Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22261
Title: O discurso higienista para os Grupos Escolares na legislação educacional do RN (1908-1925)
Authors: Amorim, Hananiel de Souza
Keywords: Discurso higienista;Higienismo;Legislação educacional;Grupos escolares
Issue Date: 29-Jul-2016
Citation: AMORIM, Hananiel de Souza. O discurso higienista para os Grupos Escolares na legislação educacional do RN (1908-1925). 2016. 110f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: Esta Dissertação tem por objetivo investigar a presença do discurso higienista para os Grupos Escolares na legislação educacional do Rio Grande do Norte, no período compreendido entre 1908-1925. Para tanto, partimos da hipótese de que a influência do discurso higienista na legislação expressa um projeto de modernização na sociedade que se vincula através dos Grupos Escolares. Quanto ao referencial teórico-metodológico adotamos como instrumento para o trabalho investigativo as teorizações de Michel Foucault para análise do discurso presente na legislação educacional norte-rio-grandense, considerando compreensão da relação de discurso e poder a partir do caráter regulador da legislação; e também os conceitos de normalização e biopolítica. As principais fontes foram: Leis, Decretos, Relatórios, Mensagens Governamentais, Regulamentos, Regimentos e os Programas de ensino. Dessa maneira, constatamos que a prática discursiva que se examinou na legislação norte-rio-grandense, foi um meio para compreender o momento sócio-político, histórico e educacional permeados por relações de poder que buscava utilizar os Grupos escolares como dispositivos higienistas para contribuírem com a erradicação dos problemas herdados do regime monárquico e transformar os indivíduos em cidadãos disciplinados, dóceis, civilizados, fortes, saudáveis, higienizados, higienizadores para uma nação civilizada , moderna.
Abstract: This thesis aims to investigate the presence of the hygienist discourse for School Groups in educational legislation of Rio Grande do Norte, in the period 1908-1925. The starting point was the hypothesis that the influence of the hygienist discourse on legislation expresses a modernization project in society that is linked through the School Groups. As for the theoretical framework adopted as a tool for investigative work the theories of Michel Foucault for discourse analysis present in the north of Rio Grande educational legislation, considering understanding of discourse and power connection from the regulatory nature of the legislation; and also the concepts of standardization and biopolitics. The main sources were: Laws, Decrees, Reports, Government Posts, Regulations, Regiments and educational programs. Thus, we see that the discursive practice that was examined in the north of Rio Grande legislation was a means to understand the socio-political situation, historical and educational permeated by power relations that sought to use school groups such as hygienists devices to contribute the eradication of the problems inherited from the monarchy and transform individuals into disciplined citizens, gentle, civilized, strong, healthy, sanitized, sanitizers for a civilized, modern nation.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22261
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HananielDeSouzaAmorim_DISSERT.pdf5.36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.