Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21473
Title: Formulação e caracterização de compósitos cimentícios leves aplicados a silos prefabricados
Authors: Gomes Filho, Tarcísio Santiago
Keywords: Concreto estrutural leve reforçado com fibras;Permeabilidade;Argila expandida;Fibras de polipropileno;Fibras de aço
Issue Date: 29-May-2015
Citation: GOMES FILHO, Tarcísio Santiago. Formulação e caracterização de compósitos cimentícios leves aplicados a silos prefabricados. 2015. 78f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Os silos de armazenamento são utilizados para estocagem de produtos por um determinado período. Alimentos armazenados não podem sofrer variações bruscas de temperatura, o que impede a utilização de silos metálicos em regiões tropicais. Com isso, são comumente fabricados em concreto, diminuindo a troca de calor do meio externo com o interior. Diferente do concreto convencional, o concreto leve apresenta massa específica aparente reduzida e bom isolamento térmico. O objetivo deste trabalho foi obter formulações de concreto leve reforçado com fibras de aço e polipropileno, passíveis de aplicação na fabricação de silos para estocagem de grãos. Foram formulados traços contendo fibras de polipropileno e traços contendo a fibra polimérica em conjunto com a fibra de aço. Para todas as composições foram utilizadas as mesmas concentrações de aditivo plastificante e agregados. O agregado graúdo foi composto por duas graduações de argila expandida, a primeira entre 0 e 5 mm (AE-0500) e a segunda com graduação entre 6 e 15 mm (AE-1506). O agregado miúdo utilizado foi areia natural com módulo de finura de 2,31. O fator água / cimento (FAC) foi mantido em 0,40. Foi possível observar que a adição somada de 0,4% fibras de polipropileno e 0,6% fibra de aço ocasionou reduções significativas nos valores da porosidade total, índice de vazios e absorção de água por imersão, indicando redução na permeabilidade do compósito e provável aumento na durabilidade. Em contrapartida, o traço contendo 0,1% de fibras de polipropileno e 0,9% de fibra de aço, apresentou maiores valores de resistência à tração e de módulo de elasticidade. Todos os traços apresentaram resistência acima de 19,2 MPa e massa específica inferior a 1000 kg/m³, caracterizando-os como concretos estruturais leves.
Abstract: The storage bins are used for storage of products for a certain period. Food stored can not undergo sudden changes in temperature, which prevents the use of metal silos in tropical regions. Thus, they are commonly made of concrete, reducing the heat exchange from the external environment with the interior. Unlike conventional concrete, lightweight concrete has reduced bulk density and good thermal insulation. The aim of this study was to obtain lightweight concrete formulations reinforced with steel and polypropylene fibers could be applied in the manufacture of silos for grain storage. Traces were formulated containing polypropylene fibers and the polymer fibers containing traces together with steel fiber. For all compositions the same concentrations of additive plasticizer and aggregates were used. The coarse aggregate is composed of two grades of expanded clay, the first between 0 and 5 mm (EA-0500) and the second graduation with between 6 and 15 mm (EA-1506). The fine aggregate used was natural sand with fineness modulus of 2.31. The factor water / cement (FAC) was maintained at 0.40. It was observed that the addition plus 0.4% polypropylene fibers and 0.6% steel fiber resulted in significant reductions in the values of total porosity, void ratio and water absorption, indicating a reduction in the permeability of the composite and probable increased durability. In contrast, the dash containing 0.1% of polypropylene fibers and 0.9% of steel fiber showed the highest values of tensile strength and modulus of elasticity. All traits showed resistance above 19.2 MPa and density less than 1000 kg / m³, characterizing them as lightweight structural concrete.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21473
Appears in Collections:PPGCEM - Mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FormulacaoCaracterizacaoCompósitos_GomesFilho_2015.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.