Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22587
Title: Imagens em claro/escuro: o cenário do estágio não obrigatório na formação inicial de graduandas dos Cursos de Pedagogia
Authors: Costa, Leide Dayana Pereira de Freitas
Keywords: Formação inicial docente;Estágio não obrigatório;Docência na educação infantil
Issue Date: 15-Dec-2016
Citation: COSTA, Leide Dayana Pereira de Freitas. Imagens em claro/escuro: o cenário do estágio não obrigatório na formação inicial de graduandas dos Cursos de Pedagogia. 2016. 177f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O objeto de estudo desta dissertação, trata acerca da formação inicial docente de graduandas dos cursos de Pedagogia enquanto estagiárias, no contexto do estágio não obrigatório em uma instituição de Educação Infantil pública, no município de Parnamirim, no estado do Rio Grande do Norte. As motivações que justificam esta pesquisa partem da minha experiência formativa inicial enquanto estagiária no contexto do estágio não obrigatório; da vivência atual como professora da educação infantil que recebe estagiárias dos cursos de Pedagogia na modalidade do estágio não obrigatório e da verificação quanto à escassez, na área da educação, de pesquisas sobre o objeto em questão. Ante ao exposto, defini como objetivo investigar de que maneira o estágio não obrigatório contribui no percurso formativo inicial docente de graduandas dos cursos de Pedagogia, que atuam na etapa da Educação Infantil. Destaco que a dissertação é tecida através da metáfora da pintura. Como referencial oriento-me nas ideias de Freire (1996, 2015), Ramalho, Núñez e Gauthier (2004) e Imbernón (2009), dentre demais estudiosos, para examinar as questões sobre formação; nos escritos de Pimenta (2012; 2014) e Zabalza (2014) acerca do estágio e ao que Oliveira-Formosinho e Kishimoto (2002), Oliveira (2010) e Kramer (2011) e distintos estudiosos abordam sobre a docência na Educação Infantil. Elegi os seguintes documentos para consulta e análise: a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (BRASIL, 1996), as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Pedagogia (BRASIL, 2006), a Lei nº 11.788 (BRASIL, 2008) ou Lei do Estágio no Brasil (como é comumente chamada) e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada (BRASIL, 2015). Com base na abordagem qualitativa, inspirada na etnografia e sustentada pela metodologia da Entrevista Compreensiva (Kaufmann, 2013), optei por uma pesquisa que adentrasse a realidade investigada, a qual se deu em um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), no município de Parnamirim/RN, tendo como interlocutoras da pesquisa quatro estagiárias. Os procedimentos que utilizei forama observação no lócus; a aplicação de questionários, construção de Diário de campo e a realização de entrevistas. Tais procedimentos ocorreram no ano de 2015, mais especificamente, no decorrer do segundo semestre. Algumas das imagens em claro/escuro, a partir dos dados construídos, dizem respeito à relação complexa entre o agir e o observar na prática das estagiárias; ao papel social ocupado pelas estagiárias da modalidade do estágio não obrigatório; as relações de poder existentes entre as estagiárias e as professoras, bem como com os demais atores da escola; as diferenças que demarcam o estágio curricular e o estágio não obrigatório e a ausência de uma coordenação ou orientação por parte das instituições de ensino no estágio não obrigatório. Ainda, nos discursos apreendidos durante as entrevistas percebi que para as estagiárias existe uma visão, em face dos elementos que compõem o ser professora na Educação Infantil, os quais ultrapassam os conhecimentos acadêmicos e que contemplam de maneira significativa as suas experiências de vida.
Abstract: The research subjectof this dissertation deals with the initial teacher training of undergraduate courses in Pedagogy as intern, in the context of the non-compulsory internship at public elementary school, in Parnamirim township, in Rio Grande do Nortestate. The motivations which justify this research from my initial formative experience as anintern in the context of the non-compulsory internship; from current experience as ankindergarten teacherthat receives Pedagogy courses’ interns in the modality of the non-compulsory internship, and verification of the shortage, in the field of education, of research on the subject in question. All things considered, I set to investigate how non-compulsory internship contributes to initial teacher training course for graduation students of Pedagogy, who works in the stage of elementary school.I emphasize that the dissertation is woven through the metaphor of painting.As a reference, I focus on ideas of Freire (1996, 2015), Ramalho, Núñez and Gauthier (2004) and Imbernón (2009), among other scholars, to examine the training matters; in the writings of Pimenta (2012; 2014) and Zabalza (2014) about the internship and what Oliveira-Formosinho and Kishimoto (2002), Oliveira (2010) and Kramer (2011) and different scholars deal with teaching in elementary school.I have chosen the following documents for consultation and analysis: the Lei de Diretrizes e Bases da Educação (BRASIL, 1996), the Diretrizes Curriculares Nacionais for Pedagogy courses (BRASIL, 2006), the Lei nº 11.788 (BRASIL, 2008) or Lei do Estágio no Brasil (as it is commonly called) and the Diretrizes Curriculares Nacionais for initial training on the higher education(degree courses, pedagogic training courses for newly graduated and second degree courses) and for continuing education (BRASIL, 2015).Based on the qualitative approach, inspired by ethnography and supported by the Comprehensive Interview (Kaufmann, 2013), I went for a research that penetrated the reality investigated, which happened at Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), In the municipality of Parnamirim/RN, having as interlocutors of the research four interns.The procedures I used were observation in lócus; the application of questionnaires, construction of field diary and interviews.These procedures occurred in 2015, more specifically, during the second semester.Some of the light/ dark pictures, based on the constructed data, relate to the complex relationship between acting and observation in the interns’ practice; to the social role occupied by interns of the non-compulsory internship modality; the power relations existing between the interns and the teachers, as well as with the other school’s protagonists; the differences delimit the curricular internship and the non-compulsory internship and the absence of coordination or orientation by educational institutionsin non-compulsory internship. Yet, in the speeches apprehended during the interviews I have realized that for the intern there is a point of view, in the face of the elements that make up being a kindergarten teacher, which surpass academic knowledge and that significantly contemplate their life experiences.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22587
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeideDayanaPereiraDeFreitasCosta_DISSERT.pdf2.25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.