Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/16773
Title: Estrutura genética de populações de Amphobotrys ricini, agente causal do mofo cinzento da mamoneira
Authors: Bezerra, Cintia de Sousa
Keywords: Manejo;Resistência;Ricinus communis;Handling;Resistance;Ricinus communis
Issue Date: 22-Feb-2007
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BEZERRA, Cintia de Sousa. Estrutura genética de populações de Amphobotrys ricini, agente causal do mofo cinzento da mamoneira. 2007. 47 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Portuguese Abstract: O mofo cinzento, causado pelo fungo Amphobotrys ricini, é um dos principais problemas fitossanitários da cultura mamoneira. Esta doença causa prejuízos a cultura podendo levar à perda total da produção caso medidas de controle não sejam implementadas a tempo. A determinação da estrutura genética de populações de patógenos e o monitoramento sistemático das populações com o intuito de compreender a dinâmica de seus aspectos genéticos é importante para que programas de melhoramento visando a resistência durável tenham êxito. O controle químico do patógeno também é necessário, entretanto, não existem fungicidas registrados para o controle da doença. O objetivo deste trabalho foi determinar a variabilidade genética entre e dentro de subpopulações de A. ricini no estado da Paraíba, empregando marcadores moleculares do tipo RAPD e analisar a sensibilidade de isolados de A. ricini aos fungicidas carbendazim e azoxistrobina. Para a determinação da estrutura genética foram analisados 23 isolados de duas subpopulações (SPs), sendo a SP1 formada por isolados coletados nos municípios de Campina Grande, Lagoa Seca e Esperança e a SP2 com isolados oriundos dos municípios de Areia, Remígio, Solânea e Alagoa Nova. Amostras de DNA purificadas dos isolados foram submetidas a reações RAPD com 22 oligonucleotídeos da série OPERON, gerando 80 fragmentos polimórficos que foram analisados pelo programa PopGene. Para verificar a sensibilidade a fungicidas, 30 isolados de duas populações, sendo uma da Paraíba e outra de Alagoas foram testados contra o Carbendazim avaliando-se o crescimento micelial em meio V8 acrescido do fungicida nas dosagens 0, 0.01, 0.1, 1, 10 e 100 µg/ml; e azoxistrobina avaliando-se a germinação de esporos. Os dados foram analisados pelo procedimento PROBIT do pacote estatístico SAS que calculou a dosagem necessária para inibir 50% do crescimento micelial (DL50). A diversidade genética total (Ht=0,293) é devida à diversidade genética dentro das SPs (Hs=0,271). O número de migrantes foi estimado em 6,15 indivíduos a cada geração entre as subpopulações. A fração da variação genética distribuída entre as subpopulações Gst foi 0,075. Houve baixa diferenciação entre as subpopulações com base na média de identidade genética (Nei, 1973) entre as subpopulações em todos os locos analisados (0,9468). Os valores de DL50 variaram entre 0,026 e 0,316 µg/ml para carbendazim e 0,0036 e 0,168 µg/ml para azoxistrobina. Neste estudo, há evidências de que a estrutura genética da população de A. ricini no estado da Paraíba seja clonal e que há intensa migração e que os isolados da Paraíba e Alagoas são sensíveis a carbendazim e azoxistrobina
Abstract: The gray mold, causal organism Amphobotrys ricini, is one of the major diseases of castor bean. Difficulties in managing plant disease arises form the limited understanding of the genetic structure of A. ricini, their complexity and variability make it difficult to control. Genetic structure can be used to infer the relative impact of different forces that influence the evolution of pathogen populations, that allow to predict the potencial for pathogen populations to envolve in agricultural ecosystems. Growers protect their crop by applying fungicides, but there aren t fungicides to provide significant control of gray mold of castor bean. The objectives of this work were use RAPD to determine the genetic structure of A. ricini subpopulations in Paraíba and assay the sensitivity of A. ricini isolates to azoxystrobin and carbendazim. To determine the genetic structure of A. ricini subpopulations in Paraíba, 23 isolates were colleted from two different geographic location (subpopulation). These isolates were analysed by RAPD using 22 random decamer primers, purchased from OPERON, produced a total of 80 markers polimorphics. The resulting matrixes were analysed using PopGene version 1.32. Sensitivity to azoxystrobin and carbendazim of 30 isolates, colleted form Paraíba and Alagoas, was estimated based on spore germination and colony growth inhibition. The stock solutions were added toV8 medium after sterilization to produce final concentrations of 0, 0.01, 0.1, 1, 10, and 100 µg/ml of carbendazim and 0, 0.001, 0.01, 0.1, 1, and 10 µg/ml of azoxystrobin. All statistical analyses were performed using SAS to estimate the dose that inhibited fungal growth by 50% (ED50 values). The genetic diversity within subpopulations (Hs=0,271) accounted for 92% of the total genetic diversity (Ht=0,293), while genetic diversity between subpopulations (Gst = 0,075) represented only 7,5%. The estimated number of migrants per generation (NM ) was 6,15. Nei s average gene identity across 80 RAPD loci was 0,9468. Individual ED50 values, for the 30 isolates screened for their sensitivity to azoxystrobin, ranged From a maximum of 0,168 µg/ml to a minimum of 0,0036 µg/ml. The ED50 values for carbendazim varied within the range of 0,026 to 0,316 µg/ml
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16773
Appears in Collections:PPGGBM - Mestrado em Genética e Biologia Molecular

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CintiaSB.pdf915.99 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.