Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/17520
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaia, Eulália Maria Chavespt_BR
dc.contributor.authorFreire, Israel Lima de Lunapt_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T15:38:59Z-
dc.date.available2013-04-15pt_BR
dc.date.available2014-12-17T15:38:59Z-
dc.date.issued2012-08-06pt_BR
dc.identifier.citationFREIRE, Israel Lima de Luna. Doadores de sangue: qualidade de vida e atendimento em hemocentro de Natal / RN. 2012. 126 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17520-
dc.description.abstractThe context of blood donation in Brazil faces problems since the start of its operations in the 1940, in the beginning the biggest obstacle was obtain safe and qualified blood, and then, established criteria for donations, the barrier is the low number of suitable candidates for donation. This suitability is associated with the good health of those who goes to the services of blood banks and the return of the donor is often conditioned by the way care is given and perceived by the user. The quality of life, defined as a perception that a person has of her/his position in the world, can influence the health and emerges as a way to focus on the subjectivity in a context dominated by objective and practical exams; listen to the views about the received services increases the focus on the user and provides feedback to the institution, guiding and planning its future actions. The purpose of this study was to verify the quality of life in blood donors and their perceptions of care in a blood center in Natal/RN. This is a descriptive cross sectional study conducted with blood donors from Dalton Cunha Barbosa blood center. The used protocols were: a structures questionnaire with questions on sociodemographic and services perception data, and SF-36 quality of life instrument. The sociodemographic and SF-36 data ware analyzed using descriptive and inferential statistics, using the statistical package PASW 18.0; those related to treatment were submitted to thematic content analysis. The results revealed a sample mainly composed by men, married people, who attended high school and had already made previous donations, with the first two groups returning more often for donations. The scores of the SF-36 confirm the certificated of good health of the screens, beind high in all areas and featuring a healthy population; statistically significant differences were denoted between sexes, levels of education and marital status. The speeches about the service were mostly positive and had as main focus acess, agility, technical aspects and subjective feelings. The data regarding the Rio Grande do Norte blood donors profile confirmed some characteristics of the Brazilian ones, those data of the SF-36 were similar to those found in studies with healthy groups and the impressions about the care received show similarities with national and international studies about the attendance at blood bankseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectDoação de sangue. Qualidade de vida. Sf-36. Serviços de atendimento. Seleção de doadorpor
dc.subjectBlood donors. Quality of life. sf-36. Customer services. Donor selectioneng
dc.titleDoadores de sangue: qualidade de vida e atendimento em hemocentro de Natal / RNpor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1521023341517131por
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2021670670663453por
dc.contributor.referees1Yamamoto, Oswaldo Hajimept_BR
dc.contributor.referees1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787892Z9&dataRevisao=nullpor
dc.contributor.referees2Martinez, Edson Zangiacomipt_BR
dc.contributor.referees2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7706743433338055por
dc.description.resumoO campo de doação de sangue no Brasil enfrenta problemas desde o início de sua atuação na década de 1940, se a princípio o maior entrave era conseguir sangue seguro e de qualidade, depois de estabelecidos critérios para doações, o obstáculo está no baixo número de candidatos aptos à doação. A aptidão está relacionada à boa saúde daqueles que buscam os serviços de hemocentros e o retorno do doador, muitas vezes, condicionado à forma como o atendimento é prestado e percebido pelo usuário. A qualidade de vida, percepção que o indivíduo tem de sua posição no contexto no qual se insere, pode influenciar a saúde e emerge como forma de enfocar a subjetividade em um contexto de exames e práticas objetivas; audição de impressões sobre o atendimento recebido amplia o foco sobre o usuário e permite um feedback a instituição para que esta oriente e planeje sua atuação. O presente estudo objetivou verificar a qualidade de vida em doadores de sangue e sua percepção do atendimento em um hemocentro de Natal/RN. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal, realizado com doadores de sangue usuários dos serviços do Hemocentro Dalton Barbosa Cunha (HEMONORTE). Foram utilizados como protocolos: um questionário estruturado, com questões sociodemográficas e sobre o atendimento, e o instrumento de Qualidade de Vida SF-36. Os dados sociodemográficos e do SF-36 foram analisados utilizando-se estatística descritiva e inferencial, com auxilio do pacote estatístico PASW 18.0; aqueles referentes ao atendimento foram submetidos à análise de conteúdo temática. Os resultados revelaram uma amostra essencialmente composta por homens, pessoas casadas, que estudaram até o segundo grau e já tinham feito doações anteriores, com os dois primeiros grupos retornando mais frequentemente para doações. Os escores obtidos no SF-36 confirmam o atestado de boa saúde das triagens, sendo elevados em todos os domínios e caracterizando uma população saudável; denotaram-se diferenças estatísticas significativas entre os sexos, níveis de escolaridade e estados civis. Os discursos sobre o atendimento foram em sua maioria positivos e tiveram como focos principais o acesso, agilidade, aspectos técnicos e sensações subjetivas. Dados referentes ao perfil do doador potiguar confirmam características algumas do doador brasileiro, aqueles do SF-36 assemelham-se aos encontrados em estudos com grupos de indivíduos saudáveis e as impressões sobre o atendimento recebido têm similaridades com estudos nacionais e estrangeiros sobre o atendimento em bancos de sanguepor
dc.publisher.departmentPsicologia, Sociedade e Qualidade de Vidapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IsraelLLF_DISSERT.pdf3.17 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.