Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21002
Title: Métodos de avaliação nutricional para a suplementação oral com zinco em crianças pré-púberes não deficientes em zinco
Authors: Lopes, Márcia Marilia Gomes Dantas
Keywords: Suplementação de zinco;Análise do vetor de impedância bioelétrico;Ângulo de fase;Avaliação dietética;Criança
Issue Date: 19-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: LOPES, Márcia Marilia Gomes Dantas. Métodos de avaliação nutricional para a suplementação oral com zinco em crianças pré-púberes não deficientes em zinco. 2016. 53f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Existem muitos métodos de avaliação nutricional, porém a maioria possui limitações, especialmente para a avaliação de intervenção nutricional. O consumo inadequado de energia e/ou nutrientes podem ter uma influência prejudicial à saúde das crianças, comprometendo significativamente o crescimento e desenvolvimento deste grupo etário. O zinco é um microelemento essencial, contribuindo para o crescimento, desenvolvimento e composição corporal de crianças. Diante disso, a avaliação nutricional em crianças é uma ferramenta essencial na prática clínica, pois é importante para monitorar a saúde e estado nutricional. Assim, esse trabalho objetivou avaliar métodos de avaliação nutricional para a suplementação oral com zinco em crianças não deficientes em zinco, utilizando a antropometria, medidas bioelétricas, consumo alimentar e dados bioquímicos. Realizou-se um estudo controlado, randomizado, triplo-cego. As crianças, entre 8 e 9 anos, foram divididas em um grupo controle (10% de sorbitol, n = 31) e um grupo experimental (10 mg Zn/dia, n = 31) durante 3 meses. Avaliação antropométrica, bioelétrica, alimentar e laboratorial foi feita no início e no final do estudo em todas as crianças. Foi utilizado o GraphPad Prism software para as análises estatísticas, BIVA software 2002 para as medidas biolétricas, NutWin software 1.5 para avaliação dietética e o zinco sérico foi medido por espectrofotometria de absorção atômica. Nosso estudo mostrou: (1) aumento do índice de massa corporal por idade e aumento do ângulo de fase no grupo experimental; (2) correlação positiva entre os parâmetros de avaliação nutricional em ambos os grupos; (3) aumento de tecido mole e, principalmente, massa livre de gordura, na composição corporal do grupo experimental, determinado pela análise do vetor de impedância bioelétrico e ângulo de fase; (4) aumento do consumo de todos os nutrientes no grupo experimental; (5) e aumento da concentração de zinco no soro em ambos os grupos (p < 0.0001). A suplementação foi benéfica, pois o zinco melhorou a composição corporal sem ganho de massa gorda, observada a partir da interpretação combinada de todos os métodos. Devido a não existência de referência concernente à BIVA para estudos de intervenção, são necessários dados longitudinais para investigar a migração de vetores durante a suplementação com zinco. Estes resultados reforçam a importância da utilização de várias técnicas para avaliar o estado nutricional das populações, principalmente se submetido a algum tipo de intervenção.
Abstract: Background: Zinc is an essential nutrient that is required for numerous metabolic functions, and zinc deficiency results in growth retardation, cellmediated immune dysfunction, and cognitive impairment. Objective: This study evaluated nutritional assessment methods for zinc supplementation in prepubertal nonzinc- deficient children. Design: We performed a randomised, controlled, triple-blind study. The children were divided into a control group (10% sorbitol, n = 31) and an experimental group (10 mg Zn/day, n = 31) for 3 months. Anthropometric and dietary assessments as well as bioelectrical measurements were performed in all children. Results: Our study showed (1) an increased body mass index for age and an increased phase angle in the experimental group; (2) a positive correlation between nutritional assessment parameters in both groups; (3) increased soft tissue, and mainly fat-free mass, in the body composition of the experimental group, as determined using bioelectrical impedance vector analysis; (4) increased consumption of all nutrients, including zinc, in the experimental group; and (5) an increased serum zinc concentration in both groups (p < 0.0001). Conclusions: Given that a reference for body composition analysis does not exist for intervention studies, longitudinal studies are needed to investigate vector migration during zinc supplementation. These results reinforce the importance of employing multiple techniques to assess the nutritional status of populations.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21002
Appears in Collections:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MétodosAvaliacaoNutricional_Lopes_2016.pdf2,88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.