Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16233
Title: Práticas discursivas e relações afetivas na contemporaneidade: o caso dos verbos ficar e namorar no contexto do vestibular da UFRN
Authors: Araújo, Kassios Cley Costa de
Keywords: Linguística aplicada;Práticas discursivas;Relações afetivas;Contemporaneidade;Applied linguistics;Discursive practice;Affective relationships;Contemporaneity
Issue Date: 26-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ARAÚJO, Kassios Cley Costa de. Práticas discursivas e relações afetivas na contemporaneidade: o caso dos verbos ficar e namorar no contexto do vestibular da UFRN. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: Este trabalho insere-se na área de investigação da Linguística Aplicada, circunscrevendo-se na compreensão da linguagem e sua constituição nas práticas sociais e configura-se como uma pesquisa qualitativa que discute aspectos essenciais que envolvem o sujeito em sua prática discursiva: a significação e a valoração. Em face disso, têm-se como objeto de estudo de investigação deste trabalho os sentidos e valores atribuídos aos verbos ficar e namorar, a partir da questão da redação do Processo Seletivo Vestibular 2005 da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que tem a seguinte instrução: Em um relacionamento a dois, qual a melhor opção a ser feita? Deve-se apenas ficar , somente namorar, ou, alternadamente, ficar e namorar? . A pesquisa ancora-se na teoria dialógica do Círculo de Bakhtin, bem como nas noções de fluidez dos relacionamentos afetivos na contemporaneidade e, ainda, na individualização e multiplicidade do sujeito contemporâneo. As redações elaboradas pelos candidatos permitem questionar que sentidos e valores ficar e namorar assumem hoje como expressão de relações afetivas e como essas relações podem interferir na tomada de posição dos sujeitos em uma situação formal de vestibular. As produções textuais refletem e refratam essas relações, assumindo um posicionamento contrário às relações de natureza temporária, cujo discurso é marcado, em sua maioria, por vozes sociais que valoram negativamente o ficar e positivamente o namorar
Abstract: This work is inserted to Applied Linguistic studies, concerned to the understanding that language is a social practice, bringing a qualitative research, discussing essential aspects that involve the subject and his/her discursive practice: signification and valuation. Due to this, we have elected as subject study, the sense and values attributed to the verbs make out and date searched on the articles written in the Vestibular 2005 process promoted by the Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), that had the following instruction: In a relationship, is it better make out , just date , or, both, make out and date ? This research is based on the Circle of Bakhtin s dialogic theory, as well as in the notions of instability in the affective relationships nowadays and in the individualization and multiplicity of contemporaneous subjectivity. Those papers are important to analyze the meaning and values that the verbs make out and date present, nowadays, as expressions of an affective relationship and how this situation can interfere in the positions of subjectivity in a formal instance as a vestibular. Those textual productions reflect those relationships, confronting temporary ones, whose discuss is marked, in general, by social voices that evaluate to make out negatively and to date positively
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16233
Appears in Collections:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KassiosCCA_DISSERT.pdf4.48 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.