma das dimensões da metodologia BSC, ou seja, financeiro, cliente, processos internos e crescimento-aprendizado. Esses resultados são capazes de ajudar a organização a avaliar e rever sua estratégia e, em geral, a adotar métodos de gestão com mais precisão. A coleta de dados centraliza-se nas entrevistas com questionário semiestruturado. Os resultados obtidos sinalizam relativo balanceamento e alinhamento dos objetivos estratégicos, baixa relação de causalidade do mapa, comunicação estratégica insuficiente e fragmentada. Para os entrevistados a cultura organizacional é o maior fator impeditivo para estruturação de um modelo de gestão a partir de indicadores estratégicos e o processo deve-se iniciar pelos indicadores não financeiros gradativamente. Os indicadores de desempenho da AACC/RN retratam mais a meritocracia que os procedimentos operacionais dos projetos sociais no contexto do Mapa Estratégico determinado em uma visão de curto prazo em detrimento do longo prazo. Porém, existem evidências de melhoria do gerenciamento e desempenho estratégico tomados como base tanto do planejamento como do mapa estratégico estruturado. Para tanto, as entidades sem fins lucrativos precisam adotar uma forma de gerenciamento que possibilite o planejamento, estabelecimento de objetivos e metas que propiciem a continuidade de suas atividades, e que gerem instrumentos que possam medir o desempenho financeiro e não financeiro, com o intuito de desenvolver ações estratégicas para seu crescimento e sustentabilidadepor
dc.publisher.departmentEstratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operaçõespor
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAOpor
Appears in Collections:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JorgeALJ_DISSERT.pdf1,87 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.