Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22088
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCosta, Ivaneide Alves Soares da-
dc.contributor.authorSantos, Adriana de Souza-
dc.date.accessioned2017-02-24T00:21:13Z-
dc.date.available2017-02-24T00:21:13Z-
dc.date.issued2016-06-30-
dc.identifier.citationSANTOS, Adriana de Souza. Espaços formais de ensino: contribuições de uma ação formativa para a prática de professores de ciências. 2016. 195f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22088-
dc.description.abstractSpaces Non-Formal Education (SNFE), when properly exploited, tend to allow the development of values, skills and abilities in teaching and learning science process, and promote the approach of the public with scientific knowledge, able to assist them to understand various aspects of the world around them. Considering this perspective, become important to train teachers qualified to conduct activities in SNFE in order to promote meaningful learning in their students. This research aims to promote the continued training of science teachers, municipal school Natal/RN on the use of SNFE as a complement to school, increasing their views on these spaces, aimed at learning curriculum content, the light of the significant learning, with an emphasis on innovative teaching approaches and scientific dissemination. The methodological approach involves the design, implementation and analysis of a training activity consists of four steps: (i) construction of the Didactic Potential Analysis Script SNFE (DPASSNFE); (ii) identification of the perceptions of teachers on SNFE and innovative teaching approaches in teaching practice; (iii) presentation of content in dialogic explanations and experiences in ENFE; (iv) analysis of the training workshop process from learning expression and impact of teachers' pedagogical practice. The descriptive qualitative analysis research includes how data collection the questionnaire, semi-structured interviews, written records and participant observation. The content analysis was used to describe, interpret and understand the meanings of the data. The results show that the use of SNFE teachers, despite being present in their teaching practice, is performed based on misconceptions related to the difficulty of planning activities in these areas, and difficulties in the use of innovative strategies and educational approaches. Regarding the analysis of the educational process in teaching practice, it was found that, from the training and experiences, there was a range in the change in teaching practice, and consequently overcoming obstacles to practical activities in SNFE. However, initial training contemplate the use of non-formal spaces in your curriculum is emphasized that it is necessary, in order to overcome these difficulties in future teaching practice. As a product of this research elaborated a Didactic Potential Analysis Script SNFE (DPASSNFE), an instrument that measures the educational potential SNFE to assist and direct the planning of science classes in these spaces, and a Didactic Guide containing aspects related to use of non-formal settings, and suggestions sequences of activities in SNFE experienced this research.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.relationRoteiro de análise do potencial didático de espaços não formais de ensinopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEducação em espaços não formaispt_BR
dc.subjectFormação continuadapt_BR
dc.subjectPrática docentept_BR
dc.subjectAbordagens didáticaspt_BR
dc.subjectDivulgação científicapt_BR
dc.titleEspaços formais de ensino: contribuições de uma ação formativa para a prática de professores de ciênciaspt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFRNpt_BR
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICApt_BR
dc.contributor.authorIDpt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5455638143735292-
dc.contributor.advisorIDpt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2971840301895348-
dc.contributor.referees1Almeida, Elinei Araújo de-
dc.contributor.referees1IDpt_BR
dc.contributor.referees1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3865714707038562-
dc.contributor.referees2Guimarães, Ivanise Cortez de Sousa-
dc.contributor.referees2IDpt_BR
dc.contributor.referees3Dias, Márcia Adelino da Silva-
dc.contributor.referees3IDpt_BR
dc.contributor.referees3Latteshttp://lattes.cnpq.br/9674492903954108-
dc.description.resumoOs Espaços Não Formais de Ensino (ENFE), quando adequadamente explorados, tendem a permitir o desenvolvimento de valores, competências e habilidades no processo de ensino-aprendizagem de Ciências, além de promover a aproximação do público com conhecimentos científicos, capazes de auxiliá-los a compreender diversos aspectos do mundo que os cerca. Considerando esta perspectiva tornar-se importante formar professores habilitados para realizarem atividades em ENFE de forma que promova a aprendizagem significativa a seus alunos. A presente pesquisa tem como objetivo promover a formação continuada de professores de Ciências, da rede municipal de ensino de Natal/RN, sobre o uso de ENFE como complemento à escola, ampliando suas concepções sobre esses espaços, visando a aprendizagem de conteúdos curriculares, à luz da aprendizagem significativa, com ênfase em abordagens didáticas inovadoras e divulgação científica. O percurso metodológico envolve a elaboração, aplicação e análise de uma ação formativa constituída em quatro etapas: (i) construção do Roteiro de Análise do Potencial Didático de ENFE (RAPDENFE); (ii) identificação das percepções dos professores sobre ENFE e abordagens didáticas inovadoras na prática docente; (iii) apresentação do conteúdo em explanações dialógicas e vivências em ENFE; (iv) análise do processo formativo da oficina a partir da expressão da aprendizagem e da repercussão da prática pedagógica dos docentes. A pesquisa de análise qualitativa descritiva inclui como coleta de dados a aplicação de questionário, entrevistas semiestruturadas, registros escritos e a observação participante. A análise de conteúdo foi utilizada para descrever, interpretar e compreender os significados dos dados. Os resultados evidenciam que o uso de ENFE pelos professores, apesar de estar presente em sua prática docente, é realizado com base em concepções equivocadas relacionadas à dificuldade de planejamento das atividades nesses espaços, além de dificuldades quanto à utilização de estratégias e abordagens didáticas inovadoras. Em relação à análise do processo formativo na prática docente, constatou-se que, a partir da formação e das vivências, houve um alcance na mudança na prática docente, e consequentemente superação dos obstáculos para prática de atividades em ENFE. Contudo, enfatiza-se que se faz necessário uma formação inicial que contemple o uso de espaços não formais em sua grade curricular, como forma de superar essas dificuldades enfrentadas na prática docente futura. Como produto desta pesquisa elaborou-se um Roteiro de Análise do Potencial Didático de ENFE (RAPDENFE), instrumento que avalia o potencial didático de ENFE para auxiliar e direcionar o planejamento de aulas de Ciências nestes espaços, além de um Guia Didático contendo aspectos relacionados ao uso de espaços não formais, e com sugestões de sequências de atividades em ENFE vivenciadas nessa pesquisa.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::MATEMATICA: ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICApt_BR
Appears in Collections:PPGECNM - Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AdrianaDeSouzaSantos_DISSERT.pdf6,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Produtoeducacional_Santos_2016(1).pdf379,44 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Produtoeducacional_Santos_2016(2).pdf193,3 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.