Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/24089
Title: Efeito da técnica de revascularização pulpar sobre a coloração coronária
Authors: Duarte, Evelynn Crhistyann Medeiros
Keywords: Agentes antibacterianos;Amoxicilina;Descoloração do dente;Revascularização
Issue Date: 19-Jul-2017
Citation: DUARTE, Evelynn Crhistyann Medeiros. Efeito da técnica de revascularização pulpar sobre a coloração coronária. 2017. 50f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A técnica de revascularização pulpar possibilita a reativação da formação radicular, mas clinicamente observa-se a descoloração coronária. Desta forma, o presente estudo objetivou analisar em qual ou quais etapas desse tratamento ocorre a mudança de coloração. Trata-se de um estudo experimental in vitro, no qual foram utilizados 75 incisivos bovinos (n=15), divididos em 5 grupos: GP- protocolo completo, GA- pasta tripla antibiótica, GS- sangue, GW- WMTA e GC- soro (controle). A avaliação da cor foi realizada com o aparelho Easyshade®, através dos parâmetros do CIE-L*a*b*. As leituras foram executadas em triplicata para cada amostra e realizadas antes e após a primeira sessão, com 24, 48, 72 horas, antes e após a segunda sessão, com 24, 48, 72 horas, um mês e três meses após a realização do protocolo. Para a análise estatística foi utilizado o teste de análise de variância Split-plot, tendo o valor médio em todos os grupos sofrido ajustes de Bonferroni, com nível de significância de 95%. Para análise intergrupo e intragrupo, foram feitas as comparações estatísticas pelo teste ANOVA com o Post Hoc de Tukey. De acordo com a comparação multivariada, considerando a média total do grau de escurecimento, os grupos sangue e protocolo apresentaram maior grau de escurecimento (p<0,05). Na análise intergrupos, o grupo contendo sangue apresentou aumento no grau de escurecimento a partir de 15 dias até três meses (p<0,05) e o grupo protocolo apresentou descoloração coronária no primeiro e terceiro mês em relação aos demais grupos (p<0,05). Na análise intragrupos, os grupos antibiótico e WMTA apresentaram uma diminuição no grau de escurecimento com 15 dias em relação ao baseline (p<0,05) e posteriormente mantiveram-se estáveis, o grupo contendo sangue após 15 dias teve um aumento (p<0,05) e o grupo protocolo demonstrou uma descoloração coronária após a colocação do sangue e do WMTA no conduto, apresentando diferença do baseline no terceiro mês (p<0,01). Assim, concluiu-se que sangue é o principal causador do escurecimento dentário na técnica de revascularização pulpar, presente no momento da indução do coágulo.
Abstract: The pulp revascularization technique allows the reactivation of the root formation, however clinically the coronary discoloration it’s noted. So, the present study aimed to analyze in which stage or stages of this treatment the color change occurs. It is an experimental in vitro study where 75 bovine incisors (n=15), divided in 5 groups: GP- complete protocol, GA- triple antibiotic paste, GS- blood, GW- WMTA, GC- serum (control). The color evaluation was performed with the Easyshade® device, with the CIE-L*a*b* parameters. And the readings were performed in triplicate for each group, before and after the first session, after 24, 48 and 72 hours, one and three months after the protocol exexution. The Statistical analysis was performed using the split-plot analysis of variance test, and the average value in all groups was adjusted by Bonferroni, with a significance level of 95%. For intergroup and intragroup analysis, the statistical comparisons were made through the ANOVA test with the Tukey Post Hoc. According to the multivariate comparison, considering the total average of the degree of darkening, the blood and protocol groups presented more significant darkening (p<0.05). In the intergroup analysis, the group containing blood presented a higher darkening degree from 15 days to three months (p<0,05) and the protocol group presented coronary discoloration on the first and third months in relation to the other groups (p<0,05). In the intragroup analysis, the antibiotic and WMTA groups presented a decrease on the darkening in 15 days compared to the baseline (p<0,05) and then remained stable, the group containing blood had an increase after 15 days (p<0,05) and the protocol group, in 15 days showed coronary discoloration after the introduction of blood on the root canal, showing variation to the baseline on the third month (p<0,01). So, it was concluded that the blood, present on the induction of the clot, is the main cause of dental darkening on the pulp revascularization technique execution.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24089
Appears in Collections:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EvelynnCrhistyannMedeirosDuarte_DISSERT.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.