Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21396
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFurtado, Hélio Dias-
dc.date.accessioned2016-09-27T15:08:12Z-
dc.date.available2016-09-27T15:08:12Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationFURTADO, Hélio Dias. José Bezerra Gomes e a agonia da masculinidade. In: SANTOS,Derivaldo dos; GALVÃO, Marise Adriana Mamede de; DIAS, Valdenides Cabral de Araújo. (Orgs.). Dizeres Díspares: ensaios de literatura e linguística. João Pessoa: Ideia, 2010pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21396-
dc.languageporpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectOs brutos - ROmancept_BR
dc.subjectMasculinidadept_BR
dc.subjectJosé Bezerra Gomes - Escritorpt_BR
dc.titleJosé Bezerra Gomes e a agonia da masculinidadept_BR
dc.typebookPartpt_BR
dc.description.resumoNesse artigo, fazemos uma análise do romance Os Brutos, do escritor potiguar José Bezerra Gomes, publicado originalmente em 1938. Observamos o padrão de masculinidade da cidade onde a estória se passa e como os personagens masculinos se adaptam ou se desviam desse padrão. Analisamos também o efeito que esse padrão masculino tem sobre a vida das mulheres daquela comunidade e se há uma possível alternativa àquela realidade para o protagonista. Enfim, tentamos interpretar o título do romance em função da maneira como as questões de gênero são discutidas no romance.pt_BR
Appears in Collections:FELCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOSÉ GOMES BEZERRA E A AGONIA DA MASCULINIDADE.pdfagonia da masculinidade153,12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.