Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/29326
Title: A obra coreográfica como experiência poética e educativa: uma abordagem fenomenológica
Authors: Viana, Ana Cláudia Albano
Keywords: Obra coreográfica;Estesiologia;Corpo;Imagem;Consciência do corpo
Issue Date: 27-Feb-2020
Citation: VIANA, Ana Cláudia Albano. A obra coreográfica como experiência poética e educativa: uma abordagem fenomenológica. 2020. 374f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: Em nossa tese, afirmamos a obra coreográfica como experiência poética e educativa. Consideramos a obra coreográfica como carta do visível que, por sua poética de movimentos e sensações se escreve e se instala nas corporeidades por ela envolvidas. Sua operação de expressão permite-nos à percepção da potencialidade simbólica humana, de maneira a nos educar ao sensível e à criação de sentidos. Na pesquisa, delineamos os seguintes objetivos: 1) realizar apreciação estética das obras, em suas poéticas, imagens e expressividades; 2) estabelecer relações fenomenológicas entre o corpo, as imagens de dança e a intercorporeidade; e 3) apontar perspectivas de compreensão da educação por meio da intercorporeidade, da obra coreográfica como experiência poética e educativa, e da consciência do corpo. Nossa pesquisa tem como referencial teórico-metodológico a Fenomenologia de Merleau-Ponty e nossos principais interlocutores são MerleauPonty (1945/1999; 1969/2002; 1960/1991; 1964/2005), Paul Valéry (1939/2015), e, na relação entre os interlocutores principais e a educação, Nóbrega (2015; 2018b), assim como os trabalhos desenvolvidos pelo grupo de pesquisa Estesia. Nosso corpus de análise é composto por quatro obras coreográficas escolhidas intencionalmente, todas do coreógrafo Jérôme Bel, que são: Véronique Doisneau (2005), Pichet Klunchun and myself (2005), Jérôme Bel (1995) e Gala (2015). O critério de escolha das obras e das análises realizadas parte da significação, no sentido da abertura a novos horizontes de significados para as interlocuções entre a obra coreográfica e o fenômeno educativo. A partir da redução fenomenológica e da referência do Atlas Mnémosyne (WARBURG, 2012), compreendemos que a obra coreográfica como experiência poética e educativa nos dá a ver emblemas do mundo e campos de criação de sentidos outros, de atravessamento de afetos e de subjetividades. Este acontecimento não é de uma ordem intelectiva, mas da ordem da vida perceptiva. Dá-se por uma operação de expressão da vida perceptiva, da empatia cinestésica e do corpo estesiológico. E, educa-nos à compreensão do fenômeno educativo como intercorporeidade, na medida em que, na relação intercorporal, no que nos falta e que no outrem se encontra, percebemos elementos para interpretações e relações de inteligibilidade outras com o mundo; à reinvenção da cultura e da história, e ao fortalecimento de atitudes educativas que primam pela liberdade de expressão; à escuta sensível; à autonomia do pensamento; à criatividade e à consideração do corpo no fenômeno educativo nas mais variadas dimensões da vida.
Abstract: In our thesis, we state the choreographic piece as a poetic and educational experience. We consider the choreographic piece as a visible letter that writes and install itself in the corporeity involved through its movements and sensations’ poetry. Its operation of expression allows us to the perception of the human symbolic potentiality, in order to educate us to the sensible and creation of meanings. In the research, we had the following purposes: 1) to do aesthetic appreciation of the pieces, in their poetics, images and expressivities; 2) establish phenomenologists relations between body, dance images and intercorporeity; and 3) point out perspectives for education’s comprehension through intercorporeity, choreographic piece as poetic and educational experience and body awareness. Our research’s theorical and methodological reference is the Meleau-Ponty’s phenomenology and our main interlocutors are Merleau-Ponty (1945/1999; 1969/2002; 1960/1991; 1964/2005), Paul Valéry (1939/2015), and in the relation between main interlocutors and the education, Nóbrega (2015; 2018b), as well as the works developed by the Estesia research group. Our analysis corpus is composed by four choreographic pieces intentionally chosen, all by the choreographer Jérôme Bel, which are Véronique Doisneau (2005), Pichet Klunchun and myself (2005), Jérôme Bel (1995) e Gala (2015). The selection criteria of the pieces and analysis made come from the signification, in the meaning of opening to new meanings’ horizons for the interlocutions among the choreographic piece and the educational phenomenon. From the phenomenological reduction and Atlas Mnémosyne (WARBURG, 2012) reference, we understand that the choreographic piece as poetic and educational experience allow us to see emblems of the world and fields of creation of other meanings, crossing of affections and of subjectivities. That occurrence is not from intellective nature, but of a perceptual nature of life. It happens for expression operation of perceptual life, kinaesthetic empathy and esthesiological body. This lead us to the comprehension of the educational phenomenon as intercorporeity, whereby, in the intercorporeal relationship, in what we lack and found on others, we perceive elements for interpretations and intelligibility relationships with the world; culture and history reinvention and strengthening of educational attitudes that value for liberty of expression; sensible listening; thought’s autonomy; creativity and consideration of the body in the educational phenomenon in the most various dimensions of life.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/29326
Appears in Collections:PPGED - Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Obracoreograficaexperiencia_Viana_2020.pdf4,12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.