Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/17810
Title: Tontura em idosos institucionalizados da cidade do NATAL/RN: Um estudo caso-controle em vestibulopatas e não-vestibulopatas
Authors: Ferreira, Lidiane Maria de Brito Macedo
Advisor: Lima, Kenio Costa de
Keywords: Idoso. Tontura. Instituição de Longa Permanência para Idosos. Doenças Vestibulares;Aged. Dizziness. Homes for the Aged. Vestibular Diseases
Issue Date: 25-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FERREIRA, Lidiane Maria de Brito Macedo. Tontura em idosos institucionalizados da cidade do NATAL/RN: Um estudo caso-controle em vestibulopatas e não-vestibulopatas. 2013. 103 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: O idoso institucionalizado apresenta, por ser mais frágil, várias alterações do equilíbrio corporal, podendo levar a quedas e debilidade de sua saúde. Uma das consequências disto é o surgimento do sintoma tontura, que pode ser de origem vestibular ou não. Este trabalho tem o objetivo de identificar os fatores de risco relacionados com tontura em idosos institucionalizados, vestibulopatas e não-vestibulopatas, na cidade do Natal-RN. Método: trata-se de um estudo caso-controle realizado nas 12 Instituições de longa permanência para idosos de Natal-RN, regulamentadas pela Vigilância Sanitária. Foram eleitos os idosos com bom nível cognitivo e capazes de deambular, totalizando 115 indivíduos, e destes, foram selecionados 102 de acordo com a presença da queixa de tontura no último ano (n=51) e os respectivos controles (n=51), emparelhados por sexo e idade. Os 51 idosos com queixa de tontura foram divididos em 3 grupos caso: caso 1, para idosos com tontura e sem vestibulopatia (n=38); caso 2, para idosos com tontura e com vestibulopatia (n=13) e caso 3, para todos os idosos com tontura, ou seja, caso 1 somado ao caso 2 (n=51). Os 51 idosos que serviram de controle foram também divididos em três grupos, seguindo o número de indivíduos de cada caso: controle 1, n=38; controle 2, n=13 e controle 3 (soma do controle 1 com o controle 2), n=51. Como possíveis fatores de risco, foram analisadas variáveis referentes a características da instituição, aos hábitos de vida dos idosos e as relacionadas com a saúde dos idosos. Para a análise estatística, utilizou-se o teste do Qui-quadrado ou exato de Fisher para um nível de significância de 5% e cálculo da magnitude da associação entre as variáveis, através da medida da OddsRatio. Resultados: como fatores de risco para tontura sem vestibulopatia, foram achados a presença de hipertensão arterial sistêmica e doença cardiovascular, assim como a presença de 3 ou mais patologias por idoso e o uso de medicamentos protetores gástricos. Para os idosos do grupo caso 2, não foi encontrado nenhum fator de risco associado. Para os idosos com tontura pertencentes ao grupo caso 3, foram observados os mesmos fatores de risco encontrados para os idosos do grupo caso 1, acrescido da presença da patologia osteoartrose, que também se mostrou significativa para este grupo. Conclusão: a tontura no idoso institucionalizado está associada a doenças sistêmicas comuns nesta faixa etária, e a vestibulopatia apresenta-se como patologia de forma isolada, não sendo possível com os dados deste estudo associá-la a nenhum fator de risco
Abstract: the institutionalized elderly presents for being more fragile a lot of body balance s changes, which can induce falls and health frailty. One of the consequences of it is the appearance of dizziness, vestibular or not. This study aims to identify the risk factors related to dizziness in institutionalized elderly, with and without vestibular disorders, in the city of Natal-RN. Method: a case-control study realized in 12 regulated by Health Surveillance Long Term Care Institutions for the elderly in Natal-RN. Elected seniors with good cognitive level and able to walk, totaling 115 individuals, and of these, 102 were selected according to the presence of dizziness in the last year (n = 51) and their controls (n = 51), paired by sex and age. The 51 elderly patients with dizziness were divided into 3 groups case: case one, for elderly with dizziness and without vestibulopathy (n=38); case two, for elderly with dizziness and vestibulopathy (n=13) and case three, for all the seniors with dizziness, or added to the case 1 case 2 (n=51). The 51 seniors who served as controls were also divided into three groups, according to the number of individuals of each case: control 1, n = 38, control 2, n = 13 control and 3 (sum of 1 control with control 2), n = 51. As possible risk factors were analyzed variables related to characteristics of the institution, to the habits of life of older people and those concerned with the health of the elderly. For statistical analysis, we used the chi-square or Fisher exact test for a significance level of 5% and calculating the association magnitude between variables by measuring the Odds Ratio. Results: as risk factors for dizziness without vestibular disorders were found the presence of hypertension and cardiovascular disease, as well as the presence of three or more disorders for elderly and use of gastric protector drugs. For the elderly group from case two were found no associated risk factor. For elderly patients with dizziness in the case group three, we observed the same risk factors found for the elderly in the case group one, plus the presence of osteoarthritis pathology, which was also significant for this group. Conclusion: dizziness in institutionalized elderly is associated with systemic common diseases in this age group and the vestibulopathy presents itself as pathology on an isolated way, not being possible, with our data, associate it with non-risk factors
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17810
Appears in Collections:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LidianeMBMF_DISSERT.pdf3,68 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.