Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20999
Title: A mediação do professor na constituição da autoria em textos de alunos de Letras
Authors: Alencar, Hubeônia Morais de
Keywords: Ensino;Escrita;Mediação;Autoria;Formação inicial
Issue Date: 26-Oct-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: ALENCAR, Hubeônia Morais de. A mediação do professor na constituição da autoria em textos de alunos de Letras. 2015. 230f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: A produção textual em sala de aula tem sido objeto de diversas pesquisas na área da linguagem, há mais de três décadas, no Brasil. A recorrência da temática acontece geralmente no sentido de se apresentar o grande distanciamento existente entre o ensino de habilidades de escrita e o desempenho dos aprendizes ao escreverem. Nesta pesquisa, defendemos a tese de que, no processo de escrita em sala de aula, as ações mediadoras do professor no sentido de levar o aluno ao exercício da exotopia sobre os seus textos, encarando-a como uma etapa fundamental da sua produção, tem efeito significativo para o desenvolvimento da autoria desses textos. Nesse sentido, elegemos como foco de investigação a produção textual de alunos, no curso de Letras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN, com o propósito de estudar o caráter processual da escrita, a partir da mediação da professora. O objetivo maior desta pesquisa é analisar a (re)escrita de alunos do curso de graduação em Letras, a fim de compreender o processo de construção da autoria em seus textos e o efeito provocado pela mediação da professora nesse processo. Mais especificamente: a) analisar a mediação da professora como mecanismo para o desenvolvimento da autoria nos textos produzidos por alunos de Letras; b) depreender, a partir das diferentes versões do texto produzido, os efeitos da mediação da professora sobre a escrita dos alunos; e c) descrever as atividades de produção textual em sala de aula, identificando as atitudes/posturas dos alunos ao assumirem uma tarefa de escrita. Dentre as vozes que trouxemos para dialogar conosco, destacamos as provenientes dos estudos bakhtinianos. Recorreremos às obras dos autores do denominado Círculo de Bakhtin, seja por eles mesmos (BAKHTIN/VOLOCHINOV, [1929] 2006; [1929] 2010; BAKHTIN, [1979] 2003; [1963] 2008; [1975] 2010a; [1965] 2010b; [1986] 2010c), seja através de seus debatedores (FARACO, 2009; PONZIO, 2010, 2012; GERALDI, 2010; OLIVEIRA, 2006, 2008a, 2008b, 2010, dentre outros), norteando-nos, principalmente, nas suas orientações sobre dialogismo, autor e autoria, e suas implicações conceituais: exotopia, acabamento, atividade estética, ato ético. Os dados foram constituídos em situação de ensino, envolvendo professora/pesquisadora e alunos do 5º Período de Letras/UERN. Para tanto, houve a aplicação de um Questionário Aberto-QA, discussão de textos, (re)escrita de um artigo. A leitura dos dados revelou pouca vivência dos sujeitos com a produção textual no curso, enquanto prática sistemática, rotineira, dialogada, cuja função social seja explorada. Geralmente, os textos são escritos em única versão e servem como avaliação para a aferição de notas. A análise dos dados nos coloca diante de alunos inseguros em relação ao que escrever, e com dificuldades de fazê-lo. Por outo lado, os movimentos de reescrita sobre os artigos analisados revelaram que os sujeitos manifestam atitude responsiva em relação às atividades de mediação, no sentido de atender à proposta de refacção. Apesar de alguns problemas permanecerem irresolutos e outros surgirem a cada versão do artigo, de um modo geral, consideramos que a mediação da professora teve efeito positivo sobre a escrita dos alunos, pois impulsionou o movimento exotópico do autor, algo imprescindível à produção de um texto. Todas as três formas de intervenção realizadas, em maior ou menor proporção, fizeram com que os sujeitos promovessem alterações nos seus artigos.
Abstract: Textual composition in classroom has been object of research in language studies along this last three decades in Brazil. This thematic recurrence occurs is a demonstration of the gap between writing skill teaching and learner‟s performance. In this research, we argue that during writing process in classroom, teachers‟ mediated actions guide students to the exotopic exercise on their texts, facing it as a fundamental phase of their composition, with meaningful effect for the development of textual authorship. In this sense, we have chosen as investigation focus the textual composition of Letters Students at Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN - to study writing processual characteristics, based on teacher‟s mediation. The main aim of this research is to analyze students‟ (re)writing along Letters Course, to comprehend the process of authorship construction in their texts and the effects resulted through teacher mediation in this process. More specifically, a) to analyze teacher mediation as a mechanism for authorship development in texts composed by Letters Students; b) to deduce, based on different versions of textual composition, the effects of teacher mediation on students‟ writing; and c) to describe compositional textual process in classroom, identifying students‟ attitudes/behaviors before writing task. We have brought several voices into the dialogue, among them we highlight those based on bakhtinian studies. Some of those authors are related to Bakhtin circle, by themselves (BAKHTIN/VOLOCHINOV, [1929] 2006; BAKHTIN, [1979] 2003; [1963] 2008; [1975] 2010a; [1986] 2010b), their debaters (FARACO, 2008, 2009a, 2009b, 2010; PONZIO, 2010, 2012; GERALDI, 2010a; 2010b OLIVEIRA, 2006, 2008a, 2008b, 2010, among others), to guide us, mainly, on dialogism, author and authorship, and their conceptual implications: exotopy, finishing, esthetic activity, and ethical act. Data was constituted in teaching situation, involving teacher/researcher and 5th Term Letters/UERN students. Therefore, we have submitted an open questionnaire, textual discussion, and an article (re)writing. Data analysis has revealed subjects‟ little experience with writing composition in the Course, as a systematic practice, in their routine, dialogued, whose social function is explored. The texts are generally written in a single version and useful only to receive a score. Data analysis show insecure students in relation the writing, and with many difficulties to do it. On the other hand, writing movements, on the analyzed articles, have revealed that the subjects show a responsive attitude in relation to the mediated activities, to respond rewriting proposal. Despite some problems remain unsolved and many others emerge in each version of the article, in general, we consider that teacher mediation had a positive effect on student writing, considering that it boosted the author exotopic movement, something indispensable to compose a text. The three interventions carried out, in some way, provided opportunity for the subjects to modify their article.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20999
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HubeoniaMoraisDeAlencar_TESE.pdf2.47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.