Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/17828
Title: Influência da técnica de fabricação e dos materiais sobre o ajuste da interface pilar/implante em infraestruturas implantossuportadas
Authors: Franca, Danilo Gonzaga Bernardo de
Advisor: Barbosa, Gustavo Augusto Seabra
Keywords: Implante dentário. Prótese dentária. Prótese dentária fixada por implante. Adaptação marginal dentária. Teste de materiais;Dental implant. Prosthodontics. Dental prosthesis implant-supported. Dental marginal adaptation. Materials testing
Issue Date: 22-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FRANCA, Danilo Gonzaga Bernardo de. Influência da técnica de fabricação e dos materiais sobre o ajuste da interface pilar/implante em infraestruturas implantossuportadas. 2013. 69 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: O objetivo deste estudo foi comparar o desajuste vertical, horizontal e a passividade de infraestruturas fabricadas em zircônia e cobalto-cromo por tecnologia CAD/CAM e pelo método da fundição convencional. Dezesseis infraestruturas em monobloco, foram obtidas a partir de uma matriz metálica contendo três implantes Brånemark compatíveis de plataforma regular (Titamax Cortical Ti, Neodent). Oito infraestruturas foram confeccionadas pelo sistema CAD/CAM (NeoShape, Neodent): quatro em zircônia (Zircad) e quatro em cobalto-cromo (CoCrcad). Outras oito infraestruturas foram obtidas pelo método da fundição convencional: quatro em cobalto-cromo com pilar UCLA cinta Co-Cr (CoCrUCci) e quatro em cobalto-cromo com pilar UCLA calcinável (CoCrUCc). O ajuste vertical, horizontal e a passividade pelo teste do parafuso único foram mensurados usando microscopia eletrônica de varredura com aumento de 250x. Inicialmente avaliou-se a passividade pelo teste do parafuso único e posteriormente para avaliar o desajuste vertical e horizontal, apertou-se todos os parafusos, com torque de 20Ncm. Média, desvio padrão, valor mínimo e máximo foram calculados para cada grupo. As medidas de desajuste horizontal foram transformadas em frequência cumulativa para categorização da variável e posterior comparação grupos a grupo. Para avaliar a existência de diferenças quantitativas entre os grupos testados para desajuste vertical e passividade, foi usado o teste Kruskal-Wallis. O teste Mann-Whitney foi usado para comparar as diferenças estatísticas grupo a grupo (p<0,05). Foram observados os respectivos valores de média e desvio padrão em micrômetros para desajuste vertical e passividade: Zircad (5,9 ± 3,6; 107,2± 36), CoCrcad (1,2 ± 2,2; 107,5± 26), CoCrUCci (11,8 ± 9,8; 124,7± 74), CoCrUCc (12,9 ± 11,0; 108,8± 85). Observaram-se diferenças estatísticas para medidas de desajuste vertical (p=0,000). O teste Mann-Whitney revelou diferenças estatísticas (p<0,05) entre todos os grupos, exceto entre CoCrUCci e CoCrUCc (p=0,619). Nenhuma diferença estatística foi observada para a passividade das infraestruturas. Em relação ao desajuste horizontal, os grupos ZirCAD e CoCrcad não apresentaram melhores valores em relação a CoCrUCci e CoCrUCc. Baseado nos resultados pode-se concluir que infraestruturas confeccionadas por tecnologia CAD/CAM obtiveram melhores valores de ajuste vertical que aquelas fabricadas pelo método da fundição, apesar disso, a passividade das infraestruturas não foi influenciada pela técnica de fabricação e material utilizado. O ajuste horizontal obtido pelas infraestruturas fabricadas por CAD/CAM não foi superior àquelas fabricadas por fundição. Uma menor variabilidade no ajuste vertical e na passividade foi observada quando infraestruturas foram fabricadas por tecnologia CAD/CAM
Abstract: The aim of this study was to compare the misfit vertical, horizontal and passivity of zirconia and cobalt-chromium frameworks fabricated for CAD / CAM technology and conventional method of casting. Sixteen frameworks in one-piece, were obtained from a metallic matrix containing three Brånemark compatible implants with regular platform (Titamax Cortical Ti, Neodent). Eight frameworks were fabricated by CAD / CAM system (NeoShape, Neodent): four in zirconia (ZirCAD) and four cobalt-chromium (CoCrcad). Eight other frameworks were obtained by conventional casting method: four cobalt-chromium with UCLA abutment premachined Co-Cr (CoCrUCci) and four cobalt-chromium with UCLA abutment castable (CoCrUCc). The fit vertical, horizontal and passivity by one-screw test were measured using scanning electron microscopy with magnification of 250x. Initially evaluated the passivity by one-screw test and subsequently to assess the vertical and horizontal misfit, tightened all the screws with a torque of 20 Ncm. Mean, standard deviation, minimum and maximum values were calculated for each group. Measurements of horizontal misfit were transformed into cumulative frequency for categorization of the variable and the group later comparison groups. To evaluate the existence of quantitative differences between the groups tested for vertical misfit and passivity, we used the Kruskal-Wallis test. The Mann-Whitney test was used to compare group to group statistical differences (p <0.05). Were observed the respective mean and standard deviation for vertical misfit and passivity in micrometers: ZirCAD (5.9 ± 3.6, 107.2 ± 36), CoCrcad (1.2 ± 2.2, 107.5 ± 26 ), CoCrUCci (11.8 ± 9.8, 124.7 ± 74), CoCrUCc (12.9 ± 11.0, 108.8 ± 85). There were statistical differences in measures of vertical misfit (p = 0.000). The Mann-Whitney test revealed statistical differences (p <0.05) between all groups except between CoCrUCci and CoCrUCc (p = 0.619). No statistical difference was observed for the passivity. In relation to the horizontal misfit groups ZirCAD and CoCrcad did not show best values in relation to CoCrUCci and CoCrUCc. Based on the results it can be concluded that frameworks fabricated by CAD / CAM technology had better values of vertical fit than those manufactured by the casting method, nevertheless, the passivity was not influenced by manufacturing technique and material used. The horizontal fit obtained by frameworks manufactured by CAD / CAM was not superior to those manufactured by casting. A lower variability in vertical adjustment and passivity was observed when frameworks were fabricated by CAD / CAM technology
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17828
Appears in Collections:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DaniloGBF_DISSERT.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.