Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/17529
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinheiro, José de Queirozpt_BR
dc.contributor.authorSousa, Bernardete de Lourdes Queiroga dept_BR
dc.date.accessioned2014-12-17T15:39:01Z-
dc.date.available2014-12-09pt_BR
dc.date.available2014-12-17T15:39:01Z-
dc.date.issued2006-05-19pt_BR
dc.identifier.citationSOUSA, Bernardete de Lourdes Queiroga de. A Praça André de Albuquerque, Natal/RN, na visão de seus frequentadores. 2006. 96 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.por
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17529-
dc.description.abstractThe study offers a global and interpretative view of the person-environment inter-action at André de Albuquerque Plaza, in Natal, RN, according to a descriptive-exploratory approach that aimed at learning about the space converted into place, as it is perceived and experienced by users, who attribute meaning to it. The main objective was to critically analyze the relationship person-plaza, based on data collected about users perception, utilization and ascribed meaning. I have employed an Environmental Psychology multi-method approach, including informal observations, interactive poster session, videotaping and interviews. The results indicated that the plaza, besides being a passage point, is also a spot of urban convergence for several groups, particularly taxi drivers, flanelinhas, skate boarders and students. In regard to the perception of the place, an overall positive evaluation of the plaza was verified, since people perceive selectively what interests them. In terms of usage, different groups of users presented diverse patterns of utilization, also observed in the attributed meanings. The plaza is a work place for taxi drivers and flanelinhas and a sports arena for the skate boarders, with a practical meaning for both groups. For students and other users it is a place for meeting and leisure, revealing a stronger affective quality, responsible for feelings of well being, tranquility and relaxation. The data so obtained could contribute for future government projects of intervention in those spaces, aiming at its preservation as an open spot among the concrete of city buildings, offering better quality of life, not only for today, but also for future generationseng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Rio Grande do Nortepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPraçapor
dc.subjectPercepção ambientalpor
dc.subjectNatalpor
dc.subjectUsuáriopor
dc.subjectPsicologia ambientalpor
dc.subjectEnvironmental perceptioneng
dc.subjectNataleng
dc.subjectUsereng
dc.subjectEnvironmental psychologyeng
dc.titleA Praça André de Albuquerque, Natal/RN, na visão de seus frequentadorespor
dc.typemasterThesispor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUFRNpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.contributor.authorIDpor
dc.contributor.advisorIDpor
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5503576309484010por
dc.contributor.referees1Elali, Gleice Virginia Medeiros de Azambujapt_BR
dc.contributor.referees1IDpor
dc.contributor.referees1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4760194P6&dataRevisao=nullpor
dc.description.resumoA pesquisa oferece uma visão global e interpretativa da inter-ação pessoa-ambiente, na Praça André de Albuquerque, em Natal/RN, sendo um estudo descritivo-exploratório que oportunizou conhecer um pouco mais sobre este espaço que se transforma em lugar, na medida em que é percebido e vivenciado por aqueles que o usam, dando-lhe significado. O objetivo foi refletir criticamente sobre a relação pessoa-praça, a partir de dados levantados junto aos seus freqüentadores sobre percepção, uso e significado. Para tanto, recorri a multimétodos como observações informais, painel interativo, filmagens e entrevistas. Os resultados alcançados sugerem que a praça, além de espaço de passagem, é um ponto de convergência urbana para diversos grupos, principalmente: taxistas, "flanelinhas", skatistas e estudantes. No que se refere à percepção, foi possível observar uma avaliação geral positiva, na medida em que as pessoas percebem seletivamente aquilo que lhes interessa. Quanto ao uso, houve uma distribuição diferenciada entre os tipos de usuários, observada também nos significados atribuídos à mesma. A praça é local de trabalho para taxistas e flanelinhas e espaço de prática de esportes para skatistas, tendo para ambos um significado prático. Já para estudantes e outros usuários, é lugar de reunião e lazer, assumindo um caráter mais afetivo, fazendo-os sentir bem-estar, tranqüilidade e relaxamento. Os dados obtidos podem contribuir, futuramente, para projetos governamentais de intervenção nesse espaço, para a sua preservação como uma clareira no meio do concreto das construções da cidade, visando uma melhor qualidade de vida, não somente para as pessoas de hoje, mas, também, para as gerações futuras. Palavras-chaves: praça, percepção ambiental, Natal, usuário, psicologia ambientalpor
dc.publisher.departmentPsicologia, Sociedade e Qualidade de Vidapor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BernardeteLQS.pdf443,4 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.