Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/15941
Title: Avaliação da eficiência de filtros anaeróbios na remoção de coliformes fecais e ovos de helmintos
Authors: Cavalcante, Fernanda Lima
Keywords: Filtros Anaeróbios;Tratamento de Esgotos;Ovos de Helmintos;Coliformes Fecais;Anaerobic filters;Wastewater treatment;Helminth eggs;Faecal coliforms
Issue Date: 19-Mar-2007
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CAVALCANTE, Fernanda Lima. Avaliação da eficiência de filtros anaeróbios na remoção de coliformes fecais e ovos de helmintos. 2007. 26 f. Dissertação (Mestrado em Saneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Portuguese Abstract: A tecnologia de reatores anaeróbios para o tratamento de esgoto sanitário vem sendo extensivamente desenvolvida no Brasil, e hoje encontra-se praticamente consolidada. Apresentando diversas vantagens, como baixos custos de construção e operação, e baixa produção de lodo, os reatores anaeróbios são uma alternativa bastante atrativa para a mitigação dos problemas de saneamento básico urbano, e também das áreas rurais. Os filtros anaeróbios vêm sendo bastante aplicados no Brasil. Sua utilização produz um efluente com baixa concentração de matéria orgânica e sólidos suspensos, além de conservar os nutrientes, sendo por isso muito bom para irrigação com fins produtivos, desde que sejam resguardados os cuidados com a presença de organismos patogênicos. Este trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência de filtros anaeróbios na remoção de coliformes fecais e ovos de helmintos, e verificar se os mesmos atendem às recomendações sanitárias para reuso em irrigação, segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS (WHO, 1989). Para enumeração dos ovos de helmintos foi utilizada a técnica de Bailenger modificada (Ayres e Mara, 1996), que deu origem à metodologia atualmente recomendada pela OMS para avaliação de águas residuárias brutas e tratadas. Para determinação de coliformes fecais foi utilizado o método da membrana filtrante. Foram analisados três diferentes sistemas de tratamento de esgoto compostos por filtros anaeróbios. Numa análise geral dos resultados, observou-se que todos os sistemas pesquisados atingiram eficiência maior que 93% para remoção de ovos de helmintos, resultando em um efluente final com valor médio menor que 1 ovo/L. Um dos sistemas, o Sistema RN, alcançou uma remoção maior que 99%, confirmando o bom desempenho dos filtros anaeróbios na remoção de ovos de helmintos. Mesmo com baixas concentrações de ovos no afluente, os filtros foram capazes de remover eficientemente este parâmetro. Em relação à contagem de coliformes fecais, foi observado, para todos os sistemas pesquisados um efluente final com cerca de 106 UFC/100mL. As altas concentrações de coliformes fecais no efluente dos filtros permitem a reutilização apenas para irrigação restrita, de acordo com as diretrizes da OMS. Apesar dos sistemas pesquisados não removerem eficazmente coliformes fecais, os resultados encontrados no presente estudo indicaram uma boa eficiência dos filtros anaeróbios na remoção de ovos de helmintos
Abstract: The technology of anaerobic reactors for sanitary wastewater treatment has been extensively developed in Brazil, and today it is practically consolidated. They present several advantages, such as low construction and operating costs, and low sludge production, the anaerobic reactors are an attractive alternative to minimize problematic lack of basic sanitation in urban areas, and also of the rural areas. The anaerobic filters have been widely used in Brazil. It produces an effluent with low concentration of organic matter and solids suspended, besides conserving the nutrients, therefore, it is good for use in irrigation, but the practice must be associated with knowledge of the pathogens presence. The main objective of this study was to evaluate the efficiency of anaerobic filters in removal faecal coliforms and helminth eggs, and to verify if the effluent can be used for agricultural purposes, according to the World Organization of Health (WHO, 1989). The protocol used to enumerate helminths eggs was the modified Bailenger method, (Ayres and Mara, 1996) recommended by WHO for evaluation of raw effluent and treated effluent. The membrane filtration method was utilized to determine the concentrations of faecal coliforms. Three different systems of sewer treatment composed by anaerobic filters were analyzed. The results, in a general analysis, showed that all the researched systems reached a larger removal than 93% to helminth eggs, resulting in an effluent with smaller average than 1 egg/L. One of these systems, Sistema RN, reached a larger removal than 99%, confirming the good performance of the anaerobic filters in removal helminths eggs. Even with low concentrations of eggs in the influent, the filters were capable to remove this parameter efficiently. About faecal coliforms, it was observed for all the researched systems an effluent with 106 CFU/100mL. The high concentrations to faecal coliforms in the effluent just allow reuse for restricted irrigation, in agreement with the guidelines of WHO. Although the researched systems have not removed faecal coliforms efficiently, the results indicated a good efficiency of the anaerobic filters in removal helminth eggs
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15941
Appears in Collections:PPGESA - Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FernandaLC.pdf605 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.