Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26556
Title: O ensino da instrumentalidade do serviço social no Rio Grande do Norte
Authors: Araújo, Ana Lígia Alcindo Silva
Keywords: Instrumentalidade;Fundamentação teórico-metodológica;Éticopolítica e técnico-operativa;Formação profissional
Issue Date: 8-Jun-2018
Citation: ARAÚJO, Ana Lígia Alcindo Silva. O ensino da instrumentalidade do serviço social no Rio Grande do Norte. 2018. 155f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Com o surgimento do neoliberalismo e a imposição do Estado mínimo, as políticas sociais são marcadas por diversos retrocessos, mormente a de educação pois atualmente se vê afetada pela crise estrutural do capital e o ensino torna-se mercadoria. Como resultado tem-se a proliferação de cursos universitários em condições que comprometem a qualidade da formação, principalmente pela expansão dos cursos a distância, com tempo mínimo e desvinculados da pesquisa e produção de conhecimentos, bem como da extensão. Esse processo focaliza-se na lógica do mercado capitalista que não aprofunda o conhecimento capaz de garantir uma formação humana integral, com um saber amplo, consciente e crítico. E como consequência, temos um aumento de diplomados desempregados. Diante disso, a educação se vê frente a duas possibilidades: contribuir para reprodução da ordem capitalista, ou contribuir para a superação dessa ordem. Nesse contexto vislumbramos o acirramento das racionalidades formal-abstrata e crítico-dialética e consequentemente o pensamento conservador fortalecido pela ideologia neoliberal invade todas as esferas da vida social, na busca de fortalecer o individualismo, a fragmentação, o pragmatismo, burocratismo e a desistorização dos fatos sociais. Todas as mudanças desse sistema produtivo impactaram a formação profissional em Serviço Social, exigindo da profissão, uma instrumentalidade cada vez mais crítica, isto é, um rigoroso trato teórico-metodológico, ético-político e técnico-operativo diante da ofensiva conservadora em curso, do desmonte do ensino superior e uma articulação das entidades representativas do Serviço Social na luta incessante por uma educação laica, pública e de qualidade. Com esses determinantes estruturais/conjunturais postos na realidade social faz-se necessário fortalecer o debate da instrumentalidade do Serviço Social nos moldes contemporâneos, então este trabalho tem como objetivo apresentar as fundamentações teórico-metodológica, ético-política e técnico-operativa dessa instrumentalidade na formação profissional dos cursos de Serviço Social no âmbito público e privado no estado do Rio Grande do Norte. O lócus da pesquisa foram três instituições de ensino superior, a saber: UFRN), UERN e UNIFACEX. Realizamos entrevistas semi-estruturadas com doze docentes e três discentes, totalizando 15 pessoas entrevistadas. Como resultado da pesquisa, consideramos que: o Serviço Social brasileiro constrói em seu processo de renovação, do congresso da virada em 1979 aos dias atuais, uma cultura crítica, que especialmente a partir dos anos 2000 aprofundou o entendimento sobre instrumentalidade; na formação profissional no Rio Grande do Norte, a discussão da instrumentalidade situa-se neste debate em nível nacional e está ocorrendo de uma forma transversal nas estruturas curriculares; a fundamentação teórico-metodológica, ético-política e técnico-operativa está em consonância com o debate hegemônico na profissão. Entretanto, os alunos continuam supervalorizando a dimensão operativa. Assim, fica evidente que muitos são os determinantes que explicam tal descompasso, destacamos os seguintes: as relações sociais capitalistas que reforçam a separação entre teoria e prática e um modo de pensar pragmático; a conjuntura neoliberal que traz implicações na apreensão e concepção de mundo dos discentes, determinando precárias condições objetivas e subjetivas, a exemplo: insuficiência de leitura, jornadas intensas de trabalho e∕ou estágio não-obrigatório, não identificação com o curso, não apreensão de conteúdos de outras disciplinas. Em suma, é um desafio para os docentes trabalharem esta temática diante de um cotidiano marcado pela racionalidade formal-abstrata.
Abstract: With the emergence of neoliberalism and the imposition of the minimum state, social policies are marked by several setbacks, especially education, because nowadays is affected by the structural crisis of capital and education becomes a commodity. As a result, there is a proliferation of university courses in conditions that compromise the quality of training, mainly due to the expansion of distance courses, with minimum time and unrelated to research and production of knowledge, as well as extension. This process focuses on the logic of the capitalist market that does not deepen the knowledge capable of guaranteeing an integral human formation, with a wide, conscious and critical knowledge. And as a consequence, we have an increase of unemployed graduates. Faced with this, education is faced with two possibilities: to contribute to the reproduction of the capitalist order, or to contribute to overcoming this order. In this context, we see the intensification of formal-abstract and critical-dialectical rationalities and consequently conservative thinking strengthened by neoliberal ideology invades all spheres of social life in the quest to strengthen individualism, fragmentation, pragmatism, bureaucracy and de-historization of facts social policies. All the changes of this productive system impacted the professional formation in Social Work, demanding from the profession an increasingly critical instrumentality, that is to say, a rigorous theoretical-methodological, ethical-political and technical-operative deal with the ongoing conservative offensive. dismantling of higher education and an articulation of the representative entities of Social Service in the unceasing struggle for a secular, public and quality education. With these structural / conjunctural determinants placed in the social reality it is necessary to strengthen the debate of the instrumentality of Social Service in the contemporary molds, then this work has as objective to present the theoretical-methodological, ethical-political and technical-operative bases of this instrumentality in the formation professional courses of social work in the public and private sphere in the state of Rio Grande do Norte. The locus of the research were three institutions of higher education, namely: UFRN), UERN and UNIFACEX. We conducted semi-structured interviews with twelve teachers and three students, totaling 15 people interviewed. As a result of the research, we consider that: the Brazilian Social Service builds in its process of renewal, from the congress of the turning point in 1979 to the present day, a critical culture, that especially from the years 2000 deepened the understanding about instrumentality; in vocational training in Rio Grande do Norte, the discussion of instrumentality is located in this debate at the national level and is occurring in a transversal way in the curricular structures; the theoretical-methodological, ethical-political and technical-operative foundation is in line with the hegemonic debate in the profession. However, students continue to overemphasize the operational dimension. Thus, it is evident that many are the determinants that explain such mismatch, we highlight the following: capitalist social relations that reinforce the separation between theory and practice and a pragmatic way of thinking; the neoliberal conjuncture that has implications in the apprehension and conception of the world of the students, determining precarious objective and subjective conditions, for example: insufficient reading, intense work and / or non-compulsory internship, no identification with the course, no apprehension of contents of other disciplines. In short, it is a challenge for teachers to work on this theme in the face of a daily life marked by formal-abstract rationality.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26556
Appears in Collections:PPGSS - Mestrado em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ensinoinstrumentalidadeserviço_Araújo_2018.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.