Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16427
Title: Perpectivas da prática profissional do jornalista assessor de imprensa: o ethos, a identidade e as reflexões deontológicas no contexto da atuação simultânea em redações e assessorias de imprensa de Natal-RN
Authors: Dantas, Juliana Bulhões Alberto
Keywords: Práticas sociais. Jornalismo. Comunicação organizacional. Assessoria de imprensa. Ethos jornalístico;Social practices. Journalism. Organizational communication. Press office. Journalistic ethos
Issue Date: 28-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: DANTAS, Juliana Bulhões Alberto. Perpectivas da prática profissional do jornalista assessor de imprensa: o ethos, a identidade e as reflexões deontológicas no contexto da atuação simultânea em redações e assessorias de imprensa de Natal-RN. 2014. 124 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação midiática: práticas sociais e produção de sentido) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O mercado jornalístico brasileiro vem passando por severas mudanças nos últimos anos, culminando em uma precarização da profissão de jornalista (MARCONDES FILHO, 2009; SANT ANNA, 2005). Ao mesmo tempo em que o mercado exige um profissional multifuncional, este precisa estar cada vez mais especializado em cada função que exerce. Neste ínterim, uma das funções que passou por mais modificações nos últimos anos foi a de assessor de imprensa. É comum, ao jornalista brasileiro, exercer funções relacionadas à comunicação organizacional, ou ainda possuir simultaneamente vínculos empregatícios em empresas da mídia e fora da mídia, o que gera uma situação profissional complexa no que diz respeito à identidade (HALL, 2004; MARTINO, 2010; OLIVEIRA, 2005; TRAQUINA, 2004), ao ethos (GRANDO, 2012; MAINGUENEAU, 2008) e à ética. Diante deste contexto, nosso objetivo geral com a pesquisa foi investigar como se dá a prática profissional dos jornalistas que atuam concomitantemente em redações jornalísticas televisivas e assessorias de imprensa em Natal-RN. Para tanto, desenvolvemos um arcabouço teórico acerca do microcampo da assessoria de imprensa (FENAJ, 2007; SILVEIRA, 2010), do ethos e da identidade. A base metodológica foi pautada na etnometodologia (COULON, 1995), na entrevista em profundidade (DUARTE, 2008) e na pesquisa quantitativa. Nossas principais conclusões foram: os baixos salários levam os jornalistas potiguares a terem mais de um emprego; a assessoria de imprensa é uma atividade exercida geralmente com fins financeiros; mesmo em meio à precarização da profissão, a maioria dos jornalistas não pensa em deixar a profissão, devido à paixão pelo jornalismo e ao glamour associado a este profissional; e há a possibilidade do jornalista que trabalha ao mesmo tempo em redações tradicionais e assessorias de imprensa possuir ethos distintos para o desempenho de cada função, mas também podem ter ethos sobrepostos ou mesmo um ethos de comunicador
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16427
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianaBAD_DISSERT.pdf1.15 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.