Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/15953
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorIngunza, Maria Del Pilar Durantept_BR
dc.contributor.authorLima, Andressa Dantas dept_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T15:03:20Z-
dc.date.available2009-12-07pt_BR
dc.date.available2014-12-17T15:03:20Z-
dc.date.issued2009-04-30pt_BR
dc.identifier.citationLIMA, Andressa Dantas de. Análise da adição de resíduo oriundo do tratamento de esgotos em massa cerâmica utilizada para fabricação de telhas. 2009. 124 f. Dissertação (Mestrado em Saneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15953-
dc.description.abstractSludge of Wastewater Treatment Plants (WTPs) disposal is a problem for any municipality, for this reason the amount of sludge production is now a key issue in selecting treatment methods. It is necessary to investigate new applications for this waste type, due to the restrictions imposed by the environmental organs. The raw materials used in the Red Ceramic, are generally very heterogeneous, for this reason, such materials can tolerate the presence of different types of wastes. In Rio Grande do Norte, the roof tiles production corresponds to 60,61% from the total of ceramic units produced. Due to the importance of the ceramic industry of roof tiles for the state, allied to the environmental problem of the sludge disposal, this work had for objective to verify the possibility of the incorporation of sewage sludge in ceramic body used for production of roof tiles. In the research, sludge originating from drying beds of WTP of the Central Campus from UFRN and clays originating from a ceramic industry from Goianinha/RN were used. The raw materials were characterized by techniques of: analysis of particles distribution by diffraction to laser; real density; consistence limits; chemical analysis by X-ray fluorescence; mineralogical analysis by X-ray diffraction; organic matter; and solids content. Five batches of roof tiles were manufactured in the approximate dosages of 2%, 4%, 6%, 8% and 10%. To evaluate the properties of each final product, tests of water absorption, impermeability, bending strength, leachability and solubility were accomplished. The roof tiles manufactured with sludge presented characteristics similar to the roof tiles without sludge in relation to the environmental risk. The results showed that it is possible to use approximately up to 4% of sludge in ceramic bodies for production of roof tiles. However, it is observed that the high amount of organic matter (71%) present in the sludge is shown as factor that limits the sludge incorporation in ceramic bodies, worsening the quality of the roof tiles. It is necessary the use of mixtures of different raw materials under point of view of the granulometry and of the other chemical and mineralogical properties for the obtaining of a satisfactory mass to the production of ceramic roof tileseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDisposição de lodopor
dc.subjectLodo de esgotopor
dc.subjectTelhas cerâmicaspor
dc.subjectIndústria cerâmicapor
dc.subjectSludge disposaleng
dc.subjectSewage sludgeeng
dc.subjectCeramic roof tileseng
dc.subjectCeramic industryeng
dc.titleAnálise da adição de resíduo oriundo do tratamento de esgotos em massa cerâmica utilizada para fabricação de telhaspor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Engenharia Sanitáriapor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9197575827547109por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1925954531585024por
dc.contributor.referees1Andrade Neto, Cícero Onofre dept_BR
dc.contributor.referees1LattesANDRADE NETO, Cícero Onofre depor
dc.contributor.referees2Cavalcanti, Paula Frassinetti Feitosapt_BR
dc.contributor.referees2LattesCAVALCANTI, Paula Frassinetti Feitosapor
dc.description.resumoA disposição de lodo de Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs) é um problema para qualquer municipalidade, por isso a quantidade de lodo produzido é hoje um assunto fundamental na seleção de métodos de tratamento. Faz-se necessário investigar novas aplicações para esse tipo de resíduo, face às restrições impostas pelos órgãos ambientais. As matérias-primas utilizadas na Cerâmica Vermelha, em geral, são muito heterogêneas, por isso podem tolerar a presença de tipos diferentes de resíduos. No Rio Grande do Norte, a produção de telhas corresponde a 60,61% do total de peças cerâmicas produzidas. Dada a importância da indústria cerâmica de telhas para o estado, aliada à problemática ambiental da disposição de lodo, este trabalho teve por objetivo verificar a possibilidade da incorporação de lodo de esgotos em massa cerâmica utilizada para fabricação de telhas. Foram utilizados na pesquisa lodo proveniente dos leitos de secagem da ETE do Campus Central da UFRN e argilas provenientes de uma indústria cerâmica de Goianinha/RN. As matérias-primas foram caracterizadas por técnicas de: análise de distribuição de partículas por difração à laser; densidade real; limites de consistência; análise química por fluorescência de raios X; análise mineralógica por difração de raios X; matéria orgânica; e teor de sólidos. Foram fabricados cinco lotes de telhas nas dosagens aproximadas de 2%, 4%, 6%, 8% e 10%. Para avaliar as propriedades de cada produto final, foram realizados ensaios de absorção de água, impermeabilidade, carga de ruptura à flexão, lixiviação e solubilização. As telhas fabricadas com lodo apresentaram características semelhantes às telhas sem lodo no que diz respeito ao risco ambiental. Os resultados mostraram que é possível utilizar aproximadamente até 4% de lodo em massas cerâmicas para fabricação de telhas. Contudo, observa-se que a elevada quantidade de matéria orgânica (71%) presente no lodo mostra-se como fator limitante na incorporação de lodo em massas cerâmicas, comprometendo a qualidade das telhas. Destaca-se a necessidade de utilização de misturas de diferentes matérias-primas do ponto de vista granulométrico e das outras propriedades químicas e mineralógicas para a obtenção de uma massa satisfatória à produção de telhas cerâmicaspor
dc.publisher.departmentSaneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulicapor
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIApor
Appears in Collections:PPGESA - Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndressaDL.pdf1.99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.