Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/25796
Title: Ocupação do solo e mudanças na paisagem na área de proteção ambiental de Jenipabu (APAJ)
Authors: Batista, Ivaniza Sales
Keywords: Área de Proteção Ambiental de Jenipabu;Uso e ocupação do solo;Mudanças na paisagem
Issue Date: 26-Mar-2018
Citation: BATISTA, Ivaniza Sales. Ocupação do solo e mudanças na paisagem na área de proteção ambiental de Jenipabu (APAJ). 2018. 135f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: As regiões litorâneas são espaços bastante dinâmicos e complexos, suas particularidades físicas e genéticas apresentam elevada fragilidade natural, acentuada pelos graus de interferência antrópica e condicionada pela resiliência ambiental. A construção de infraestrutura urbana sobrepostos a campos de dunas e ecossistemas associados desestabiliza o equilíbrio entre fluxos de matéria e energia (entre eles) e ocasiona a conformação de mudanças na paisagem local. É neste contexto que se insere a Área da Proteção Ambiental de Jenipabu (APAJ), localizada no Rio Grande do Norte (RN), enquadrada no grupo de unidades de conservação (UC's) de uso sustentável, permite o uso direto dos seus recursos e potencialidades, aumentando a probabilidade de degradação dos seus ecossistemas, em conformidade com os usos e as formas de ocupação do solo. Caracterizada pela diversidade dos seus aspectos físico-naturais, sobressaindo ecossistemas de praias, dunas, manguezal e tabuleiros. As atividades econômicas desenvolvidas estão baseadas na pesca, agricultura de subsistência, agropecuária e no turismo, sendo este último, de grande expressividade local e responsável por significativas alterações na dinâmica e conformação paisagística. Assim, esta pesquisa procurou apreender as mudanças da paisagem decorrentes da ocupação humana em uma UC, apresentando como objetivo geral analisar as consequências do processo de ocupação do solo na APAJ. A metodologia adotada baseou-se em pesquisas bibliográfica e de campo; produções cartográficas; aplicação do método da classificação por interpretação visual; e na análise geossistêmica das unidades da paisagem e da dinamicidade local. Assim, como resultados verificam-se na APAJ uma incisiva pressão e investimentos no setor turístico-imobiliário, concretizada por intermédio do aumento do fenômeno das segundas residências. Todavia, a expansão do espaço urbano em regiões litorâneas contribui para o desencadeamento de mudanças contundentes na sua geomorfologia e na dinâmica dos seus processos, representadas pela redistribuição dos campos de dunas e da planície interdunar e o decréscimo espacial das praias marinhas e tabuleiros. Mudanças essas, ocasionadas tanto em consonância com a própria dinâmica natural de cada unidade geomorfológica, quanto em decorrência das ações antrópicas locais. Elenca-se, também, a propagação de impactos relevantes aos ecossistemas locais e a conformação de distintos conflitos de cunho socioespacial. O grande desafio dos gestores da APAJ e da sociedade como um todo é buscar a conciliação entre os usos e ocupação do solo e a conservação dos ecossistemas de dunas, restingas, praias, lagoas, tabuleiros, manguezais, matas e demais recursos naturais locais. Portanto, salienta-se a dinâmica peculiar da área em estudo em detrimento com as práticas sociais locais e a importância desempenhada por uma gestão participativa preocupada com a conservação dos seus recursos e a mediação de conflitos.
Abstract: The coastal regions are space quite dynamics and complexes, their physical and genetic peculiarities present high natural fragility, accentuated by degree of anthropogenic interference and conditioned by environmental resilience. The construction of urban infrastructure overlapping dune fields and associated ecosystems destabilizes the equilibrium between flux of matter and energy and leads to the conformation of changes in the local landscape. It is in this context that the Jenipabu's Environmental Protection Area, situated in Rio Grande do Norte (RN) - which belongs to the group of unity of conservation of sustainable use (UC's) -, allows the direct use of its resources and potentialities, increasing the probability of degradation of its ecosystems, in accordance with the use and the ways of land occupation. Characterized by the diversity of its physical-natural aspects, highlighting ecosystems of beaches, dunes, mangroves and tabuleiros. It has its economy based in the fishing, subsistence farming, agribusiness and tourism, the latter being of great expressiveness local and responsible by significant alterations in the dynamic and landscape acceptance. Therefore, this research searched apprehend the landscape changes from human occupation in one unity of conservation, presenting as general aim to analyse the consequences of the process of de soil occupation in the Jenipabu's Environmental Protection Area. We have established our research in bibliographical and field researches, cartographical productions, application of the method of classification by visual interpretation and in the geosystemic analysis of the landscape units and of the local dynamicity. It is verified in the Jenipabu's Environmental Protection Area one incisive pressure and investments in the touristic and real estate sector, through the increase of the phenomenon of second home. However, the expansion of the urban space in coastal regions contributes to the activation of forceful changes in its geomorphology and dynamic of its processes, represented by redistribution of the dunes fields and deflation plains and the spatial decreasing of marine beaches and tabuleiros. Such changes, provided both in consonance with the proper natural dynamic of each geomorphological unity and consequence of the local anthropic actions. We can list also, the propagation of relevant impacts to the local ecosystems and the acceptance of different conflicts socio-spatial. The biggest challenge of the managers of the Jenipabu's Environmental Protection Area and the society as a whole is to search the conciliation between the use and occupation of the soil and the conservation of the dune ecosystems, restingas, beaches, lagoons, tabuleiros, mangroves, woods and further local natural resources. Therefore, it is emphasized the peculiar dynamics of the area under studying in detriment on local social practices and the importance performed by one participatory administration preoccupied with the conservation of its resources and the conflict mediation.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25796
Appears in Collections:PPGe - Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ocupaçãosolomudanças_Batista_2018.pdf8,79 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.