Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26551
Title: Família e política no RN: Alves, Maia e o suporte do Senado
Authors: Carvalho, Robson Vasconcelos
Keywords: Emendas;Financiamento;Senado;Grupo político-familiar
Issue Date: 29-Aug-2018
Citation: CARVALHO, Robson Vasconcelos. Família e política no RN: Alves, Maia e o suporte do Senado. 2018. 226f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Há mais de sete décadas, dois grupos familiares, Alves e Maia, têm ocupado, por meio de seus representantes, importantes espaços de poder no Rio Grande do Norte, com destaque especial para o plano majoritário nas últimas quatro décadas. Na Colônia, Império, ou mesmo em fases anteriores da República, nenhum outro grupo político-familiar foi tão longevo na ocupação contínua de espaços de poder em solo potiguar. À luz do realismo de Maquiavel, essa dissertação analisa quais os principais meios utilizados por essas famílias para permanecerem no poder ao longo do tempo, bem como os seus modus operandi, origens históricas e bases de formação. Além disso, procuramos identificar os instrumentos de poder que utilizam e quais as estratégias escolhidas, com destaque para a lógica da bipolaridade. Dentre os diversos instrumentos, dois deles são destacados: emendas parlamentares e financiamento de campanhas eleitorais. Os senadores José Agripino Maia e Garibaldi Alves Filho foram os escolhidos como objetos específicos de análise por serem, respectivamente, os representantes das famílias mais expressivos no período analisado.
Abstract: For more than seven decades, two family groups, Alves and Maia, have occupied, through /their representatives, important power spaces in Rio Grande do Norte, with special emphasis on the majority plan in the last four decades. In Colony, Empire, or even in phases before the Republic’s, no other family-political group has been so long-lived in the continuous occupation of power spaces in the potiguar’s soil. In the light of Machiavelli's realism, this dissertation analyzes the main means used by these families to remain in power over time, as well as their modus operandi, historical origins and bases of formation. In addition, we seek to identify the instruments of power they use and which strategies are chosen, with emphasis on the bipolarity’s logic. Among many instruments, two of them are highlighted: Parliamentary’s amendments and financing of electoral campaigns. Senators José Agripino Maia and Garibaldi Alves Filho were chosen as specific objects of analysis because they were, respectively, the representatives of the most expressive families in the analyzed period.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26551
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FamíliaPolíticaRN_Carvalho_2018.pdf5,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.