Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21000
Title: A responsabilidade enunciativa em artigos científicos de pesquisadores iniciantes e contribuições para o ensino da produção textual na graduação
Authors: Bernardino, Rosângela Alves dos Santos
Keywords: Reponsabilidade enunciativa;Artigo científico;Pesquisador iniciante;Ensino de gêneros acadêmicos-científicos;Produção textual
Issue Date: 1-Dec-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BERNARDINO, Rosângela Alves dos Santos. A responsabilidade enunciativa em artigos científicos de pesquisadores iniciantes e contribuições para o ensino da produção textual na graduação. 2015. 271f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: A tese investiga as estratégias de materialização da (não) assunção da responsabilidade enunciativa e de inscrição de uma voz autoral em artigos científicos produzidos por pesquisadores iniciantes da área de Letras. O foco específico consiste em identificar, descrever e interpretar: i) as marcas linguísticas que assinalam a responsabilidade enunciativa; ii) os posicionamentos assumidos pelo primeiro locutor-enunciador (L1/E1) em relação a pontos de vista (PdV) imputados a enunciadores segundos (e2); e iii) as marcas linguísticas que assinalam a formulação de PdV próprios. Como desdobramento prático, propõe-se discutir sobre possibilidades de ensino do manejo de estratégias textual-discursivas referentes à responsabilidade enunciativa e à autoria em textos acadêmico-científicos. O corpus constitui-se de 08 artigos científicos selecionados em um periódico especializados da área de Letras, avaliado pelo Qualis/CAPES. A metodologia utilizada segue os procedimentos da pesquisa qualitativa, de base interpretativa, com apoio na abordagem quantitativa. Teoricamente, fundamenta-se nos postulados da Análise textual dos discursos (ATD), em diálogo com estudos do campo enunciativo. Os resultados da análise evidenciam dois movimentos na gestão dos PdV: a imputação e a responsabilização. Nos contextos de imputação, os mecanismos linguísticos mais mobilizados foram o discurso direto, o discurso indireto, o discurso direto com “que”, a modalização em discurso segundo (em enunciados com “conforme”, “de acordo com”, “para”), além de certos pontos de não-coincidências do dizer, especificamente a não-coincidência do discurso consigo mesmo. O funcionamento dessas marcas linguísticas nos textos aponta para três posicionamentos enunciativos assumidos por L1/E1 em relação aos PdV de e2: o acordo, o desacordo e uma pseudoneutralidade. Foi recorrente a imputação seguida de acordo (explícito ou não), o que coloca as vozes alheias na defesa de um dizer assumido como próprio. Nos contextos de responsabilização, observamos indícios da formulação de PdV próprios, resultantes de constatações teóricas assumidas pelo pesquisador iniciante (revelando o como ele interpretou conceitos da teoria) ou advindos dos dados de sua pesquisa, permitindo-lhe expressar-se com mais autonomia, sem a recorrência de palavras de um segundo locutor-enunciador. Com base nestes dados, podemos dizer que os textos dos pesquisadores iniciantes configuram uma autoria fortemente dependente de PdV e de palavras do outro (a teoria e os autores citados), tendo em vista os muitos contextos de imputação com acordo, os PdV formulados com palavras tomadas de e2 e assumidos como próprios por integração sintática, as poucas constatações e comentários críticos particulares sobre o que esse outro diz, a ausência de explicações e acréscimos, além de uma análise de dados que também vai ao encontro da validade da teoria adotada. Esses resultados permitem visualizar o modo como o pesquisador iniciante dialoga com as fontes enunciativas mobilizadas como apoio teórico e como, no olhar sobre os dados, exibe a condição de um sujeito fazendo-se pesquisador/autor no campo científico. Ao assumir a citação como um recurso que permite assinalar a responsabilidade enunciativa e evidenciar os posicionamentos do locutor-enunciador em relação aos PdV reportados, a pesquisa aponta sugestões para um tratamento textual-discursivo das operações de citação no texto acadêmico-científico, em um contexto de ensino que dê atenção ao desenvolvimento de habilidades comunicativas do pesquisador iniciante e melhor contribua para este se inserir e interagir no campo científico.
Abstract: This thesis investigates materialization strategies of non-assumption of enunciation responsibility and inscription of an authorial voice in scientific articles produced by initial researchers in Linguistics. The specific focus lays on identify, describe and interpret: i) linguistics marks that assign enunciation responsibility; ii) the positions taken by the first speaker-enunciator (L1/E1) in relation to points of view (PoV) imputed to second enunciators (e2); and iii) the linguistic marks that assign the formulation of themselves' PoV. As a practical deployment, it is proposed to discuss how to teach taking into account text discursive strategies regarding to enunciation responsibility and also authorship in academic and scientific texts. Our research corpus is formed by eight scientific essays and they were selected in a renamed Linguistics scientific magazine which is high evaluated by Qualis/CAPES (Brazil Science Agency). The methodology follows the assumptions of a qualitative research, and an it has such an interpretative basis, even though it takes support in a quantitative approach, too. Theoretically, we based this research on Textual Analysis of Speech and linguistics theories about linguistic enunciation area. The results show two kinds of movements in PoV management: imputation and responsibility. In imputation contexts, the most recursive linguistic marks were reported speech, indirect speech, reported speech with “that”, modalization in reported speech (in enunciation with “according to”, “in agreement with”, “for”), beyond that we see certain points of non-coincidences of speech, specifically the non-coincidence of the speech itself. The way those linguistic marks occur in the text point out three kinds of enunciation positions that are assumed by L1/E1 in relation to PoV of e2: agreement, disagreement and a pseudo neutrality. It was clearly recursive the imputation followed by agreement (explicit or not), this perspective puts other’s voices to defend a speech assumed like own authorship. In speech responsibility contexts, we observed such a formulation of inner PoV that results from theoretical findings undertaken by novice researchers (revealing how he/she interpreted concepts of the theory) or arising from their research data, allowing them to express with more autonomy and without reporting to speeches from e2. Based on those data, we can say that, in text by initial researchers, the authorship is strongly built upon PoV and also dependent from others' words (theory and the scholars quoted there), taking into account that many contexts in which we can observe agreement position, PoV formulations with words taken from e2 and assumed as own words by syntactic integration, the comments about what the other says, the absence of explanations and additions, as well as a data analysis that could show agreement with the theory used to support the work. These results allow us to visualize how initial researcher dialogs with the theoretical enunciation sources he or she takes as support and how he/she displays the status of a subject doing a research and positioning himself/herself as a researcher/author in the scientific field. In assuming the reported speech, when quoting, as a resource that allows the enunciation responsibility and also when doing evidence to the positions of speaker-enunciator in relation do reported PoV, this suggests to a textual-discursive treatment of quoting in academic and scientific text, in a context of teaching that gives attention to the development of communication skills of initial researcher and that can contribute to insert and interact students in the scientific field.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21000
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RosangelaAlvesDosSantosBernardino_TESE.pdf2,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.